Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 32º

AO MINUTO: Oito autarcas em cativeiro; 5% com acesso a água em Mariupol

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: Oito autarcas em cativeiro; 5% com acesso a água em Mariupol
Notícias ao Minuto

07:48 - 02/07/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Guerra na Ucrânia

Ao 129.º dia da invasão russa da Ucrânia, o centro das atenções está voltado para a região de Odessa, onde, na manhã de sexta-feira, 21 pessoas morreram - incluindo duas crianças - na sequência de um ataque com mísseis russos a uma zona residencial. Segundo Kyiv, que descreveu o ato como “terror russo propositado”, os bombardeamentos foram “uma vingança” pela retirada das tropas russas da ilha Zmiinyi  [ilha das Serpentes]. 

Os apoios do Ocidente à Ucrânia continuam. Ontem, os Estados Unidos da América (EUA) anunciaram que vão fornecer ajuda militar no valor de 820 milhões de dólares [780 milhões de euros], ao passo que a Comissão Europeia propôs uma nova assistência macrofinanceira no valor de mil milhões de euros, a primeira fatia de um pacote no valor de nove mil milhões de euros, aprovado em maio.

Fim de cobertura

Beatriz Maio | há 1 mês

Boa noite! Damos por terminado o acompanhamento AO MINUTO dos desenvolvimentos da invasão russa da Ucrânia. Poderá acompanhar uma nova cobertura na manhã de domingo. 

Cerca de 16 milhões de ucranianos necessitam de ajuda humanitária

Beatriz Maio | há 1 mês

Milhões de ucranianos enfrentam a falta de bens de primeira necessidade devido à guerra em grande escala da Rússia, incluindo alimentos, água e abrigo, relata a Voice of America, citando várias agências da Organização das Nações Unidas (ONU). As agências humanitárias da ONU estão a tentar dar assistência aos ucranianos afetados pela invasão russa, mas os ataques contínuos tornam difícil ou, em alguns casos, impossível.

Apenas 5% dos residentes de Mariupol têm acesso a água

Beatriz Maio | há 1 mês

O conselheiro do presidente da câmara de Mariupol, Petro Andriushchenko, disse no Telegram que o acesso a um abastecimento de água é atualmente o "problema número um" na cidade.

Mais de 2.600 locais ucranianos sob ocupação russa

Beatriz Maio | há 1 mês

Num discurso em vídeo à nação, o presidente Volodymyr Zelensky afirmou que os militares ucranianos libertaram 1.027 locais até à data e relatou que desde 24 de fevereiro, dia do início da invasão, 10 de 24 regiões da Ucrânia foram afetadas pelos ataques da Rússia, com centenas de empresas destruídas, incluindo fábricas químicas e metalúrgicas perigosas.

Oito presidentes de Câmara ucranianos em cativeiro na Rússia

Beatriz Maio | há 1 mês

A Associação das Cidades Ucranianas revelou este sábado que oito presidentes de Câmara ucranianos estão em cativeiro na Rússia, entre eles o presidente da Câmara de Kherson Ihor Kolykhaiev. Como tal, a associação pede a todos que se juntem à libertação de funcionários do governo capturados.

Ucrânia perde 1 milhão por dia porque Rússia rouba água do rio Dnipro

Beatriz Maio | há 1 mês

A Ucrânia perdeu o equivalente a 129 milhões de euros porque a Rússia rouba água do rio Dnipro para a fornecer à Crimeia. Segundo a BBC, os militares russos apreenderam o reservatório de Kakhovka, em Kherson, durante os primeiros dias da invasão e deixaram a água descer 400 km de extensão do Canal Norte da Crimeia, bloqueado pela Ucrânia em 2014 quando a Rússia anexou ilegalmente a península. A cada segundo, 50 metros cúbicos de água fluem através do canal, o que custa à Ucrânia cerca de 1 milhão de euros por dia.

Incêndio em empresa industrial em Pavlohrad, no Dnipropetrovsk

Beatriz Maio | há 1 mês

A Câmara Municipal de Pavlohrad admitiu um ataque por volta das 17h00. Mais tarde, o Serviço de Emergência do Estado divulgou um incêndio em grande escala numa empresa industrial da cidade que os bombeiros demoraram duas horas a apagar. Não é ainda claro se o fogo foi causado por bombardeamentos e não há relatos de feridos, avança a autarquia no Telegram.

"Principal perigo na Ucrânia é que nazismo se transforme em fascismo"

Beatriz Maio | há 1 mês

O presidente da Bielorrússia Aleksandr Lukashenko afirmou, este sábado, numa reunião que "o principal perigo na Ucrânia é que o nazismo se transforme em fascismo". "Com o apoio da União Europeia, este fascismo - não nacionalismo, não nazismo, mas fascismo - virá até eles, até à Europa", comentou Lukashenko, acrescentando: "Sei com certeza que a esmagadora maioria dos europeus não o quer".

Morreu um civil e outro ficou ferido numa mina russa em Odessa

Beatriz Maio | há 1 mês

Segundo uma porta-voz dos militares ucranianos, Natalia Humeniuk, uma mina explodiu no Mar Negro perto da cidade de Karolino-Buhaz, localizada a 60 quilómetros a sudoeste de Odessa. Como tal, as visitas às praias são proibidas na zona, informa o canal televisivo ucraniano Suspilne Media.

Rússia ataca Mykolaiv com dez mísseis a partir da ocupada Kherson

Beatriz Maio | há 1 mês

As forças russas dispararam hoje dez mísseis de alta precisão contra instalações portuárias e outras infraestruturas industriais de Mykolaiv, com os ataques a terem origem na região ocupada de Kherson, afirmou o Comando Sul das tropas ucranianas.

Exército ucraniano nega cerco russo a Lisichansk, no Donbass

Beatriz Maio | há 1 mês

Violentos combates decorreram hoje em Lisichansk, cidade no leste da Ucrânia, onde ucranianos e russos lutam pelo controlo do Donbass, que os separatistas pró-russos dizem ter cercado completamente, mas que o exército ucraniano desmente.

Mais de 10 mil residentes de Mariupol estão presos em Donetsk

Beatriz Maio | há 1 mês

A Câmara Municipal de Mariupol, na Ucrânia, denunciou hoje que há mais de dez mil residentes daquela cidade tomada pelas forças russas que estão presos na autoproclamada República Popular de Donetsk.

Lukashenko diz que Ucrânia disparou mísseis em território bielorrusso

Beatriz Maio | há 1 mês

O presidente bielorrusso Alexander Lukashenko afirmou que a Ucrânia tentou atacar instalações militares em território bielorrusso há três dias, acrescentando que "todos os mísseis" terão sido interceptados, informou a agência noticiosa estatal Belta. 

Contudo, o líder bielorrusso não forneceu provas para as suas reivindicações. De recordar que a Bielorrússia é um aliado próximo da Rússia e permitiu que Moscovo utilizasse o território bielorrusso para enviar tropas para a Ucrânia no primeiro dia de invasão, 24 de fevereiro.

Tropas russas atacaram 10 aldeias em Kharkiv

Beatriz Maio | há 1 mês

O Estado-Maior General ucraniano relatou que as tropas russas dispararam mísseis em 10 aldeias em Kharkiv Oblast, incluindo Zolochiv, Korobochkyne, e Velyka Babka e partilhou que se retiraram da aldeia de Ivanivka, em Kharkiv Oblast. 

Comissão Europeia pondera trânsito limitado da Rússia para Kaliningrado

Beatriz Maio | há 1 mês

A Comissão Europeia tenciona permitir que a Rússia retome o envio de mercadorias para a região de Kaliningrado via Lituânia. Berlim apoia esta decisão, uma vez que as sanções que limitam o trânsito para Kaliningrado criaram uma tensão adicional entre a União Europeia e a Rússia, relata a revista alemã Der Spiegel.

Exército russo disparou contra Kharkiv e Dnipropetrovsk

Beatriz Maio | há 1 mês

As tropas russas dispararam contra o distrito norte de Chuhuhuiv, localizado em Kharkiv, e Pavlohrad, em Dnipropetrovsk, sendo que as autoridades locais não comunicaram ainda quaisquer baixas, avança o jornal Pravda.

"A invasão bielorrussa da Ucrânia será um desastre para Lukashenko"

Beatriz Maio | há 1 mês

Mykhailo Podolyak, conselheiro do Gabinete do Presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky, afirmou numa entrevista que se a Bielorrússia invadir a Ucrânia, "será um desastre para a Bielorrússia e o ditador bielorrusso Aleksander Lukashenko", esclarecendo que acredita que os bielorrussos têm uma atitude negativa em relação à guerra em curso da Rússia contra a Ucrânia, avança o jornal The Kyiv Independent.

Russos tentam destruir equipamentos e armas deixadas na Ilha da Cobra

Beatriz Maio | há 1 mês

Segundo o Comandante-Chefe das Forças Armadas da Ucrânia Valerii Zaluzhnyi, as tropas russas tentaram destruir o equipamento e armas deixadas na ilha Zmiinyi (ou ilha da Serpente, como é traduzido para inglês), no mar Negro.

Mais de 40 edifícios em várias cidades da região de Donetsk danificados

Beatriz Maio | há 1 mês

A Polícia Nacional Ucraniana divulgou que este sábado mais de 40 edifícios, incluindo prédios residenciais, em várias cidades da região de Donetsk, foram danificados ou destruídos pelos bombardeamentos russos. As autoridades partilharam várias fotografias da destruição nas redes sociais, frisando que não é possível ainda apontar um número exato de mortes de civis e feridos como resultado das explosões provocadas por ataques aéreos, mísseis e artilharia.

Os edifícios destruídos incluem uma escola, um centro comercial e uma estação de distribuição de gás, bem como casas.

Pelo menos 29 "fragmentos de corpo" encontrados no centro comercial

Beatriz Maio | há 1 mês

Foram encontrados pelo menos 29 "fragmentos de corpo" nos escombros do centro comercial após o ataque que resultou na morte de 19 pessoas na segunda-feira, na cidade ucraniana de Kremenchuk. Segundo a Sky News, o serviço de emergência estatal da Ucrânia revelou: "A 2 de Julho, às 13h25 em Kremenchuk, os trabalhos de remoção de destroços foram concluídos no centro comercial Amstor, que foi destruído por ataque de mísseis a 27 de Junho", acrescentando: "Foram detectados 29 fragmentos de corpos desde o início dos trabalhos".

 

Polícia ucraniana confisca 42 carruagens ferroviárias de empresas russas

Beatriz Maio | há 1 mês

As carruagens ferroviárias pertencentes a empresas registadas na Rússia estão avaliados em mais de um milhão de dólares, o equivalente a 958.900 euros, avança o jornal The Kyiv Independent. Estas carruagens, apreendidas em Sumy Oblast, entraram no território ucraniano antes do início da invasão russa.

A Polícia Nacional da Ucrânia divulgou a informação no Telegram e explicou que no momento da invasão as carruagens estavam na fronteira, contudo, devido ao fato de conterem substâncias perigosas, a Ucrânia optou por transportá-las para uma área pouco povoada.

"Romance entre europeus e ucranianos está a chegar ao fim", diz Medvedev

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O antigo presidente russo e atual vice-presidente do Conselho de Segurança, Dmitry Medvedev, considerou, este sábado, que “o tempestuoso romance entre europeus e ucranianos” está a chegar ao fim porque a Europa está “cansada” da Ucrânia.

"Parece que o tempestuoso romance entre europeus e ucranianos está a chegar ao fim. Eles já não são desejados, estão cansados deles. Os polacos raivosos reacenderam o seu nacionalismo frenético. Eles gritam para lembrar que quase quatro milhões de ucranianos estão no seu país. Processos semelhantes estão em curso noutros países europeus que estão a brincar aos jogos de amor com Kyiv”, escreveu na rede social Telegram.

E acrescentou: “Da ucraniofilia à ucraniofobia é um passo. Afinal, os sentimentos desvanecidos não podem ser inflamados novamente por nenhuma promessa de um futuro casamento longo e desigual (a entrada mítica na União Europeia)”.

Ucrânia nega que Lisichansk esteja cercada por tropas russas

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

A Guarda Nacional da Ucrânia negou, este sábado, as alegações das forças pró-russas que davam conta que a cidade de Lisichansk estava cercada. “Decorrem combates ferozes em Lisichansk. Felizmente, a cidade não foi cercada e está sob controlo do exército ucraniano”, afirmou Ruslan Muzytchuk, em declarações à televisão ucraniana. 

 

Forças pró-russas anunciam cerco total a cidade de Lisichansk

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

As forças pró-russas rodearam completamente a cidade de Lisichansk, na região oriental de Lugansk, após ocuparem todas as localidades importantes ao redor da localidade, assegurou hoje Andrei Marochko, porta-voz da milícia separatista. 

"Hoje, graças aos esforços conjuntos da milícia popular da república popular de Lugansk e das Forças Armadas da Federação Russa, ocuparam-se os últimos lugares estrategicamente importantes, o que nos permite dizer que a cidade de Lisichansk está completamente rodeada", disse às agências russas Interfax e TASS.

Ucrânia diz ter encontrado disco rígido com informações confidenciais 

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

A Guarda de Fronteira da Ucrânia revelou, este sábado, que encontrou um disco rígido com cerca de 100 ‘gigabytes’ de informação confidencial das Forças Armadas da Rússia. A descoberta, segundo informação citada pela Sky News, ocorreu em Chernihiv. O disco contém dados biográficos de militares russos, além de detalhes sobre o armamento russo. 

“As forças de segurança da Ucrânia têm agora fotografias, características, cópias de passaportes e outros documentos dos invasores”, dizem as autoridades de Kyiv.

Regulador de energia pede que alemães se preparem para possível escassez

Andrea Pinto | há 1 mês

O presidente da agência reguladora de energia da Alemanha pediu hoje aos moradores que economizem energia e se preparem para o inverno, quando o uso aumenta, por temer que a Rússia possa cortar o fornecimento de gás natural.

Zelensky diz que ataque da Rússia é contra valores comuns da Europa

Andrea Pinto | há 1 mês

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelenski, reiterou hoje, em mensagens nas redes sociais, que a Europa deve responder unida à agressão russa contra a Ucrânia, porque ataca valores comuns.

"A agressão russa contra a Ucrânia é uma agressão contra toda a Europa unida, contra cada um de nós, contra os nossos valores comuns. E a nossa resposta deve ser unitária", escreveu Zelensky numa mensagem que acompanha imagens da destruição deixada pela guerra no país.

"O mundo não está cansado de apoiar a Ucrânia. Está cansado de Putin"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O conselheiro presidencial, Mykhailo Podolyak, defendeu, este sábado, que “o mundo não está cansado de apoiar a Ucrânia”, mas sim do presidente russo, Vladimir Putin.

“Esqueçam a ‘fadiga da Ucrânia’. O mundo não está cansado de apoiar a Ucrânia. O mundo está cansado da chantagem do gás russo, das crises artificiais, da inflação, dos assassinatos políticos, das armas químicas, do terror e das constantes mentiras descaradas. Cansado dos ‘complexos’ pessoais de Putin”, frisou o conselheiro de Zelensky na rede social Twitter.

Região de Sumy atingida por 270 mísseis em 24 horas

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

A região de Sumy foi atingida, entre as 9h de sexta-feira e as 10h deste sábado, por 270 mísseis russos, revelou o responsável da administração local, Dmytro Zhivytsky. As zonas mais afetadas foram Bilopolska, Novoslobidska, Shalyginska, Esmanska, Velikopysarivska, Glukhivska e Krasnopilska.

Segundo o responsável, “há também infraestruturas danificadas: casas de civis, quintas, redes elétricas e uma reserva de água”

Rússia diz ter destruído alvos militares no Donbass e Mykolaiv

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O Ministério da Defesa da Rússia afirmou, este sábado, que destruiu cinco postos de comando do exército ucraniano na região do Donbass e Mykolaiv, no sul da Ucrânia. Foram ainda destruídos três locais de armazenamento na região de Zaporizhzhia e uma base de armas em Kharkiv. 

Britânicos acusados em Donetsk. Reino Unido condena "exploração"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido reagiu, este sábado, à detenção de mais dois cidadãos britânicos acusados de serem mercenários na Ucrânia pelas autoridades da autoproclamada República Popular de Donetsk, no leste do país. 

Saiba mais aqui.

"Apoio à Ucrânia é essencial. Putin odeia o bem-estar dos europeus"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, considerou, este sábado, que “manter o apoio” é “essencial” porque o presidente russo, Vladimir Putin, “odeia o bem-estar dos europeus” e pretende alastrar o conflito “a todas as casas europeias”.

“Manter o apoio à Ucrânia é essencial para os parceiros europeus, porque Putin odeia o bem-estar dos europeus e quer trazer a crise à porta de todas as casas europeias. A Ucrânia impede a concretização destes planos maliciosos. Ao apoiarem-nos, os parceiros apoiam-se a si próprios”, destacou o governante na rede social Twitter.

Ucrânia limpa a Ilha de Zmiinyi após retirada russa

Andrea Pinto | há 1 mês

Unidades das forças armadas ucranianas completaram a operação militar para desimpedir a ilha de Zmiinyi (Ilha das Serpentes) de equipamento e armas deixadas para trás pelas tropas russas, após a sua retirada para a Crimeia, informou hoje a administração militar regional de Odessa.

 

Bálticos preparados para um corte de energia russo

Andrea Pinto | há 1 mês

As tensões entre os países bálticos e Moscovo, por causa da guerra na Ucrânia e as respostas imprevisíveis da Rússia às sanções ocidentais, estão a causar preocupação na Estónia, Letónia e Lituânia por poderem ser subitamente desligados da rede eléctrica russa.

Chefe do Estado-Maior General russo inspecionou as tropas ucranianas

Andrea Pinto | há 1 mês

O Chefe do Estado-Maior General russo Valery Gerasimov inspecionou as tropas que combatiam na guerra na Ucrânia, disse hoje o Ministério da Defesa, sem revelar onde ou quando a visita teve lugar.

"O chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas russas e primeiro vice-ministro da Defesa, general do Exército Valeri Gerasimov, analisou o agrupamento das tropas russas envolvidas na operação militar especial na Ucrânia", disse o ministério numa mensagem na sua conta do Telegram.

Ucrânia e energia na agenda da próxima sessão do Parlamento Europeu

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O Parlamento Europeu (PE) inicia na segunda-feira uma sessão plenária, em Estrasburgo, França, dominada pelo tema da Ucrânia e pelas questões da energia. Segundo um comunicado do PE, na quarta-feira, os eurodeputados têm agendados dois debates nos quais a invasão da Ucrânia pela Rússia, iniciada em 24 de fevereiro, é o tema central.

Kyiv estima que pelo menos 344 crianças foram mortas na guerra

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

As autoridades ucranianas estimaram hoje que pelo menos 344 crianças foram mortas desde o início da invasão da Ucrânia pela Rússia, em 24 de fevereiro, havendo ainda a contabilizar 640 menores com ferimentos. Segundo dados do Ministério Público ucraniano a maior parte destas vítimas (mortos e feridos) registaram-se nas regiões de Donetsk (340), Kharkiv (185), Kiev (116), Chernigiv (68), Lugansk (61), Mikolaiv (53), Kherson (52) e Zaporijia (31).

Em Donetsk, já se emitem passaportes russos a cidadãos ucranianos 

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

A Rússia começou a emitir passaportes russos aos cidadãos ucranianos na autoproclamada República Popular de Donetsk, no leste da Ucrânia. Segundo a agência de notícias russa Interfax, é possível obter o documento em dois locais.

"Desde 1 de julho estão abertos os primeiros locais de emissão de passaportes para cidadãos da Federação Russa nos serviços de migração de Donetsk, na rua Zaitsev, bem como no bairro de Budvonnovsky”, refere a Interfax, citada pela Sky News.

 

120 soldados russos morreram nas últimas 24h, diz Ucrânia

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

As Forças Armadas da Ucrânia revelaram, este sábado, que 120 soldados russos foram mortos nas últimas 24 horas, aumentando o total para 35.870 desde o início da invasão russa. No seu mais recente balanço, o exército ucraniano diz ainda ter destruído 1.582 tanques russos e 3.737 veículos armados

Gazprom baixa exportações e UE prepara-se para viver sem energia russa

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

A Gazprom exportou no primeiro semestre menos 31% de gás do que no mesmo período do ano passado para os países fora do espaço da pós-soviética Comunidade de Estados Independentes (CEI).
  

Fortes explosões registadas em Mykolaiv

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

Foram registadas, durante a madrugada deste sábado, “fortes explosões” na cidade de Mykolaiv, revelou o autarca Oleksander Senkevich na plataforma Telegram.

“Há fortes explosões na cidade. Fiquem em abrigos”, apelou aos residentes. O alerta foi dado pelas 4h37 locais [2h37 em Lisboa].

Ataque em Odessa terá sido provocado por armas de precisão "inadequadas"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O Ministério da Defesa do Reino Unido considerou, este sábado, que os ataques com mísseis russos contra uma zona residencial em Odessa terão sido realizados com armas pouco “precisas” e “inadequadas” para ataques de precisão.

Segundo o mais recente relatório dos serviços de informação britânicos sobre a invasão russa da Ucrânia, os bombardeamentos “provavelmente envolveram mísseis KH-22”, que são armas “ainda menos precisas e inadequadas para ataques de precisão e têm causado, quase de certeza, repetidamente baixas civis nas últimas semanas”.

Para recordar...

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês
  • Ucrânia apresenta relatório no TPI contra acusação de genocídio da Rússia. A Ucrânia apresentou no Tribunal Internacional de Justiça (TIJ), o principal órgão judicial das Nações Unidas, o seu relatório no processo contra as alegações de genocídio feitas pela Rússia.
  • "Mercenários". Separatistas russófonos indiciam mais dois britânicos. As autoridades da autoproclamada República Popular de Donetsk (DNR) indiciaram mais dois britânicos por combaterem como mercenários nas fileiras do exército ucraniano.
  • Putin realça "natureza perigosa e provocativa do regime de Kyiv". O presidente da Rússia, Vladimir Putin, debateu com o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, o conflito armado na Ucrânia e a escassez alimentar mundial, culpando Kyiv e o Ocidente por ambas as crises.
  • Hungria opõe-se a novas sanções e recusa parar compras de gás russo. A Hungria irá vetar novas sanções da União Europeia (UE) contra a Rússia e recusa-se a parar as importações de gás russo, depois de ter cedido no petróleo, anunciou o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán. "

Bom dia!

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

Damos início a um novo acompanhamento AO MINUTO da guerra na Ucrânia. Poderá recordar tudo o que aconteceu na sexta-feira no link abaixo:

AO MINUTO: Queixas da Ucrânia no TPI; Zaporizhzhia. Central tem ligações

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 07:56 - 01/07/2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório