Meteorologia

  • 16 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 18º MÁX 26º

Populares em Maputo enterram sete pessoas vivas, incluindo três polícias

Sete pessoas, incluindo três agentes da polícia moçambicana, foram enterradas vivas por populares na província de Maputo, acusados de roubo de gado, anunciou hoje fonte oficial.

Populares em Maputo enterram sete pessoas vivas, incluindo três polícias
Notícias ao Minuto

20:45 - 24/06/22 por Lusa

Mundo Maputo

As vítimas foram torturadas pela população e enterradas vivas, acusadas de pertencerem a um grupo que rouba gado no distrito de Muamba, na província de Maputo, disse à comunicação social o chefe do Posto Administrativo de Maluane, Juvenal Sigauque.

"O caso ocorreu no dia 20 [segunda-feira], quando um criador de gado notou que havia invasores no seu curral. Ele chamou a população e os supostos meliantes foram amparados e enterrados vivos", declarou Juvenal Sigauque.

A Polícia da República de Moçambique destacou uma equipa para investigar o caso, mas três dos seus agentes também foram amarrados, torturados e enterrados vivos pela população.

"A Polícia dirigiu-se à zona na perspetiva de ir identificar o local onde os corpos dos supostos meliantes estavam enterrados e tentar esclarecer o assunto. Na sequência disso, a comunidade terá confundido os agentes da polícia com os meliantes", declarou Juvenal Sigauque.

Na tarde de hoje, várias pessoas instalaram-se no posto policial local, reivindicando a libertação de alguns membros da comunidade que foram detidos após os dois episódios.

A polícia moçambicana foi obrigada a reforçar o seu contingente policial.

Até o fim da tarde de hoje, os corpos das sete vítimas não tinham sido exumados.

Leia Também: Guerra na Ucrânia atormenta 'magúevas' que vendem pão nas ruas de Maputo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório