Meteorologia

  • 02 OUTUBRO 2022
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 30º

Ataque em Odessa mata 19 pessoas. Rússia diz que "não usa alvos civis"

Pelo menos 19 pessoas morreram durante um ataque com mísseis, lançados a partir do Mar Negro, a uma zona residencial. Ataque ocorreu horas após as tropas russas abandonarem a ilha Zmiinyi. 

Notícias ao Minuto

11:37 - 01/07/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

O Kremlin negou, esta sexta-feira, a autoria de um ataque com mísseis a uma zona residencial na região de Bilgorod-Dniester, a cerca de 80 quilómetros a sul de Odessa. Segundo o mais recente balanço divulgado pela presidência ucraniana, pelo menos 19 pessoas morreram, incluindo duas crianças, e 30 ficaram feridas.

“Gostaria de recordar as palavras do presidente [russo, Vladimir Putin] de que as Forças Armadas russas usam alvos civis”, reiterou Dmitry Peskov, porta-voz do Kremlin, em conferência de imprensa, citado pela agência de notícias Reuters.

De acordo com os serviços de emergência ucranianos, “um avião estratégico realizou um ataque com mísseis na região de Odessa, a partir do mar Negro”, pelas 6h [4h em Lisboa]. “Um míssil atingiu um edifício residencial de nove andares” e um outro míssil, disparado pelo mesmo avião, atingiu dois outros edifícios vizinhos.

O ataque aconteceu horas após a retirada das tropas russas da ilha Zmiinyi, no Mar Negro, naquilo que o Ministério da Defesa da Rússia descreveu como um “gesto de boa vontade”.

Assinala-se, esta sexta-feira, o 128.º dia da guerra na Ucrânia, que já provocou, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), a morte a  4.731 civis e deixou 5.900 feridos.

Leia Também: Adesão da Ucrânia à UE "não deve demorar anos ou décadas", pede Zelensky

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório