Meteorologia

  • 29 SETEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 21º

Reino Unido alarga sanções à Bielorrússia à exportação de artigos de luxo

O Reino Unido prepara-se para impor novas sanções económicas à Bielorrússia pelo seu apoio ao Governo russo à guerra na Ucrânia, incluindo uma interdição ao comércio bilateral de bens, entre os quais tecnologia e bens de luxo.

Reino Unido alarga sanções à Bielorrússia à exportação de artigos de luxo

A medida tem um impacto no valor de 60 milhões de libras (cerca de 70 milhões de euros).

O Governo britânico vai avançar terça-feira com a legislação que lhe permitirá aplicar estas sanções, já impostas ao regime russo após a invasão da Ucrânia em 24 de fevereiro.

De acordo com a declaração do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o Reino Unido proibirá a exportação para a Bielorrússia de "produtos petrolíferos refinados, componentes de tecnologia avançada, tais como os utilizados na computação quântica, e artigos de luxo, como obras de arte".

Ao mesmo tempo, são proibidas as importações de "ferro e aço bielorrusso".

O Governo britânico também pretende restringir o acesso da Bielorrússia ao setor dos serviços financeiros, por exemplo, impedindo que mais empresas bielorrussas emitam dívida em Londres.

O Reino Unido acusa o Governo do Presidente Aleksandr Lukashenko de "facilitar ativamente a invasão" da Ucrânia pelo Presidente russo, Vladimir Putin, ao permitir à Rússia utilizar o seu território e espaço aéreo para atacar o país vizinho.

As medidas anunciadas hoje vêm juntar-se às anteriores, que passavam por um aumento de 35% nas tarifas sobre vários produtos bielorrussos, bem como sanções contra Lukashenko e altos funcionários do seu governo.

Leia Também: Primeira-ministra sueca promete apoio e sanções à Ucrânia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório