Meteorologia

  • 06 JULHO 2022
Tempo
29º
MIN 17º MÁX 31º

OMS teme surgimento de novas variantes em surto na Coreia do Norte

O país, que se isola do resto mundo há décadas, conseguiu escapar incólume à pandemia até ao final de abril.

OMS teme surgimento de novas variantes em surto na Coreia do Norte
Notícias ao Minuto

17:36 - 17/05/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Covid-19

A Organização Mundial de Saúde (OMS) avisou esta terça-feira que o crescimento de novos casos de Covid-19 na Coreia do Norte pode levar ao surgimento de novas variantes do vírus, já que o país ainda não vacinou a sua população contra a doença.

Na semana passada, a Coreia do Norte registou os primeiros casos de Covid-19 em toda a pandemia, uma situação considerada preocupante pelas autoridades norte-coreanas e internacionais, dadas as carências no sistema de saúde do país e no facto de nenhum norte-coreano ter sido vacinado contra a doença.

Numa conferência de imprensa, citado pela Reuters, o diretor de emergências da OMS, Mike Ryan, disse ser "preocupante quando os países não utilizam as ferramentas que estão agora disponíveis".

"A OMS disse repetidamente onde há transmissão sem medidas, há um maior risco de emergirem novas variantes", acrescentou.

O diretor-geral da organização, Tedros Adhanom Ghebreyesus, também comentou a situação na Coreia do Norte, mostrando-se "profundamente preocupado" com a disseminação da Covid-19 num país que recusou quaisquer vacinas, por se isolar completamente do mundo e não querer divulgar informações sobre a sua população e o seu sistema de saúde a entidades internacionais.

A OMS apontou ainda que o regime de Pyongyang não declarou o surto à organização, uma violação do protocolo acordado pelos países na ONU, mas ofereceu-se para ajudar o governo norte-coreano a lidar com o surto.

Depois de admitir casos de uma febre suspeita, cujos sintomas são concordantes com os da variante Ómicron, o Comité Central do Partido Comunista, o partido único que governa a Coreia do Norte, admitiu o registo de casos de Covid-19 e o primeiro surto a ser identificado dentro do seu território.

As autoridades internacionais suspeitam que haja cerca de 1,5 milhões de casos de Covid-19 no país. Segundo os dados oficiais das entidades de saúde norte-coreanas, morreram apenas 21 pessoas com Covid-19 e o regime já negociou com a China (o seu principal aliado) a entrega de medicamentos para combater a doença.

Leia Também: Pandemia pode ter impacto "devastador" nos direitos na Coreia do Norte

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório