Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2021
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

Chef's Batali e Bastianich pagam 600 mil dólares por assédio sexual

Os 'chef' norte-americanos Mario Batali e Joseph Bastianich vão pagar 600.000 dólares a cerca de vinte antigos trabalhadores de três restaurantes, no âmbito de um acordo judicial sobre acusações de assédio sexual.

Chef's Batali e Bastianich pagam 600 mil dólares por assédio sexual
Notícias ao Minuto

06:28 - 24/07/21 por Lusa

Mundo EUA

A decisão, anunciada na sexta-feira pela procuradora do estado de Nova Iorque, Letitia James, prevê que os dois empresários paguem uma compensação de 600.000 dólares (cerca de 510.000 euros), pondo fim a quatro anos de investigação sobre acusações de assédio sexual de Batali e dos gerentes dos restaurantes, em Nova Iorque, contra vários empregados.

De acordo com a sentença, a empresa de Batali terá ainda de apresentar à justiça relatórios regulares, nos próximos três anos, com medidas de combate à discriminação e ao assédio.

"A fama não inibe ninguém de cumprir a lei. O assédio sexual é inaceitável para qualquer pessoa em qualquer lugar, por mais poderoso que seja o responsável", afirmou a procuradora quando anunciou a decisão.

Mario Batali demitiu-se em 2017 do seu império da restauração e do espetáculo televisivo 'The Chew', transmitido pela ABC, depois de uma denúncia de quatro mulheres, que o acusaram de as ter tocado de forma imprópria.

Também os gerentes dos restaurantes de Batali e Bastianich foram acusados de comentários misóginos contra as mulheres e de favorecerem os empregados do sexo masculino.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório