Meteorologia

  • 28 OUTUBRO 2021
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

AO MINUTO: EUA aprova reforço vacinal a idosos; Mu já no Rio de Janeiro

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no resto do mundo.

AO MINUTO: EUA aprova reforço vacinal a idosos; Mu já no Rio de Janeiro

Peritos e políticos reuniram-se na quinta-feira na sede do Infarmed, em Lisboa, onde discutiram a situação epidemiológica atual no país. As notícias são animadoras, com o chefe da Divisão de Epidemiologia e Estatística da Direção Geral da Saúde (DGS), Pedro Pinto Leite, a afirmar que nos encontramos no "fim de uma fase epidémica".

Já o coordenador da Task Force para a vacinação avançou que 81,5% da população está totalmente vacinada e que 86% têm pelo menos uma dose. Antecipando que o país vai chegar aos 85% de pessoas com a vacinação completa no final do mês de setembro, "quanto muito no início de outubro", Gouveia e Melo afirmou: "Da minha perceção, a primeira batalha está ganha. Com toda a inteligência, temos de continuar, porque a guerra não acabou, mas, pelo menos a primeira batalha está ganha", reforçou. No Continente, já foram administradas 15 milhões de vacinas, um processo que "tem corrido bem".

Apesar de todas estas (boas) notícias, o Governo adiou para a próxima semana o anúncio de possíveis novas medidas de alívio.

Segundo os dados mais recentes, Portugal registou mais mais sete mortes e 1.023 novos casos. No total, desde o início da pandemia, o nosso país contabilizou 17.895 óbitos e 1.060.432 infeções confirmadas. A incidência e o Rt (voltaram) a descer. 

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

00h00 - Chegou ao fim este registo, mas o acompanhamento será retomado na manhã de sábado. Já sabe, acompanhe as comunicações das autoridades competentes e, caso tenha sintomas, contacte:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

23h39 - Atualização no Brasil 

Brasil registou, nesta sexta-feira, mais 333 mortes e 11.202 novos casos de Covid-19, segundo dados oficiais revelados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

22h24 - Comissão nos EUA desaconselha 3.ª vacina da Pfizer a maiores de 16 anos

Uma comissão consultiva da agência reguladora dos EUA para os medicamentos e a alimentação (FDA, na sigla em Inglês) pronunciou-se hoje contra a aplicação de uma terceira dose da vacina Pfizer para pessoas com 16 anos ou mais.

Os técnicos daquela comissão estimaram que uma terceira dose poderia justificar-se para uma faixa etária mais restrita, a das pessoas idosas.

Numa votação posterior, a comissão pronunciou-se a favor de uma terceira dose da vacina Pfizer contra a covid-19 para pessoas com 65 anos ou mais, bem como para pessoas com alto risco de desenvolver uma forma grave da doença.

Esta dose de reforço é recomendada pelos especialistas norte-americanos a partir de seis meses após a segunda dose.

21h17 - Atualização na Madeira

As autoridade de saúde da Madeira identificaram 13 novos casos de Covid-19 e mais 24 recuperados nas últimas 24 horas, num dia em que estão sinalizadas 131 situações ativas e cinco pessoas estão hospitalizadas devido à doença.

21h16 - Atualização em Cabo Verde

Cabo Verde registou mais 79 casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas e 85 pessoas foram dadas como recuperadas da doença, informou hoje o Ministério da Saúde.

21h13 - Madeira promove "fim de semana especial de vacinação"

A Madeira promove, este fim de semana, uma espécie de 'Casa Aberta' para quem ainda não foi vacinado contra a Covid-19 na região.

O "fim de semana especial de vacinação" destina-se a todos os utentes "com idade igual ou superior aos 12 anos que por qualquer motivo ainda não fizeram a sua vacinação".

20h03 - "Não tenha medo de se vacinar", destacam as autoridades de saúde brasileiras no Twitter. 

20h02 - Atualização em França

Dados divulgados, esta sexta-feira, pelo Ministério da Saúde francês mostram que o país contabilizou, nas últimas 24 horas, mais 7.373 casos do coronavírus e 66 mortes. 

Estes números são divulgados no dia em que Emmanuel Macron anunciou, nas redes sociais, que França alcançou a marca dos 50 milhões de vacinas Covid-19 administradas. 

19h28 - Atualização em Itália

As autoridades de saúde italianas registaram, esta sexta-feira, mais 4.552 casos de Covid-19. Com esta atualização, aquele país passa a somar 4.627.699 contágios desde o início da pandemia. 

Nas últimas 24 horas, há ainda a registar mais 66 mortos, num total acumulado de 130.233 vítimas mortais.

18h55 - Variante Mu detetada no Rio de Janeiro

Segundo o jornal Globo, a variante Mu da Covid-19 foi detetada no Rio de Janeiro, mas as autoridades negam para já que haja transmissão comunitária. 

18h54 - Cuba volta a ultrapassar os 8.000 casos diários

Cuba voltou a ultrapassar os 8.000 casos diários de covid-19, após vários dias de uma ligeira queda nos contágios, e registou 75 mortes nas últimas 24 horas, segundo dados do Ministério da Saúde Pública.

Com os 8.291 novos casos detetados, o país das Caraíbas soma um total de 784.416 infeções desde o início da pandemia, e 6.676 óbitos.

Mais de 39.000 pessoas estão infetadas no país, das quais 145 estão em estado crítica e 319 em estado grave.

Cuba, com uma população de 11,2 milhões de pessoas -- mantém uma das taxas de incidência mais altas do mundo com 1.059 casos por cada 100.000 habitantes nos últimos 15 dias.

Mais de 4,4 milhões de habitantes (39% da população) já completaram o esquema de três doses das vacinas cubanas Abdala, Soberana 02 e Soberana Plus. O país das Caraíbas não faz parte do mecanismo Covax da Organização Mundial da Saúde.

18h53 - Vacinação obrigatória para funcionários públicos na Eslovénia

A Eslovénia decretou hoje a vacinação contra a covid-19 obrigatória para os funcionários públicos, uma medida que entra em vigor no início de outubro, destinada a aumentar a taxa de imunização e a prevenir uma nova vaga de infeções.

Os funcionários públicos, agentes da polícia e soldados correm o risco de perder o emprego se se recusarem a ser vacinados, a menos que já tenham contraído o vírus e possam fornecer um certificado de anticorpos.

"Conto com o bom senso dos funcionários e espero que não tenhamos de fazer quaisquer despedimentos", afirmou o ministro da Função Pública, Bostjan Koritnik, em conferência de imprensa na capital eslovena.

Até à data, apenas 45% da população foi vacinada e, face a esta situação, o governo conservador do primeiro-ministro, Janez Jansam decidiu também reforçar as restrições sanitárias, e desde quarta-feira é necessário um passe sanitário no local de trabalho, tanto no setor público como no privado e nas lojas.

18h51 - Medidas sanitárias mais rígidas na fronteira com a Suíça

A Suíça anunciou hoje um endurecimento das condições de entrada no território, obrigando todas as pessoas não vacinadas a apresentarem um teste negativo para a covid-19, medida que entra em vigor na segunda-feira para evitar aumento de infeções.

"Todas as pessoas não vacinadas ou não recuperadas devem apresentar um teste negativo (antígeno ou PCR) quando entram na Suíça, independentemente da sua origem e do meio de transporte utilizado", explicou o Gabinete Federal de Saúde, em declaração.

Após quatro a sete dias no país, os visitantes terão de se submeter a um segundo teste às suas próprias custas, cujo resultado terá de ser transmitido às autoridades.

As pessoas vacinadas ou curadas com certificado ou outra prova válida de vacinação ou cura não serão obrigadas a fazer teste. Todas as pessoas que entrarem no país -- vacinadas, curadas ou com teste negativo -- terão de preencher um formulário de entrada, que será posteriormente utilizado pelas autoridades para controlos aleatórios.

18h49 - Doentes de risco recebem terceira dose da vacina na Finlândia

A Finlândia começou hoje a administrar a terceira dose da vacina contra a covid-19 a pessoas com imunodeficiência e outros grupos de risco, seguindo a recomendação do Instituto Nacional de Saúde e Bem-Estar (THL) do país nórdico.

Os primeiros a receber a terceira dose são doentes em diálise, doentes com cancro e pessoas submetidas a transplantes de órgãos.

"De acordo com a investigação, duas doses da vacina não são suficientes para proteger as pessoas severamente imunodeprimidas contra a covid-19, mas é recomendada uma série de três doses. A terceira dose oferece à maioria delas um nível de proteção adequado", afirmou Hanna Nohynek, médica chefe da THL, numa declaração.

O THL quer alargar a campanha de vacinação da terceira dose a outros grupos de risco o mais rapidamente possível, incluindo os profissionais de saúde que cuidam de pessoas gravemente doentes com covid-19, pessoas idosas que vivem em lares e os profissionais que cuidam delas.

18h27 - Governo britânico simplifica restrições a viagens internacionais

O Governo britânico vai simplificar as restrições às viagens internacionais e deixará de exigir um teste à covid-19 antes da chegada a Inglaterra para pessoas vacinadas que viajem de países de baixo risco, anunciou hoje o ministro dos Transportes britânico.

17h36 - Portugal sem concelhos em risco extremo pela primeira vez em dois meses

Portugal deixou hoje de ter concelhos em risco extremo de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, o que não ocorria desde o início de julho, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) hoje divulgado.

17h31 - Relatório das Linhas Vermelhas

Mortalidade, número de novos casos, internados em Unidades de Cuidados Intensivos e Rt têm vindo a descer, de acordo com o mais recente relatório de monitorização das Linhas Vermelhas para a Covid-19.

A mortalidade por Covid-19 apresenta apresenta "uma tendência estável decrescente", de acordo com o relatório de monitorização das Linhas Vermelhas para a Covid-19 divulgado esta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

17h26 - Atualização em Espanha

A Espanha registou 3.222 novos casos de infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, tendo o Ministério da Saúde deste país também notificado mais 44 mortes atribuídas à doença durante esse período.

17h24 - Atualização no Reino Unido

Reino Unido contabilizou, nas últimas 24 horas, 32.651 novos casos de Covid-19 e mais 178 mortos, segundo dados oficiais revelados esta sexta-feira. 

Os dados da vacinação mostram que 48.528.901 pessoas residentes no Reino Unido já receberam uma dose da vacina e que 44.298.076 estão completamente imunizadas. 

16h30 - Atualização na Rússia

A Rússia registou 19.905 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, o maior número diário em quase quatro semanas, divulgaram hoje as autoridades sanitárias do país, onde decorrem até domingo eleições para o Parlamento.

15h51 - PSP diz que está atenta a ameaças de grupos negacionistas e antivacinas
 
A PSP está atenta à escalada de tensão por grupos negacionistas e anti-vacinas covid-19, adiantou hoje o porta-voz do Comando Nacional da Polícia, que vincou que a situação está a ser integrada na avaliação de risco. "É público que a postura deste grupo de cidadãos que se afirmam como negacionistas tem vindo a ser alterada e é algo que nós integramos na avaliação das medidas de segurança. Consoante a evolução da situação, estamos permanentemente a monitorizar a eficácia das medidas que estão implementadas no sentido de garantir que são as necessárias ou se se justificam outras ou até mais medidas", disse à Lusa o intendente Nuno Carocha.

15h33 - Reino Unido entrega 188.160 doses de vacina a Moçambique
 
Um lote de 188.160 doses de vacina da AstraZeneca contra a covid-19, doado pelo Reino Unidos, chegou hoje a Moçambique, anunciou o mecanismo internacional Covax de apoio à vacinação, de que o país é beneficiário. Com esta quantidade, Moçambique já recebeu 1.032.160 doses através da iniciativa Covax, cerca de metade das que estão alocadas para o país (um total previsto de 2.332.569).

15h24 - Ministra da Saúde alerta que a máscara não é para deitar fora
 
A ministra da Saúde, Marta Temido, alertou hoje que a máscara deve ser mantida em espaços fechados ou onde não seja possível manter o distanciamento aconselhável, seguindo a recomendação dos próprios peritos. "A recomendação que nos deixaram [na reunião do Infarmed de quinta-feira] foi a avaliação do risco pessoal e organizacional, mas no sentido de utilização de máscara em recinto fechado e em contexto onde não é possível manter outras medidas de distanciamento, embora se possa recorrer em espaços fechados a acrílicos ou outros dispositivos de barreira", afirmou a ministra, quando questionada pelos jornalistas no Porto.  

15h19 - Mais sete mortes e 1.023 novos casos. Incidência e Rt (voltam) a descer

Portugal registou, nas últimas horas, mais sete mortes e 1.023 novos casos relacionados com a Covid-19. Os dados constam no mais recente boletim epidemiológico, revelado esta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). No total, desde o início da pandemia, o nosso país contabilizou 17.895 óbitos e 1.060.432 infeções confirmadas. A incidência e o Rt (voltaram) a descer. A incidência nacional, que estava nos 191,1 casos de infeção por 100 mil habitantes, desceu para 173,1. Já o R(t), há dois dias nos 0,84, passou para 0,83.

14h17 - "Há quantidades para, se for necessário, revacinar toda a população"
 
A garantia foi dada pela ministra da Saúde, Marta Temido. "Se for necessário", Portugal pode recorrer a uma nova dose da vacina contra a Covid-19 "para populações com uma especial fragilidade", disse, sublinhando porém que "ainda não há orientações nesse sentido" da Agência Europeia do Medicamento (EMA). Na reunião do Infarmed percebeu-se "o momento em que estamos e o momento mais a médio prazo" no que à pandemia da Covid-19 diz respeito, tendo ficado "absolutamente claro para todos" que agora "temos uma taxa de população vacinada que nos traz um elemento altamente protetor, apesar de estarmos com um número de casos diários que ainda é elevado", acrescentou ainda na tarde desta sexta-feira, no Porto,

14h11 - "É natural flexibilização das medidas no próximo Conselho de Ministros"

"Tal como os navegadores portugueses não sabiam o que ia acontecer para a frente, nós também não sabemos, mas de facto temos muita esperança neste futuro próximo", começou por dizer aos jornalistas o secretário de Estado Adjunto e da Saúde  à saída do no Auditório da Faculdade de Medicina Dentária de Lisboa. Recordando a reunião de ontem do Infarmed, Lacerda Sales referiu que "há de facto uma tendência para a flexibilização das medidas, mas sempre numa fase de transição, apelando àquilo que é uma responsabilidade individual e coletiva em muitos dos aspetos considerados".

13h39 - Áustria. Começaram audições em processos por surto em estância de ski

Começou esta sexta-feira no tribunal de Viena a audição do primeiro processo civil devido a um surto de Covid-19 numa popular estação de ski no ano passado, onde milhares de pessoas de 45 países afirmam ter sido infetadas. Este caso é o primeiro de 15 processos movidos por habitantes da Áustria e da Alemanha, que acusam as autoridades de não terem respondido com rapidez suficiente aos surtos de novo coronavírus em Ischgl e outros resorts na província de Tirol.

12h50 - 117 milhões de alunos continuam sem aulas devido à pandemia

Cerca de 117 milhões de alunos, ou seja, 7,5% da população escolar mundial, permanecem sem aulas devido à pandemia de Covid-19, alertou hoje a Unesco, exortando os países a reabrirem as escolas em condições seguras. "Sabemos que quanto mais tempo permanecerem encerradas as escolas, mais graves e irreversíveis são as consequências para o bem-estar e a aprendizagem das crianças, em particular os mais vulneráveis e marginalizados", declarou, em comunicado, a subdiretora de Educação da Unesco, Stefania Giannini.

11h42 -   Mortalidade aumentou em agosto e óbitos por Covid-19 também

A mortalidade em Portugal aumentou no mês de agosto de 2021, quando comparada com o mesmo mês de 2020, revelam, esta sexta-feira, dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). No mês passado houve 9.157 vítimas mortais, mais 194 óbitos (2,2%) do que em agosto de 2020. Já o número de óbitos por Covid-19 subiu para 388 - mais 120 relativamente a julho de 2021 -, "representando 4,2% do total" das mortes. Numa comparação com agosto de 2020, o mês passado contou com "um aumento de 301 óbitos" pelo novo coronavírus. 

11h12 - Centro Hospitalar do Médio Tejo retoma visitas diárias a internados

"Na continuidade das medidas do regresso à 'normalidade' possível", o Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) revelou, esta sexta-feira que "retoma a autorização de visitas diárias a doentes internados". Estas terão lugar no "horário das 14h00 às 18h00" e estarão sujeitas ao cumprimento das regras definidas pela Direção-Geral da Saúde. 

10h54 - África com mais 992 mortes e 23.215 infetados nas últimas 24 horas
 
África registou 992 mortes associadas à covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 205.813 o total de óbitos desde o início da pandemia, e 23.215 novos infetados, de acordo com os dados oficiais mais recentes. Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o total acumulado de casos no continente desde o início da pandemia é agora de 8.119.719 e o de recuperados é de 7.409.626, mais 23.451 nas últimas 24 horas.

10h48 - Áustria enfrenta ações judiciais por surto de Covid-19 em estância de ski

Várias pessoas de 45 países diferentes alegam ter sido infetadas na estância de ski na vila de Ischgl, Áustria, em 2020. O governo austríaco enfrenta agora 15 ações judiciais por fazer "muito pouco, muito tarde". O caso é o primeiro de 15 ações judiciais apresentadas por cidadãos da Áustria e da Alemanha, que acusam as autoridades de não responderem com a rapidez suficiente aos surtos de Covid-19 em Ischgl e outras estâncias na província de Tirol.

10h29 - Deputado de Macau quer testes para vacinados há mais de oito meses
 
O deputado de Macau José Pereira Coutinho defendeu hoje testes obrigatórios à covid-19 de pessoas vacinadas há mais de oito meses e que as autoridades devem equacionar a administração de uma terceira dose da vacina. "O sistema imunológico vai diminuindo à medida que o tempo avança. É preciso dar orientações às autoridades sanitárias e perceber se inclusive será necessário avançar para uma terceira dose", afirmou à agência Lusa.

09h07 - Site (em português) emite falsos certificados e testes à Covid-19
 
Há um site, totalmente em português, que está a vender certificados e testes à Covid-19 falsificados: trata-se do Laboratório Santa Liberdade. Os documentos, adianta a SIC Notícias, são assinados por João Manuel Braz Gonçalves, professor da Universidade de Lisboa, que diz não estar ligado a este esquema: "Fiquei muito surpreendido e bastante triste ao mesmo tempo. Têm os meus dados todos de currículo e é a minha [assinatura], sim", vinca ao canal. 

07h58 - "Responsabilidade". O que disseram os partidos após a reunião no Infarmed?
 
Peritos e políticos reuniram-se esta quinta-feira na sede do Infarmed, em Lisboa, onde discutiram a atual situação epidemiológica no país. As notícias são animadoras e Pedro Pinto Leite, chefe da Divisão de Epidemiologia e Estatística da Direção Geral da Saúde (DGS), afirmou que nos encontramos no "fim de uma fase epidémica". 

07h50 - Bolsonaro garante que irá à AG da ONU mesmo sem estar vacinado
 
O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, que recusa vacinar-se contra a Covid-19, afirmou que participará ainda assim na Assembleia Geral da ONU, na próxima semana, em Nova Iorque, onde deverá ser exigido um certificado de vacinação. "Estarei na Assembleia Geral da ONU na próxima semana. Darei o discurso de abertura [na terça-feira]. Um discurso sereno, bastante objetivo, focado nos pontos de interesse para nós", disse Bolsonaro na quinta-feira (madrugada de sexta-feira em Lisboa), no seu tradicional discurso semanal nas redes sociais, apontando como exemplos a gestão da pandemia no Brasil, os agronegócios e a energia.  

07h43 - China deteta 62 novos casos locais, quase todos na província de Fujian
 
A China anunciou hoje ter identificado 84 novos casos de covid-19, dos quais 62 por contágio local, quase todos diagnosticados na província de Fujian, no sudeste do país. Entre os casos locais, apenas um foi contabilizado fora de Fujian, na província de Yunnan, no sudoeste da China. Os restantes 22 casos positivos foram diagnosticados em viajantes oriundos do exterior no município de Xangai (leste) e nas províncias de Yunnan (sul), Guangdong (sudeste), Henan (centro) e Zhejiang (leste).  

07h26 - Escritor Mario Roberto Morales morre após agravamento da doença Covid-19
 
O escritor Mario Roberto Morales, distinguido com o Prémio Nacional de Literatura da Guatemala em 2007, morreu hoje aos 74 anos, por complicações relacionadas com a covid-19, informou a família. De acordo com a agência de notícias Efe, o escritor tinha sido internado num hospital privado na semana passada, mas após o agravamento do estado de saúde foi transferido para o Hospital Nacional de Especialidades de Villa Nueva, um município a sul da capital da Guatemala, onde acabaria por morrer.

07h14 - Alemanha reportou mais de 11 mil casos e a incidência caiu para 74,7

A Alemanha notificou, esta sexta-feira, mais 11.022 novos casos e 20 óbitos, elevando o número total acumulado para 4.125.878 infetados e 92.857 mortes. A incidência semanal segue a descer pelo quarto dia consecutivo sendo agora de 74,7 contágios por 100 mil habitantes, segundo o RKI. Sublinhe-se que a incidência semanal máxima registou-se a 22 de dezembro, com 197,6 contágios por cem mil habitantes.

07h00 - Bom dia, iniciamos aqui um novo registo, mas pode recordar o anterior através deste link.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório