Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 24º

Medvedev alerta que sanções contra a Rússia podem justificar guerra

O ex-presidente russo reiterou que a Rússia tem o “direito” de se defender. 

Medvedev alerta que sanções contra a Rússia podem justificar guerra

O antigo presidente russo e atual vice-presidente do Conselho de Segurança, Dmitry Medvedev, alertou, esta quinta-feira, que as sanções contra Moscovo impostas pelo Ocidente na sequência da invasão da Ucrânia podem ser vistas como um ato de agressão e uma justificação para uma guerra. 

“Gostaria de salientar uma vez mais que, em determinadas circunstâncias, tais medidas hostis podem também ser qualificadas como um ato de agressão internacional. E mesmo como um casus belli [justificação para uma guerra]”, disse Medvedev, citado pela agência de notícias Reuters.

Segundo a publicação, o ex-presidente russo reiterou ainda que a Rússia tem o “direito” de se defender. 

Assinala-se, esta quinta-feira, o 127.º dia da guerra na Ucrânia, que já provocou, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), a morte a  4.731 civis e deixou 5.900 feridos.

A invasão russa - justificada pelo presidente russo pela necessidade de "desnazificar" e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia - foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e a imposição à Rússia de sanções que atingem praticamente todos os setores.

Leia Também: Não haveria guerra se Putin fosse mulher? Líder russo lembra Thatcher

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório