Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2021
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 26º

Edição

AO MINUTO: Itália? Máscara na rua 'cai' na 2f; EUA doam vacinas ao Brasil

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no mundo.

AO MINUTO: Itália? Máscara na rua 'cai' na 2f; EUA doam vacinas ao Brasil

Portugal contabilizou, nas últimas 24 horas, mais 756 novos casos e três mortes relacionados com a Covid-19, informou esta segunda-feira a Direção-Geral da Saúde (DGS). 

De acordo com o boletim divulgado pela autoridade, a situação epidemiológica no país continua a agravar-se com o índice de transmissão (Rt) e a incidência a aumentarem significativamente

O número de internados também continua a subir, havendo, neste momento, 443 doentes hospitalizados, mais 38 em relação à véspera.

Portugal encontra-se assim em contraciclo com a maioria dos países na União Europeia, no que diz respeito à evolução da pandemia, num momento em que a variante Delta já representa 60% dos casos só em  Lisboa e Vale do Tejo. Para contrariar a situação, o ritmo de vacinação no país está a ser acelerado. Contudo, ao contrário do que estava previsto, o autoagendamento da vacinação contra a Covid-19 arranca esta segunda-feira apenas para os maiores de 37 anos, e não para os maiores de 35. 

Consulte estes mapas interativos que mostram os dados epidemiológicos em Portugal e no mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no mundo: 

00h00 - Termina aqui o registo desta segunda-feira. De manhã publicaremos um novo artigo no qual vai poder continuar a acompanhar os principais
desenvolvimentos da pandemia em Portugal eno mundo. E, não se esqueça: se sentir sintomas relacionados com o coronavírus ligue para a Linha SNS24 - 808 24 24 24.

23h57 - Gaia negou pedidos para festejos de São João e faz apelo à contenção. A Câmara de Vila Nova de Gaia negou os pedidos para a realização de festas de São João porque "com esta cadência" o concelho "corre o risco de voltar atrás no confinamento", disse hoje o presidente.

"O município deu indeferimento a todos os pedidos de festas no São João no espaço público. Apelo às famílias e coletividades que se estão a organizar festas para que cumpram as regras. Voltem para casa cedo e façam as coisas o mais reservadas possível. O processo de vacinação está a correr extraordinariamente bem, mas já estamos a chegar aos 80 casos por 100 mil habitantes, quando tínhamos há uma semana e meia 48", disse Eduardo Vítor Rodrigues no final da reunião camarária que decorreu esta tarde.

23h48 - Testagem em contexto laboral de maior risco deve ser realizada de 14 em 14 dias. A DGS recordou, esta noite, que recomenda "a testagem, de 14 em 14 dias, nos locais de maior risco de transmissão em contexto laboral, como explorações agrícolas ou o setor da construção".

"Em instalações com 150 ou mais trabalhadores recomenda-se vivamente a realização de testes com a mesma frequência", acrescenta a autoridade numa nota partilhada nas redes sociais. 

23h30 - Presidente das Filipinas ameaça com prisão quem se recuse a ser vacinado. Rodrigo Duterte, presidente das Filipinas, afirmou, esta segunda-feira, que quem recusar receber a vacina contra a Covid-19 poderá enfrentar prisão efetiva. "Podem escolher ser vacinados ou ir para a prisão", declarou o presidente, citado pela Reuters, durante uma mensagem dirigida ao país, transmitida na televisão. 

Neste momento, apenas 2,1 milhões de pessoas encontram-se totalmente vacinadas contra a Covid-19 no país, que tem como objetivo imunizar toda a população (cerca de 70 milhões de cidadãos) até ao final do ano. No total, as Filipinas registam, desde o início da pandemia, mais 1,3 milhões de casos positivos e 23 mil óbitos. 

23h28 - Brasil entre os países que receberão doses de vacinas doadas pelos EUA. O Brasil está entre os países da América Latina e das Caraíbas que receberão 14 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 doadas pelos Estados Unidos da América, através do mecanismo Covax, informaram hoje fontes oficiais.

23h24 - Mais de 150 milhões de pessoas completamente vacinadas nos EUA. Neste momento, os Estados Unidos já contam com 150 milhões de pessoas totalmente imunizadas contra o novo coronavírus, confirmou esta segunda-feira o diretor de dados de Covid-19 da Casa Branca, Cyrus Shahpar. 

Durante o dia de ontem, refere também o responsável, foram administradas 610 mil doses da vacina no país. Os EUA estão perto de atingir a imunidade de grupo, sendo que 16 dos 50 estados já contam com 70% da população vacinada com pelo menos uma dose. 

23h12 - Médicos denunciam escassez de vacinas para segundas doses na Venezuela. A Médicos Unidos da Venezuela pediu hoje ao Governo informações sobre a chegada de novas vacinas contra a Covid-19, alertando que não estão garantidas as segundas doses e que há dificuldades na distribuição de oxigénio medicinal.

22h48 - Itália. Uso de máscara na rua deixa de ser obrigatório para a semana na maior parte do país. O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, anunciou, esta segunda-feira, que a maior parte do país vai deixar de ter de usar obrigatoriamente máscara nos espaços exteriores, a partir da próxima segunda-feira, dia 28 de junho. 

A medida, referem os órgãos de comunicação italianos, irá aplicar-se às regiões classificadas como 'zona branca', onde a propagação do vírus é mais baixa, que atualmente inclui toda a Itália à exceção do Vale de Aosta, no norte.

22h29 - Resultado líquido do BFA cai 25% devido a pandemia e rating. O Banco de Fomento Angola (BFA) anunciou hoje uma redução de 25,1% do resultado líquido de 2020, para quase 90 mil milhões de kwanzas, fortemente influenciado pela pandemia e pela queda do rating de Angola.

22h26 - Brasil regista perto de 39 mil casos e 761 mortes. O Brasil reportou, nas últimas 24 horas, mais 38.903 infetados e 761 vítimas mortais associadas à Covid-19, informou esta segunda-feira o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS). Com esta atualização, o país passa a contabilizar, desde o início da pandemia, 17.966.831 casos positivos e 502.586 óbitos. 

22h03 - Braga reforça testagem nas empresas do concelho. A testagem à Covid-19 nas empresas do concelho de Braga vai ser reforçada para "salvaguardar a saúde" dos trabalhadores e identificar eventuais casos positivos de forma a minimizar o risco de transmissão daquela doença, anunciou hoje a autarquia.

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, deixou esta noite uma mensagem para a população, através de um vídeo partilhado nas redes sociais, no qual "reforça o apelo ao sentido de responsabilidade de toda a comunidade para o cumprimento das medidas e normas em vigor para impedir a propagação da pandemia".

21h41 - Incidência acumulada em Cabo Verde cai para 159 por 100 mil habitantes. A taxa de incidência acumulada de Covid-19 em Cabo Verde voltou a cair nos últimos 14 dias, para 159 casos por 100.000 habitantes, contra os 224 do período anterior, anunciou hoje o diretor nacional de Saúde.

21h01 - Cabo Verde reduz intervalo entre doses da AstraZeneca. Cabo Verde vacinou 16% da população adulta com pelo menos uma dose das vacinas contra a Covid-19 e reduziu para dois meses o intervalo entre as duas doses da AstraZeneca, devido à circulação da variante delta, nomeadamente em Lisboa.

20h55 - França reporta 487 novos casos e mais 40 óbitos. França registou, nas últimas 24 horas, 487 infetados e 40 mortes associadas à Covid-19, informou esta segunda-feira o Ministério da Saúde francês. Ainda segundo a tutela, quanto à evolução do processo de vacinação contra a Covid-19, 32.055.997 pessoas já foram inoculadas com a primeira dose da vacina e 18.701.201 encontram-se completamente imunizadas. 

20h41 - Federação aguarda resposta sobre vacinação "há mais de duas semanas". A Federação Portuguesa de Râguebi aguarda por uma resposta ao pedido de vacinação contra a Covid-19 das seleções nacionais de seniores "há mais de duas semanas", disse hoje o presidente do organismo à agência Lusa.

20h35 - Cabo Verde com mais 37 infetados. Cabo Verde registou mais 37 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, elevando para 32.039 o acumulado de casos desde março de 2020, segundo dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde.

20h16 - África com mais 61 mortes e 3.177 casos. O continente africano registou mais 61 mortos nas últimas 24 horas devido à pandemia de Covid-19, de acordo com os dados oficiais hoje divulgados pelo Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC). Nas últimas 24 horas registaram-se 3.177 novos casos, elevando o total para 5.167.847, enquanto os recuperados da doença foram 232, estando um total de 4.594.005 contabilizados.

20h04- Presidente Marcelo continua a afasta o Estado de Emergência. Estamos "muito longe dos números que eu falava na altura em que o renovei", justificou esta noite o chefe de Estado, em declarações aos jornalistas, à margem da inauguração da Galeria Millennium BCP, no Museu Nacional de Arte Contemporânea, em Lisboa. Marcelo Rebelo de Sousa voltou assim a afastar um novo cenário de Estado de Emergência, deixando "o resto" nas mãos do Governo. 

19h50 - Se tem mais de 37 anos já pode autoagendar a vacina. Depois do recuo, a DGS disponibilizou ao início da noite desta segunda-feira o autoagendamento para quem tem 37 ou mais anos, em vez dos 35 anos que tinham sido durante o fim de semana anunciados pela task force.

Notícias ao Minuto O autoagendamento acima dos 37 anos ficou disponível esta tarde© DGS

19h37 - Equipa de saúde das Forças Armadas conclui apoio à vacinação nos Açores. A equipa das Forças Armadas concluiu no domingo o apoio ao processo de vacinação nas ilhas açorianas sem hospital, tendo inoculado mais de 6.700 pessoas desde 6 de junho.

19h28 - "Lagos está muito próximo do limiar de risco muito elevado". A Câmara Municipal de Lagos divulgou, esta segunda-feira, mais um balanço diário da situação epidemiológica no concelho. Numa nota partilhada nas redes sociais, a autarquia refere que "foram confirmados mais 5 casos positivos no concelho, elevando o total acumulado dos últimos 14 dias para 66 casos (risco elevado)".

Posto isto, a Câmara apelou ao "cumprimento das normas de saúde em vigor como a maior arma para baixar os números e proteger a comunidade". "Lagos está muito próximo do limiar de risco muito elevado (73 casos acumulados em 14 dias), o que será bastante nocivo para a população do ponto de vista da saúde pública, famílias e economia local. Contamos com a colaboração de todos", pode ler-se ainda na referida nota. 

19h25 - Estados Unidos vão doar vacinas a Cabo Verde. Cabo Verde é um dos sete países africanos escolhidos diretamente pelos Estados Unidos da América (EUA) para receberem parte do donativo de 55 milhões de vacinas contra a Covid-19, conforme anúncio feito hoje pelo Governo cabo-verdiano e pela Casa Branca.

19h21 - Prisões sem mortes por coronavírus após adoção de medidas extraordinárias. O Ministério da Justiça considerou hoje que, mercê das medidas extraordinárias para conter a pandemia nas cadeias, Portugal conseguiu, até agora, "distinguir-se positivamente da maior parte das democracias europeias" por não ter mortes por Covid-19 nas prisões.

19h16 - Índia bate recorde diário de administração de vacinas. A Índia administrou, esta segunda-feira, cerca de 8,3 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, atingindo um novo recorde de inoculações dadas num dia no país. De acordo com o The Guardian, o antigo recorde na Índia tinha sido de 4.5 milhões de doses em 24 horas, que ocorreu a 5 de abril. 

19h02 - Madeira pode prorrogar obrigatoriedade de testes PCR para viajantes. O Governo da Madeira está a considerar prorrogar a obrigatoriedade da realização de testes PCR de despiste da Covid-19 para os viajantes que entrem na região, devido à evolução da situação na Área Metropolitana de Lisboa.

18h49 - Espanha com mais de 7 mil novos casos e 37 mortes desde sexta-feira. O Ministério da Saúde espanhol informou, esta segunda-feira, que foram contabilizados mais 7.209 contágios e 37 óbitos associados à Covid-19, desde a passada sexta-feira. Espanha passa assim a somar, desde o início da pandemia, 3.764.651 infetados e 80.689 vítimas mortais. 

18h46 - Seleção inglesa isola dois jogadores após teste positivo de Billy Gilmour. A seleção inglesa anunciou, esta segunda-feira, em comunicado, que dois dos jogadores às ordens de Gareth Southgate foram colocados em isolamento na sequência do teste positivo do médio escocês Billy Gilmour. De acordo com a nota da equipa inglesa, Mason Mount e Ben Chilwell foram afastados do restante grupo de trabalho.

18h30 - Variante Delta representa (apenas) 1% dos casos na vizinha Espanha. Fernando Simón, diretor do Centro de Controlo de Alertas e Emergências Sanitárias espanhol, revelou, esta segunda-feira, que, neste momento, a variante Delta ainda só representa 1% dos casos positivos da Covid-19 em Espanha

Contudo, em conferência de imprensa, o responsável alertou para o facto de os dados de sequenciação do novo vírus terem um "atraso de duas ou três semanas no que diz respeito à situação atual". Por esse motivo, prosseguiu, "temos de continuar a monitorizar com muita atenção com evoluiu esta variante".

18h23 - Ministra da Saúde aponta às "130 mil vacinas por dia em julho". A vacinação contra a Covid-19 vai acelerar o ritmo nas próximas semanas e deve atingir a fasquia das 130 mil inoculações por dia em julho, revelou hoje a ministra da Saúde.

18h11 - Seleção portuguesa com testes negativos à Covid-19 a dois dias do jogo com França. Os jogadores, equipa técnica e restantes membros da seleção portuguesa de futebol tiveram resultados negativos nos testes ao novo coronavírus, realizados três dias antes de defrontar a França, para o Euro2020, revelou hoje fonte oficial da federação.

18h05 - "Variante Delta é uma grande preocupação", diz OMS. A Organização Mundial da Saúde (OMS) voltou a alertar esta segunda-feira para as duas velocidades da pandemia no mundo, motivadas pelo ritmo de vacinação, que varia de continente para continente, e de país para país. Na conferência de imprensa de hoje, a OMS admitiu a “grande preocupação” que sente relativamente à variante Delta (a estirpe originalmente identificada na Índia) e que já circula em 92 países.

Reveja aqui a conferência de imprensa desta tarde: 

17h57 - Angola com nove mortes e 70 novos casos. Angola registou mais nove óbitos, 70 novas infeções pelo novo coronavírus e 106 recuperações da doença, nas últimas 24 horas, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

17h42 - Brasil espera vacinar todos os adultos com uma dose até setembro. O ministro da Saúde do Brasil, Marcelo Queiroga, disse hoje que ao ritmo atual o país terá toda a população adulta, acima de 18 anos, vacinada com uma dose contra a Covid-19 até setembro.

17h33 - Moçambique sem mortes, 70 novos casos. Moçambique registou mais 70 casos do novo coronavírus, sem mortes e com 192 recuperados, nas últimas 24 horas, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

17h29 - Bolsonaro em silêncio sobre 500 mil mortos na pandemia. O Presidente do Brasil manteve silêncio sobre as 500 mil mortes provocadas pela covid-19 no país, hoje de manhã, mas adotou um tom de campanha dizendo que seu principal rival só vencerá as presidenciais de 2022 se houver fraude.

17h18 - Governo apoiou animação turística e eventos com 320 milhões. O Governo apoiou com 200 milhões de euros as empresas de animação turística e com 120 milhões de euros as da organização de eventos face à crise provocada pela pandemia de Covid-19, disse hoje em Peniche a secretária de Estado do Turismo.

17h12 - Trabalhadores em lay-off tradicional caem para metade em maio. O número de trabalhadores em 'lay-off' tradicional, ou seja, o previsto no Código do Trabalho, caiu para metade em maio face a abril, para um total de 7.927, segundo indicam as estatísticas da segurança social, hoje divulgadas.

17h09 - África do Sul com "centro de transferência de tecnologia" para vacinas. A África do Sul vai acolher um "centro de transferência de tecnologia" para vacinas contra a Covid-19 para aumentar o conhecimento de produção no país, o mais afetado pela pandemia em África, disse hoje o Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa.

17h06 - Itália com mais 495 casos e mais 21 óbitos. A proteção civil italiana revelou esta segunda-feira que foram identificados 495 novos casos de contágio por coronavírus e que morreram mais 21 pessoas no espaço de 24 horas. Em termos globais, Itália regista 4.253.460 casos positivos e 127.291 óbitos. 

16h51 - Governo britânico estuda isenção de quarentena para vacinados. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu hoje estar a avaliar a possibilidade de isentar de quarentena pessoas totalmente vacinadas contra a covid-19 que cheguem do estrangeiro, mas evitou falar sobre a expansão da "lista verde". 

16h44 - Testagem gratuita em Lisboa. Saiba onde vão estar os pontos móveis. A Câmara Municipal de Lisboa lembrou esta segunda-feira que o Plano Municipal de Testagem da capital à Covid-19, "a funcionar nas farmácias, foi alargado, deixando de estar limitado a dois testes mensais por morador".

A autarquia recordou ainda que "a rede de pontos móveis de testagem, que conta já com 17 postos, irá também ser reforçada". Confira aqui onde vão estar os pontos móveis esta semana. 

16h35 - Reino Unido já administrou mais de 74 milhões de vacinas. Os dados mais recentes da vacinação no Reino Unido mostram que já foram inoculadas no total 74,5 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 no conjunto de países britânicos.  

De acordo com Departamento de Saúde e de Assistência Social britânico, 31,4 milhões de pessoas (quase 60% da população britânica) entram-se totalmente imunizadas.

16h26 - Beneficiários de prestações de desemprego aumentam 19,8% em maio. O número de beneficiários de prestações de desemprego subiu 19,8% em maio face ao mesmo mês de 2020, para um total de 276.665, sendo este o valor mais elevado desde maio de 2015, segundo as estatísticas da Segurança Social.

16h11 - Reino Unido reporta 10.633 novos contágios e mais cinco óbitos. Continua a verificar-se um ressurgimento do número de infeções no Reino Unido. O Departamento de Saúde e de Assistência Social britânico anunciou que foram diagnosticados 10.633 novos casos de infeção e morreram mais cinco pessoas devido à Covid-19 nas últimas 24 horas

16h05 - Estima-se "que a variante Delta passe a ser predominante" em Portugal. Espera-se que a prevalência da nova variante Delta venha a ser dominante na generalidade do território português, indicou, esta tarde, a ministra da Saúde, à margem da tomada de posse dos órgãos sociais da Associação Nacional de Farmácias (ANF).  

"Aquilo que se estima é que a variante delta passe a ser predominante não só na generalidade do território português, como noutros países, tal como aconteceu como a inglesa", vincou Marta Temido, em declarações aos jornalistas. 

16h01 - 48% dos internados com Covid-19 no Santa Maria têm menos de 50 anos. A coordenadora da Unidade de Internamento para a Covid-19 do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, revelou, em declarações à SIC Notícias, que "cerca de 48%" dos pacientes internados nas últimas quatro semanas têm menos de 50 anos e não tinham patologias associadas.

15h52 - Surto com 15 infetados em lar de Mafra onde houve vacinação. Quinze utentes do lar Solar de S. Gião, no concelho de Mafra, estão infetados pela Covid-19, apesar de já terem sido vacinados, confirmou hoje a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT).

15h44 - Agravamento da pandemia em Portugal? É necessário "fazermos três coisas". A ministra da Saúde sublinhou, esta tarde, que, considerando o aumento do risco de transmissibilidade (Rt) e do número de novos casos diários, nos últimos dias, é necessário "fazermos três coisas em paralelo": 

"Por um lado, continuarmos a acelerar a vacinação (...), por outro lado, garantirmos testes e que esse acesso seja efetivamente usado pelas pessoas (...) e, depois, que algumas medidas de contenção do risco de transmissão sejam utilizadas, como por exemplo a restrição implementada na Área Metropolitana de Lisboa", apontou Marta Temido em declarações aos jornalistas, em Lisboa, acrescentando que o Governo vai continuar a "acompanhar a situação e a avaliar o que é que é necessário fazer em função destes três instrumentos".

15h35 - Restrições que limitam direitos humanos devem ser temporárias, alerta ONU . Michelle Bachelet, alta-Comissária da ONU para os Direitos Humanos, lembrou hoje que as medidas restritivas aplicadas no âmbito da pandemia da Covid-19 devem ser temporárias e respeitar, entre outros, os princípios da não discriminação, da legalidade e da proporcionalidade.

15h18 - Centro de vacinação da Cidade Universitária "deverá abrir esta semana". O centro de vacinação do pavilhão da Cidade Universitária, em Lisboa, deverá ser reativado esta semana com uma equipa constituída por militares dos três ramos Forças Armadas, avançou hoje à Lusa uma fonte da 'task force'.

Este centro terá capacidade de administrar diariamente cerca de 1.200 doses de vacinas e será usado, nesta fase, para vacinar no âmbito da modalidade "casa aberta", sistema para assegurar que todas as pessoas elegíveis são chamadas ao processo de vacinação.

15h13 - Ideia da imunidade do grupo com 70% de vacinados está ultrapassada. O investigador Miguel Castanho afirmou hoje que a ideia da imunidade do grupo com 70% da população vacinada contra a Covid-19 está "completamente desatualizada" porque a vacina não protege contra a infeção e a transmissão do vírus.

"Essa ideia está ultrapassada porque as vacinas não são 100% eficazes, por um lado, mas sobretudo porque as vacinas não protegem contra a infeção e contra a capacidade de transmissão e, portanto, qualquer pessoa mesmo vacinada em algum grau contribui para a transmissão do vírus", adiantou o investigador do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.

15h04 - Casamentos adiados para 2022 porque noivos querem festas de sonho. O casamento e o setor nupcial enfrentam uma crise sem precedentes há um ano devido à Covid-19, com os matrimónios adiados para 2021 e 2022, porque os nubentes preferem fazer a festa de sonho sem desconvidar dezenas de pessoas.

15h00 - Tráfego aéreo de passageiros cai 86% em abril. Os aeroportos nacionais receberam 739 mil passageiros em abril, menos 86% do que em igual mês de 2019, mas acima do registado em abril de 2020, quando a pandemia parou o tráfego nos aeroportos, revelou hoje o INE.

Recorde aqui os principais desenvolvimentos, que ocorreram durante a manhã e início de tarde desta segunda-feira, sobre a pandemia em Portugal e no mundo. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório