Meteorologia

  • 15 AGOSTO 2022
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 27º

Mãe e irmão mais novo de irmãs mortas no Paquistão regressam a Espanha

Ainda que a investigação no Paquistão esteja sob segredo de justiça, Salam adiantou que as autoridades suspeitam que tenha sido “o tio, o irmão do pai, quem arquitetou o plano” para assassinar as jovens.

Mãe e irmão mais novo de irmãs mortas no Paquistão regressam a Espanha
Notícias ao Minuto

23:59 - 27/05/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Espanha

A mãe e o irmão mais novo das duas irmãs paquistanesas assassinadas pela família no seu país natal regressarão a Espanha “dentro de dois ou três dias”, adiantou o cônsul do Paquistão em Barcelona, Mirza Salam.

O responsável terá recebido um pedido de ajuda por parte de Azra Bibi, mãe de Urooj Abbas, de 21 anos, e de Anisa Abbas, de 23 anos, as irmãs paquistanesas assassinadas pela família por se quererem divorciar dos maridos, também seus primos, com quem foram obrigadas a casar.

A mulher considerava que a sua vida “corria perigo”, uma vez que o filho mais novo, de nove anos, teria ficado “com o irmão do [seu] marido, que é sogro de uma das falecidas, e poderia ter algo a ver com os crimes”, cita o El País.

Além disso, a mãe das jovens terá presenciado, pelo menos, um dos homicídios. De acordo com o jornal Actualidade.es, Azra tentou impedir o ataque, mas foi trancada num quarto.

“Ela ouviu os tiros que acabaram com a vida das filhas. A mais nova [morreu] com um tiro na cabeça”, informou Salam, acrescentando que a irmã mais velha também foi morta com um tiro, mas as autoridades ainda desconhecem onde foi atingida.

“Em poucas horas [Azra] passou de ter cinco filhos, para estar prestes a regressar a Barcelona com apenas um”, detalhou o responsável, que disse que a mãe das jovens está “muito mal”, conta a agência EFE.

Neste momento, o cônsul assegurou que tanto Azra, como o filho mais novo, estão sob proteção de seis polícias, tendo dois passaportes consigo. Na Catalunha, terão acesso a alojamento e emprego, de modo a “seguirem as suas vidas”.

“Com a nossa intervenção, talvez tenhamos evitado uma segunda tragédia, já que a vida da mãe estava realmente em perigo”, complementou.

Os dois outros irmãos das vítimas e o seu tio foram detidos no Paquistão. Por sua vez, o pai de Urooj e de Anisa, assim como outros suspeitos, estão a ser interrogados em Espanha, de modo a apurar quem foi o autor da cilada que levou as duas irmãs a viajar até ao país natal.

Ainda que a investigação no Paquistão esteja sob segredo de justiça, Salam adiantou que as autoridades suspeitam que tenha sido “o tio, o irmão do pai, quem arquitetou o plano” para assassinar as jovens, naquilo que a polícia considera ser um “crime de honra”.

O responsável revelou também que as autoridades chegaram ao local em poucos minutos, após terem sido alertadas por vizinhos, que enfatizaram que as irmãs foram “mortas como animais”.

“Estava na rua e vi a Anisa sair de casa a gritar ‘Ajuda, ajuda!’”, explicou à agência EFE Rehman Sohail, de 25 anos. Esta testemunha terá visto ainda um dos irmãos da jovem a agarrar-lhe pelos cabelos, enquanto segurava numa arma.

“Afasta-te ou disparo contra ti. É um assunto de família”, recordou.

Urooj e Anisa pretendiam divorciar-se dos maridos – que também eram seus primos –, recusando regressar à Catalunha com os homens escolhidos pela sua família.

Ainda assim, a família convenceu as irmãs a viajar até Gujrat, cidade na província de Punjab, onde, ao renegarem os casamentos, foram estranguladas e mortas “com um tiro enquanto dormiam”, disse o porta-voz da polícia nacional, Nauman Hassan, citado pelo Catalunya Press.

No dia 22 de maio, seis pessoas foram detidas pelo assassinato, no qual participaram um dos irmãos das vítimas, uma tia, os dois maridos, um primo e os sogros. As autoridades continuam, contudo, à procura de mais suspeitos.

No ano passado, foram cometidos mais de 450 ‘crimes de honra’, cuja maioria das vítimas são mulheres, segundo a Comissão de Direitos Humanos (HRC) do Paquistão.

Leia Também: Paquistão. Irmãs assassinadas pela família em "crime de honra"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório