Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2022
Tempo
22º
MIN 22º MÁX 37º

Médicos alertam para toma excessiva de vitamina D após caso de overdose

Os médicos responsáveis pelo seu caso explicaram que esta condição de overdose - intitulada hipervitaminose D - está a aumentar, embora ainda seja pouco comum.

Médicos alertam para toma excessiva de vitamina D após caso de overdose
Notícias ao Minuto

15:21 - 06/07/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Reino Unido

Médicos britânicos avisaram recentemente os cidadãos para não tomarem demasiados suplementos de vitamina D, depois de um homem ter ficado oito dias num hospital por ter tido uma overdose, noticia a Sky News.

O indivíduo, de meia-idade, tinha vários sintomas como vómitos, náuseas e dores nas pernas há já três meses, quando foi encaminhado pelo seu médico para receber tratamento hospitalar. Experienciou ainda alguns zumbidos nos ouvidos, boca seca, perda de peso, aumento da sede e diarreia.

Segundo a revista BMJ Case Reports, os sintomas terão começado cerca de um mês depois de ele ter iniciado um regime intensivo de suplementos vitamínicos. Os médicos responsáveis pelo seu caso explicaram que esta condição de overdose - intitulada hipervitaminose D - está a aumentar, embora ainda seja pouco comum.

Neste caso, o regime diário deste indivíduo incluía a toma de mais de 20 suplementos de venda livre. Contas feitas, acabava por tomar 50.000 miligramas de vitamina D - quando a dose diária recomendada é de apenas 600 miligramas.

Os testes laboratoriais evidenciaram ainda que os níveis de vitamina D do paciente eram sete vezes superiores ao nível normal e que o seu organismo tinha ainda níveis bastante elevados de magnésio e de cálcio. Os seus rins, também, estavam a funcionar incorretamente.

Depois de ter recebido tratamento, com recurso a fluidos intravenosos e a medicamentos destinados a baixar os níveis excessivos de cálcio no seu sangue, acabaria por receber alta hospitalar. Porém, dois meses depois, o indivíduo continuaria a ter níveis de vitamina D no sangue do que seria suposto. 

Os autores do relatório disseram ainda que "globalmente, existe uma tendência crescente de hipervitaminose D", embora tenham ainda sublinhado que este era apenas um caso exemplificativo.

Leia Também: Covid-19. Reinfeções podem aumentar risco de outros problemas de saúde

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório