Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2021
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

AO MINUTO: Portugal com menor n.º de internados em mais de dois meses

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no resto do mundo.

AO MINUTO: Portugal com menor n.º de internados em mais de dois meses

Portugal segue na linha da frente no que diz respeito à imunização da população a nível mundial. Esta terça-feira, o país alcançou 80% da população totalmente vacinada, sendo que segundo a task force, a população idosa já está toda imunizada.

Com estes avanços, e com o número de novas infeções a estabilizar, poderão surgir novas regras na sequência da reunião desta quinta-feira com o Infarmed. O presidente Marcelo Rebelo de Sousa disse já esperar esclarecimentos "sem drama e com serenidade" aos portugueses sobre a covid-19, nomeadamente no arranque do ano letivo.

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

15h40 - Este registo termina aqui. Pode continuar a acompanhar-nos nesta nova ligação.

15h30 - José Manuel Bolieiro considera que a "normalidade do ano letivo e do seu arranque é muito positiva" nos Açores. "A grande aposta e expectativa é que a retoma do ensino presencial [após dois anos letivos de ensino à distância devido à pandemia de covid-19] possa ser garantia de sucesso", observou, agradecendo a "toda a comunidade educativa o esforço e sacrifício ao longo destes tempos difíceis".

15h10 - As vendas líquidas do grupo espanhol DIA em Portugal, no primeiro semestre deste ano, sofreram uma redução de 4,2% em relação ao período homólogo. Em comunicado, o grupo justificou que "as vendas líquidas foram afetadas por restrições nos horários de abertura de lojas e uma base de lojas 12,1% menor relativamente ao mesmo período de 2020". 

14h37 - O responsável pela 'task-force' que coordena o programa de vacinas contra a covid-19 assumiu hoje que Portugal "já ganhou a este vírus".

"Nós já ganhámos a este vírus, pelo menos, a primeira batalha está ganha e isso é um grande alívio para todos nós", assumiu hoje o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo em Viseu.

14h32 - Infarmed regista 41 casos suspeitos de "falência" da vacina da Janssen. O sistema nacional de farmacovigilância detetou 41 casos de "suspeita de falência vacinal" em pessoas que receberam a vacina da Janssen, 36 dos quais foram considerados graves, adiantou hoje a Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed).

14h19 - Portugal com mais dez mortes e 1.247 casos. Portugal registou, nas últimas horas, mais dez mortes e  1.247 novos casos relacionados com a Covid-19. Os dados constam no mais recente boletim epidemiológico, revelado esta quarta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). No total, desde o início da pandemia, o nosso país somou 17.882 óbitos e 1.058.347 contágios confirmados. A incidência e o Rt seguem a descer. 

Já no que aos internamentos diz respeito, há hoje 527 pessoas em hospitais devido à Covid-19 (menos 24), sendo que, destes, 119 (mais três) se encontram em Unidades de Cuidados Intensivos. O número de internados é o mais baixo desde 1 de julho (509), há dois meses e meio.

13h10 - "Hoje estamos a atingir os 86% de pessoas vacinadas com a primeira dose". Gouveia e Melo, em declarações proferidas na manhã desta quarta-feira, considerou que "só chegámos aos 85% de vacinação porque temos uma população muito adulta, que sentiu o vírus como um ataque à nossa comunidade e reagiu em comunidade".

13h08 - Audição sobre festejos é "verdadeiramente da época passada", diz ministro. O ministro da Administração Interna afirmou hoje que a audição no parlamento sobre os festejos do Sporting é "verdadeiramente da época passada", reafirmando que "não cabe" à PSP nem ao Ministério definir modelos de celebração. "É uma audição 'sui generis', que prova o desespero do PSD e a ausência de justificação para esta audição verdadeiramente da época passada", disse Eduardo Cabrita, na comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, onde foi ouvido a pedido do PSD sobre o inquérito da Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) aos festejos do Sporting como campeão nacional de futebol.

12h53 - Mais de 84% dos jovens entre os 12 aos 17 anos já receberam pelo menos uma dose da vacina contra a Covid-19.

12h13 - Pandemia já matou quase 4,65 milhões de pessoas no mundo. A pandemia de Covid-19 matou, até hoje, pelo menos 4.646.416 pessoas no mundo desde o final de dezembro de 2019, segundo um levantamento realizado pela agência de notícias francesa AFP com base em fontes oficiais.

Os países que registaram o maior número de mortes nos seus relatórios mais recentes são os Estados Unidos com 2.392 novas mortes, México (1.047) e Rússia (792).

11h45 - "As nossas vidas vão ter de continuar a ser diferentes". "As nossas vidas vão ter de continuar a ser diferentes", assumiu António Costa numa intervenção após uma visita ao Agrupamento de Escolas Dona Filipa de Lencastre. Acompanhado pelo ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, o primeiro-ministro quis começar por dar "uma palavra de agradecimento, agora que estamos a chegar à fase em que, graças à vacinação, podemos começar a encarar a pandemia como estando controlada". 

11h44 - Portugal é o líder mundial na taxa de população com vacinação completa. Portugal é hoje o país do mundo com maior taxa de cobertura da população com a vacinação completa contra a Covid-19, de acordo com o site de estatísticas Our World in Data. O país superou nos últimos dias Malta e regista 81,54% de população com a vacinação completa contra a infeção provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, enquanto Malta tem 80,95% da população totalmente imunizada face à covid-19. Em terceiro lugar no 'ranking' mundial surgem os Emirados Árabes Unidos, com 78,80%.

11h43 - Hungria prorroga estado de emergência até 1 de janeiro. A Hungria anunciou o prolongamento do estado de emergência devido à pandemia do coronavírus até 1 de janeiro, justificando que os dados indicam um aumento dos contágios, com mais de 370 infeções registadas hoje no país.

11h31 - Peritos irão propor a “libertação total” na reunião do Infarmed, avança Expresso. O semanário reporta, esta quarta-feira, que "a equipa responsável pelo plano de desconfinamento quer acabar com todas as medidas obrigatórias contra a pandemia". Sublinhe-se que a reunião sobre a evolução da situação epidemiológica da Covid-19 em Portugal, juntando políticos e especialistas, vai realizar-se esta quinta-feira no Infarmed, às 15h.

10h55 - Menos de 2% das vacinas globais enviadas para África. O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) voltou esta quarta-feira a criticar a falta de vacinas em países de África, no debate Invest Africa. "A distribuição de vacinas tem sido terrivelmente injusta", repetiu Tedros Adhanom Ghebreyesus, sublinhando que menos de 2% das vacinas fabricadas em todo o mundo foram enviadas para o continente. O epidemiologista indicou que a OMS pretende apoiar os países africanos, tentando chegar aos 40% de vacinação até ao final do ano.

10h29 - SNS assinala aniversário, esta quarta-feira, dia 15 de setembro.

10h22 - Um em cada 500 residentes nos EUA morreu com Covid-19. Nos Estados Unidos, um em cada meia centena de residentes morreram com Covid-19 desde que foi reportada a primeira infeção no país, reporta esta quarta-feira a CNN, com base em dados fornecidos pela Universidade Johns Hopkins. A publicação explica que, até terça-feira à noite, 663.913 americanos morreram com Covid-19 e, de acordo com os últimos censos norte-americanos, a população residente no país até abril de 2020 era de 331.4 milhões.

9h32 - Alemanha reporta 83 óbitos e um novo aumento no n.º de casos diários. As autoridades de Saúde alemãs reportam, esta quarta-feira, mais 12.455 novos casos de infeção, elevando o número total para 4.101.931. Ainda de acordo com o Instituto Robert Koch (RKI), foram reportados mais 83 óbitos associados à doença causada pelo vírus SARS-CoV-2.

8h20 - UE vai doar mais 200 milhões de vacinas a países de baixo rendimento. O anúncio acaba de ser feito por Ursula Von der Leyen, e faz parte da estratégia da UE de ajudar estes países a "acelerar a vacinação" da Covid-19

"A minha primeira prioridade é acelerar a vacinação nos países de baixo rendimento. Posso anunciar hoje que a Comissão vai acrescentar uma nova doação de mais 200 milhões de doses até meados do próximo ano", disse, no discurso sobre o Estado da União (SOTEU, na sigla inglesa).

Estes 200 milhões de doses acrescem a 700 milhões que a UE já entregou a mais de 130 países, salientou ainda.

08h00 - Acompanhe aqui o discurso da presidente da Comissão Europeia sobre o Estado da União:

07h55 - A estação televisiva ESPN adianta, esta quarta-feira, que a NBA não irá obrigar os jogadores a receber a vacina contra a Covid-19, ao contrário do que tem vindo a suceder, não só com os árbitros, como também com a larga maioria dos funcionários.

07h50 - A Broadway, em Nova Iorque, assinalou esta terça-feira a reabertura dos seus espaços de espetáculos após cerca de 18 meses de portas fechadas. As ruas encheram-se para voltar a ver os palcos mais famosos do mundo.

Notícias ao Minuto Broadway voltou a encher-se esta terça-feira à noite© getty  

07h40 - A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, profere, no Parlamento Europeu (PE), o discurso do Estado da União Europeia (UE) e as prioridades para 2022, onde os temas dos refugiados e da pandemia não faltarão. Com a pandemia da covid-19 a dominar ainda a agenda, o segundo discurso anual sobre o Estado da UE de Von der Leyen deverá abordar a recuperação económica da UE, apoiada nas transferências de fundos de recuperação para os Estados-membros, no âmbito do instrumento temporário 'NextGenerationEU' para combater as consequências económicas da pandemia da covid-19.

07h30 - Peso das doenças mentais é de 22,5% no total das patologias. A OPP adverte que, à semelhança do que aconteceu em crises socioeconómicas anteriores, espera-se que a crise atual tenha também como consequência um aumento das dificuldades e problemas de saúde psicológica e uma diminuição do bem-estar. "Na realidade, vários estudos reportam um aumento dos problemas de saúde psicológica (nomeadamente de ansiedade e depressão) entre os jovens e os adultos (sobretudo aqueles que ficaram desempregados, os pais e mães que tiveram de conciliar o cuidado de menores com a vida profissional, os profissionais de saúde, e pessoas com vulnerabilidades psicológicas prévias)", sublinha o documento.

07h13 - A região de Seul, capital da Coreia do Sul, registou hoje o maior número de casos de covid-19 de sempre, a poucos dias do início de um dos mais importantes período de festividades no país.

07h10 - A China anunciou hoje ter identificado 73 novos casos de covid-19, dos quais 50 por contágio local, diagnosticados na província de Fujian, no sudeste do país.

07h05 - Bom dia, damos agora início ao acompanhamento da situação da Covid-19. Recorde os acontecimentos anteriores aqui.

Leia Também: AO MINUTO: Mais de metade dos jovens e idosos com vacinação completa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório