Meteorologia

  • 20 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 15º

Edição

Trump testou positivo para a Covid-19 dias antes do debate com Biden

A Casa Branca não anunciou o teste positivo na altura e o presidente testou negativo depois. Trump prosseguiu com os seus comícios e participou no debate com Biden. Alguns dias depois revelou que tinha Covid-19.

Trump testou positivo para a Covid-19 dias antes do debate com Biden

Donald Trump testou positivo para a Covid-19 três dias antes do primeiro debate com Joe Biden tendo em vista as eleições presidenciais do ano passado, revela o seu antigo chefe de gabinete, Mark Meadows, num livro que vai ser publicado na próxima semana, e ao qual o The Guardian teve acesso.

O antigo presidente testou positivo no dia 26 de setembro do ano passado. A Casa Branca não anunciou o resultado positivo na altura.

No livro ‘The Chief’s Chief’, Meadows afirma que embora soubesse que os candidatos tinham de “testar negativo para o vírus 72 horas antes de começar o debate… Nada iria travar Trump de participar no debate”.

O último chefe de gabinete de Trump durante a sua presidência – foram quatro em quatro anos – acrescenta que Trump foi submetido a um novo teste antes do debate e testou negativo.

Convém lembrar que Donald Trump anunciou que tinha Covid-19 no dia 2 de outubro. A Casa Branca disse que o então presidente revelou o resultado positivo uma hora depois de o ter recebido. Nesse mesmo dia, Trump foi internado num hospital de Washington.

Face à proximidade do debate com Biden, no dia 29 de setembro, gerou-se especulação se Trump já teria contraído o vírus quando enfrentou o candidato democrata e sobre os perigos que isso teria representando, uma vez que ambos fazem parte de uma faixa etária de risco – na altura, Trump tinha 74 anos e Biden 77.

Segundo Mark Meadows, sabe-se agora que Trump terá tido um teste positivo dias antes desse debate.

Num breve comunicado divulgado depois de terem começado a circular as notícias com esta revelação do seu antigo chefe de gabinete, Donald Trump descreveu a afirmação de Meadows como “fake news”.

Questionado ontem sobre a informação relativa ao teste positivo de Trump antes do primeiro debate para as presidenciais, Biden foi sucinto. “Não penso no antigo presidente”, respondeu, adianta a CNN. 

Também Anthony Fauci, que faz parte da equipa de resposta à pandemia do governo dos Estados Unidos (já fazia durante a administração Trump), comentou a revelação de Meadows, sublinhado que “não sabia do teste positivo ou negativo” de Trump antes do debate.

Mark Meadows parece ser agora um alvo de Trump. Não só o antigo chefe de gabinete fez esta revelação, como na terça-feira referiu que iria cooperar com a comissão da Câmara dos Representantes que está a investigar o ataque ao Capitólio de 6 de janeiro.

Leia Também: Trump quis adiar certificação de Biden horas antes do ataque ao Capitólio

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório