Meteorologia

  • 08 AGOSTO 2022
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 27º

Flores e ursos de peluche em homenagem a Archie Battersbee

Menino britânico, de 12 anos, morreu este sábado às 12h15 no Royal London Hospital, em Inglaterra.

Notícias ao Minuto

16:22 - 06/08/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Archie Battersbee

Archie Battersbee, de 12 anos, morreu na manhã deste sábado, depois de ter sido desligado o suporte de vida que o manteve vivo desde 7 de abril, dia em que foi encontrado inconsciente. 

Fora do Royal London Hospital, na capital de Inglaterra, onde o menino estava hospitalizado, foram deixadas flores, cartas, velas e peluches para homenageá-lo.

Os pais lutaram de recurso em recurso para que o filho continuasse ligado às maquinas, mas sem sucesso. 

Após a morte da criança, à saída do hospital, a mãe de Archie, por sua vez, afirmou sentir-se "a mãe mais orgulhosa do mundo" e garantiu que o filho "lutou pela vida até ao fim".

"Foi-lhe retirada a medicação às 10 horas da manhã, e as suas estatísticas permaneceram estáveis até duas horas depois, altura em que removeram a ventilação", disse Ella Rose Carter, falando em nome da família. A porta-voz considerou toda a situação "cruel" e disse esperar "que mais nenhuma família passe pelo mesmo".

Inicialmente, os pais procuraram numa primeira instância que o hospital continuasse a manter o suporte de vida ligado, mas todos os recursos foram negados. A família recorreu ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, que absteve-se de decidir sobre a vida do menino por não querer "interferir" com o processo.

Paul e Hollie prolongaram durante mais uns dias a vida do filho, com mais um recurso, pedindo que Archie fosse transferido para uma unidade de cuidados paliativos. O recurso acabou por ser negado, com o tribunal a considerar que a mudança traria riscos "imprevisíveis" para a vida da criança.

Na origem do coma de Archie Battersbee estará um desafio da rede social TikTok, um desafio conhecido como 'Blackout Challenge' ('Desafio do Apagão, traduzido literalmente do inglês), que consiste em desafiar outros jovens a suster a respiração, até a pessoa desmaiar.

A tendência deste tipo de desafios acompanha outros que assolaram as redes nos últimos anos, como o 'Tide Pod Challenge' (no qual centenas de jovens sofreram lesões intestinais por trincarem pastilhas para máquinas de lavar louça) ou o mortífero 'Jogo da Baleia', que matou centenas de crianças em 2016.

Leia Também: Família de Archie recorre da recusa de transferência para paliativos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório