Meteorologia

  • 15 JUNHO 2021
Tempo
34º
MIN 18º MÁX 34º

Edição

AO MINUTO: 0,15% de reações adversas por cá; Mais autoridade para OMS?

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: 0,15% de reações adversas por cá; Mais autoridade para OMS?

Portugal registou esta sexta-feira uma morte atribuída à Covid-19, algo que acontece pela sexta vez desde o início de abril, mês em que este indicador desceu definitivamente dos dois dígitos (desde 2 de abril). Recorde-se que os maiores números diários de óbitos ocorreram a 28 e a 31 de janeiro (303 óbitos).

São ainda reportados mais 377 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e verifica-se nova descida no número de internamentos em enfermaria e em cuidados intensivos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

00h00 - Suspendemos aqui o registo de hoje. O acompanhamento será retomado na manhã de sábado. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

Só quer tirar dúvidas? Não assoberbe as linhas telefónicas: [email protected]

23h39 - Zmar, da realidade "degradante" à "precipitação" do Governo. Francisco Louçã defende que o Governo se precipitou no caso Zmar e que este processo deveria ter sido conduzido com mais "cordialidade" e mais "tranquilidade". Quanto aos partidos que 'abriram a porta' para a saída de Cabrita, o comentador considera que se trata de um "jogo" sem "significado político".

23h08 - BE pede que se resolva "gritante violação dos direitos" em Odemira. A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins afirmou hoje que a situação que se vive em Odemira é "uma gritante violação dos direitos humanos" e pediu que se "resolva" a situação, ao invés de "palavras de ocasião".

22h34 - Brasil notifica quase 79 mil novos casos e 2.165 óbitos no último dia. As autoridades de Saúde brasileiras notificaram, esta sexta-feira, mais 78.886 casos de infeção por novo coronavírus, uma subida em relação ao dia anterior (73.380), e o maior registo diário numa semana. São ainda confirmadas mais 2.165 mortes associadas à doença, uma descida em relação à véspera (2.550), permanecendo abaixo dos 3 mil óbitos. 

22h00 - Guterres defende mais autoridade para OMS. António Guterres defendeu hoje, em diálogo com Estados-membros da Organização das Nações Unidas (ONU), o reforço da autoridade da Organização Mundial de Saúde e uma visão abrangente sobre os problemas relativas ao clima, biodiversidade e poluição.

21h19 - Metas sociais têm como referência valores pré-Covid-19, salienta Costa. O primeiro-ministro defendeu hoje que as metas quantitativas constantes no plano de ação para o desenvolvimento dos direitos sociais na União Europeia são muito exigentes, porque têm como valores de referência o ano de 2019, antes da crise da Covid-19.

21h03 - Portugal com 0,15% de reações adversas em mais de três milhões de vacinas. Infarmed divulgou, esta sexta-feira, o relatório das reações adversas (RAM) na sequência da vacinação contra a Covid-19 em Portugal. Em mais de três milhões de doses administradas, houve reações adversas em 0,15% dos casos, sendo as dores musculares o efeito mais apontado por quem já foi inoculado. 

20h45 - Turismo de Portugal congratula-se com inclusão na "lista verde" britânica. O Turismo de Portugal congratulou-se hoje com a decisão do Reino Unido de incluir o país na "lista verde" dos destinos de baixo risco de infeção por covid-19, que considerou "boas notícias para o turismo nacional".

20h20 - Tribunal já notificou Governo sobre providência cautelar do Zmar. O Supremo Tribunal Administrativo já emitiu a notificação ao Governo para responder à providência cautelar contra a requisição do Zmar, em Odemira, devendo o executivo impedir que se proceda ou continue a proceder "à execução do ato".

20h15 - França estende quarentena a viajantes provenientes de mais sete países. A França vai juntar a partir de sábado sete países à lista cuja proveniência obriga a uma quarentena de 10 dias, entre eles estão a Turquia ou o Qatar.

19h41 - Seis trabalhadores agrícolas do Zmar realojados hoje por empresas. Um dos 28 imigrantes que se encontrava no Zmar, em Odemira (Beja), já foi hoje realojado e mais cinco "estão a ser agora", para "residências disponibilizadas por empresas", revelou à agência Lusa fonte da câmara.

19h35 - Reuniões no Infarmed substituíram-se a organismos públicos e até a AR. Os constitucionalistas Vieira de Andrade e Reis Novais consideraram hoje que as reuniões entre cientistas e políticos no Infarmed se substituíram aos organismos públicos previstos na lei de vigilância em saúde pública.

19h29 - Cercas sanitárias em Odemira fazem disparar procura de apoio em Milfontes. A cerca sanitária nas freguesias de São Teotónio e de Almograve fez disparar a procura de apoio por parte da população de imigrantes na 'vizinha' Vila Nova de Milfontes, disse hoje o presidente da Junta de Freguesia.

19h27 - "Não falhes de baliza aberta. Vacina-te". Os jogadores da I Liga e II Liga, as duas competições profissionais em Portugal, juntaram-se numa campanha para promover a vacinação contra a Covid-19.

19h16 - Brasil agradece apoio e solidariedade de Espanha durante a pandemia. O ministro das Relações Exteriores brasileiro, Carlos França, agradeceu hoje à sua homóloga espanhola, Arancha González Laya, a "solidariedade" e o "apoio" recebido do Governo espanhol no combate à pandemia do novo coronavírus.

18h51 - Sem Estado de Emergência não pode haver confinamento de pessoas saudáveis. O constitucionalista Jorge Reis Novais defendeu hoje que sem estado de emergência que suspenda a garantia do artigo 27.º da Constituição não pode haver confinamento de pessoas saudáveis, até uma eventual revisão constitucional.

18h46 - Portugal com transmissão "moderada" e "reduzida pressão" no SNS. O mais recente relatório de monitorização das linhas vermelhas para a Covid-19 revela que Portugal tem, atualmente, uma "transmissão comunitária de moderada intensidade" e que há uma "reduzida pressão nos serviços de saúde".

18h44 - Durão Barroso saúda proposta americana de levantamento de patentes. O presidente da Aliança Global para as Vacinas, Durão Barroso, saudou hoje o apoio do Governo norte-americano ao levantamento das patentes de vacinas contra a Covid-19 mas defendeu que é mais urgente que os países ricos se disponham a partilhá-las.

18h33 - Autoagendamento a partir dos 60 deve arrancar no final da próxima semana. O autoagendamento para a vacinação contra a Covid-19 deverá passar a contemplar as pessoas a partir dos 60 anos, em vez dos atuais 65, já no final da próxima semana, adiantou hoje à Lusa fonte da 'task force'.

18h13 - É preciso "atuar já" nos planos de recuperação dos alunos. Autores da proposta de criação de Escolas de Verão e tutorias para os alunos recuperarem as aprendizagens alertaram hoje que é preciso "começar a atuar já" para que os projetos estejam operacionais a tempo.

17h57 - Portugal na lista verde? "Esse reconhecimento internacional é bem-vindo". O ministro dos Negócios Estrangeiros português reagiu, esta sexta-feira, ao facto de Portugal integrar agora a 'lista verde' do governo britânico. "Significa o reconhecimento feito pelos portugueses", indicou, à margem da Cimeira Social que arrancou hoje na cidade do Porto.

17h54 - Patentes? "Cláusulas foram criadas precisamente para situações como esta", diz OMS. Tedros Adhanom Ghebreyesus chamou a atenção para a "crise sem precedentes" que o mundo atravessa, com os casos "num patamar recorde" e "quase 100 mil pessoas a morrer todas as semanas globalmente". "As cláusulas da Organização Mundial do Comércio (OMC) para levantamento de propriedade intelectual foram criadas precisamente para situações como esta. Se não as usarmos agora, usamos quando?", questionou.

17h45 - Itália reporta 207 óbitos e 10.554 casos de infeção no último dia. Itália contabiliza agora um total de 4.092.747 casos positivos confirmados desde o início da pandemia no país, a 21 de fevereiro de 2020. O número total de mortes é agora de 122.470, o segundo maior número de mortes na Europa e sexto maior no mundo.

17h39 - Índice de contágios desce em Espanha abaixo dos 200 casos. A incidência acumulada desceu hoje, em Espanha, para 199 casos diagnosticados por cada 100.000 habitantes nos 14 dias anteriores, menos 30 casos desde o início de maio, segundo o Ministério da Saúde espanhol.

17h07 - Portugal, Gibraltar e Israel na lista verde de viagens do Reino Unido. O ministro britânico Grant Shapps anuncia que há 12 países na lista verde, tendo sido acrescentados: Portugal, Gibraltar e Israel. França, Espanha e Grécia ficam de fora e quem viajar destes países para o Reino Unido terá que fazer uma quarentena de 10 dias. Turquia, Maldivas e Nepal acrescentadas à lista vermelha. 

As listas serão revistas a cada três semanas.

16h41 - OMS aprova uso emergencial da vacina Sinopharm. A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou o uso emergencial da vacina da farmacêutica chinesa Sinopharm contra a Covid-19, tornando-se, assim na "sexta vacina a receber aval da OMS para segurança, eficácia e qualidade".

16h30 - Reino Unido regista mais de 2.490 novos casos e 15 mortes. Reino Unido registou, nas últimas 24 horas, 2.490 novos casos de Covid-19 e 15 mortes associadas à doença, segundo os dados do Departamento de Saúde e de Assistência Social britânico. Em termos globais, o Reino Unido soma 4.431.043 infeções e 127.598 vítimas mortais. 

15h44 - Para as vítimas de violência doméstica a casa foi tudo menos um lugar seguro. A casa foi tudo menos um lugar seguro para as vítimas de violência doméstica durante os períodos de confinamento e se PSP e GNR receberam menos queixas, o portal de gestão processual registou um aumento no total de denúncias. As constatações foram feiras no decorrer do debate sobre o 'Impacto da Covid-19 na vida das mulheres -- As violências contra as mulheres e a violência doméstica', que decorreu durante a manhã de hoje, no parlamento.

15h43 - Medidas para concelhos com maior incidência entraram hoje em vigor. As medidas decididas quinta-feira pelo Governo, que fez recuar Cabeceiras de Basto no processo de desconfinamento e manteve a cerca sanitária em duas freguesias de Odemira, entraram hoje em vigor, segundo o decreto-lei publicado em Diário da República.

15h41 - Espanha apoia fim das patentes das vacinas mas pede mais ambição. O chefe do Governo espanhol apoiou hoje a proposta dos Estados Unidos de suspender as patentes das vacinas contra a covid-19, mas pediu "mais" ambição e propõe áreas de atuação. "Saudamos a proposta do [Presidente dos EUA, Joe] Biden de suspender as patentes, mas achamos que não é suficiente e que temos de ser muito mais ambiciosos", disse Pedro Sánchez, à chegada ao edifício da Alfandega do Porto, para participar na Cimeira Social, integrada na presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE).

15h38 - Portugal tem 36 concelhos com incidência superior a 120 casos por 100 mil habitantes. Portugal tem hoje 36 concelhos com incidência do novo coronavírus superior a 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, menos cinco em relação ao boletim anterior divulgado na última sexta-feira.

15h03 - Reino Unido aumenta nível de risco de variante descoberta na Índia. O nível de risco atribuído a uma variante do coronavírus descoberta na Índia aumentou e passou a ser considerado "preocupante" pelo Reino Unido, onde o número de casos disparou numa semana. 

15h02 - Rt e incidência com nova descida em Portugal. O índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-Cov-2 em Portugal voltou hoje a descer, para 0,92, assim como a incidência de casos de infeção por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias, que é agora de 57,7.

15h01  - Portugal com uma morte e 377 novos casos nas últimas 24 horas. Portugal registou esta sexta-feira uma morte atribuída à Covid-19, algo que acontece pela sexta vez desde o início de abril. Desde o dia 2 de abril (9 óbitos) que este indicador está abaixo dos dois dígitos de forma consecutiva. Recorde-se que os maiores números diários de óbitos ocorreram a 28 e a 31 de janeiro (303 óbitos). Foram ainda reportados mais 377 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e nova descida no número de internamentos em enfermaria e em cuidados intensivos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

15h00 - Iniciámos um novo registo. Para conferir as atualizações da manhã clique aqui.

Leia Também: AO MINUTO: Rt segue a descer. Requisição suspensa? "Não há notificação"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório