Meteorologia

  • 09 MAIO 2021
Tempo
20º
MIN 13º MÁX 20º

Edição

AO MINUTO: SEF deteta 15 testes falsos. Ajuntamento acaba em tiroteio

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: SEF deteta 15 testes falsos. Ajuntamento acaba em tiroteio

A Direção-Geral da Saúde (DGS) e o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) divulgaram, ontem, o segundo relatório de monitorização das linhas vermelhas para a Covid-19.

De acordo com as autoridades de saúde, o "número de novos casos de infeção por 100.000 habitantes, acumulado nos últimos 14 dias, foi de 66, com tendência ligeiramente crescente a nível nacional". Portanto, segundo a DGS, "estima-se que o tempo de duplicação da incidência seja de 86 dias, o que significa que, à atual taxa de crescimento, será preciso dois ou mais meses para atingir a linha de 120 casos por 100.000 habitantes".

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h00 - Boa noite, chega ao fim este registo, mas pode continuar a acompanhar-nos na manhã de segunda-feira. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

Só quer tirar dúvidas? Não assoberbe as linhas telefónicas: [email protected]

23h37 -  Brasil soma 1.803 mortes e 37.017 novos casos em 24h. O país registou, nas últimas 24 horas, mais 1.803 mortes e 37.017 novos casos pelo novo coronavírus. Os dados foram revelados este domingo pelas autoridades de Saúde. O país, desde o início da pandemia, já contabilizou 353.137 óbitos e 13.482.023 infeções.

22h14 - França regista 34.895 novas infeções e 178 mortes em 24 horas. A França registou 34.895 casos de covid-19 nas últimas 24 horas e 178 mortes em hospitais, aumentando para 98.750 o número de óbitos no país, segundo dados oficiais de hoje do Governo gaulês. Desde o início da pandemia foram infetadas em França, com o novo coronavírus, 4.980.501 pessoas, de acordo com as autoridades francesas.

20h11 - Reino Unido regista sete mortes nas últimas 24 horas. O país registou sete mortes e 1.730 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, subindo o número total de infetados para 4.369.775, de acordo com dados do Governo britânico. No total, morreram no Reino Unido 127.087 pessoas entre os 4.369.775 casos de contágio confirmados desde o início da pandemia de Covid-19.

19h55 - Angola contabiliza três mortes e mais 126 casos nas últimas 24 horas. O país registou 126 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, três óbitos e 168 recuperados da Covid-19 nas últimas 24 horas, informaram hoje as autoridades sanitárias. Segundo dados do boletim epidemiológico da Direção Nacional de Saúde Pública, do total das novas infeções, 125 foram reportadas em Luanda e uma no Cuanza Sul, com idades entre os 4 e 87 anos, sendo 60 do sexo masculino e 66 do sexo feminino.  

19h52 - Jerónimo critica Governo por resistir na atribuição de apoios. O secretário-geral comunista, Jerónimo de Sousa, criticou hoje o Governo por resistir a dar os apoios a quem teve de parar de trabalhar devido à pandemia, lamentando que a "grande prioridade" seja o défice e não as pessoas.

19h48 - Madeira com 24 novos casos nas últimas 24 horas. A Madeira registou 24 novos casos de infeção pelo SARS-CoV-2 e mais 23 doentes recuperados nas últimas 24 horas, havendo na região 310 situações ativas, informou hoje a Direção Regional de Saúde (DRS). Dos novos casos hoje sinalizados, um é importado e os restantes de transmissão local, "na sua maioria já associados a contactos de casos positivos".

19h15 - Bolsonaro sem máscara é 'barrado' em tenda de venda de frango. O presidente brasileiro viveu uma situação insólita, este sábado, ao tentar entrar numa tenda de venda de frango assado, na periferia de Brasília. Sem máscara e com a sua presença a criar grandes aglomerações, a dona do estabelecimento não o deixou entrar. "Pode não!" Foi esta a resposta que ouviu da proprietária, tendo o governante acabado por ser 'barrado'. Bolsonaro acabou a comer no lado de fora da tenda, contam (e mostram) os meios locais. 

19h11 - Profissionais da cultura "desprezados" por Governo Regional protestam. Os profissionais da cultura da Madeira que se consideram "desprezados, banidos e ignorados pelo Governo Regional da Madeira" reuniram-se hoje numa manifestação que juntou cerca de 20 pessoas numa vigília, no Funchal.

19h09 - SEF deteta 15 testes à Covid falsos na fronteira de Vila Verde da Raia. Os cidadãos mostraram "comprovativos de teste à Covid-19 com indícios grosseiros de falsificação", o que foi posteriormente confirmado pelo laboratório. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) detetou, este sábado, 15 testes à Covid-19 falsificados na fronteira de Vila Verde da Raia, tendo sido ainda apreendido um documento de identificação falso.

19h07 - Diversificação na compra de vacinas é "uma exigência inadiável". O secretário-geral do PCP considerou hoje que a diversificação da compra de vacinas contra a Covid-19 defendida pelo partido "tornou-se uma exigência inadiável", lamentando que o ritmo de vacinação esteja mais limitado pela situação da AstraZeneca. Jerónimo de Sousa discursou esta tarde, em frente à Gare Marítima de Alcântara, em Lisboa, no âmbito da inauguração das exposições "100 anos de luta no distrito de Lisboa" e "Artes Plásticas -- 100 anos 100 artistas", mostras que estão a partir de hoje patentes naquele espaço.

18h53 - Itália com 331 mortes e mais 15.746 infeções nas últimas 24 horas. A Itália confirmou 15.746 novas infeções pelo novo coronavírus e 331 mortes nas últimas 24 horas, informou hoje o Ministério da Saúde. O aumento está em linha com os dados confirmados nos últimos dias, nos quais a curva da pandemia está a achatar, acrescentaram as autoridades sanitárias.

18h47 - Mais dois mortos e 180 novos casos em Moçambique. Mais duas pessoas morreram devido à Covid-19 em Moçambique, onde foram detetadas 180 novas infeções com o vírus da doença, de acordo com o boletim de hoje sobre a situação da pandemia no país. Os dois mortos, ambos de nacionalidade moçambicana, tinham 37 e 68 anos. Quanto aos 180 novos casos, a maioria foi registada nas províncias de Nampula (76) e Zambézia (59).

17h27 - Ajuntamento de 100 pessoas acaba em troca de tiros com PSP.  A presença de uma centena de pessoas na rua, num contexto de festa, pelas 02:30 de hoje, no bairro da Cova da Moura, na Amadora, distrito de Lisboa, acabou numa troca de tiros com a polícia, disse a PSP. "Não há feridos, não há danos materiais", indicou à Lusa fonte do Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública (PSP), referindo que não foi possível identificar e deter ninguém, porque se "esconderam dentro do bairro".

15h52 - Compra de vacina russa por Berlim foi "golpe de comunicação". O secretário de Estado francês para os Assuntos Europeus, Clément Beaune, lamentou hoje o que classificou como "golpe de comunicação" depois de Berlim ter anunciado a abertura de discussões com a Rússia para compra da vacina Sputnik V.

14h47 -  O Reino Unido vai começar a desconfinar esta segunda-feira. Após meses sem poderem frequentar pubs, restaurantes, cabeleireiros, ginásios, etc, os britânicos estão eufóricos para poder voltar a socializar. Os espaços de restauração fechados vão permanecer encerrados, contudo, as esplanadas vão reabrir e em força. Mesmo os estabelecimentos que não tinham espaços na rua, foram reestruturados para os ter e, de acordo com a Sky News, alguns têm centenas de pessoas em lista de espera para assegurar uma mesa, como é o caso do restaurante 'House of Feasts', em Peterborough.

14h00 - Portugal reportou, nas últimas 24 horas, mais seis óbitos associados à Covid-19 e 566 novos contágios do novo coronavírus, informou, este domingo, a Direção-Geral da Saúde (DGS). 

Outros dados importantes no boletim deste domingo:

  • 25.960 casos ativos (mais 150 que ontem)
  • 784.618 recuperados (mais 410 que ontem)
  • 16.916 vítimas mortais desde que a pandemia chegou a Portugal
  • 827.494 infetados desde o dia 2 de março de 2020
  • Número de internados mantém-se nos 466
  • Nos Cuidados Intensivos estão menos seis pessoas, ou seja, 133

13h50 - Um jovem morreu no sábado após cair da janela de um hotel na cidade belga de Antuérpia quando fugia da polícia por ter participado numa festa ilegal, sem respeito pelas medidas contra a Covid-19, avançou hoje o Ministério Público.

12h37- Os lares de idosos de Espanha podem, finalmente, respirar de alívio. De acordo com o último relatório do Instituto do Idoso e do Serviço Social, que pertence ao ministério dos Direitos Sociais, entre os dias 29 de março e 4 de abril apenas foram registadas 45 infeções e duas mortes neste tipo de residências, o que corresponde a uma queda de 99.7% dos óbitos e uma descida de 98% nas infeções, em relação à última semana de janeiro, quando a terceira vaga atingiu seu pico e a vacinação ainda não havia surtido efeito.

Recorde-se que um quarto das mortes em Espanha, devido à Covid-19, ocorreram em lares de idosos.

12h00 - A Índia iniciou hoje o programa de vacinação 'Tika Utsav' para imunizar o maior número de pessoas em quatro dias, numa altura em que o país registou mais de 152 mil casos num dia pela primeira vez.

11h54 - O Uruguai reportou, nas últimas 24 horas, 52 novas mortes por Covid-19 e 3.470 novos casos. De acordo com as autoridades de saúde, o país já registou, desde o início da pandemia, 141.380 infeções por SARS-CoV-2 e 1.414 vítimas mortais.

11h35 - A Colômbia registrou, nas últimas 24h, 14.509 novos casos de Covid-19 e 325 mortes relacionadas com a doença. O país, que está a passar pela terceira vaga da pandemia, já reportou 2.518.715 infeções por coronavírus e 65.608 óbitos.

11h23 - Um casal de Senhora da Hora agradeceu aos polícias o "cuidado e atenção" com que os agentes têm tratado o filho, que tem "espectros de autismo", e que, "com todas as alterações de rotina que temos vivido durante a pandemia" tem tido dificuldade no regresso à escola. O agradecimento foi partilhado pela PSP nas redes sociais. Ora veja:

11h11 - A Argentina registrou 19.419 infeções por coronavírus, nas últimas 24 horas, e 297 vítimas mortais. Desde o início da pandemia, o país já reportou 57.647 óbitos e 2.517.300 casos positivos de Covid-19.

11h04 - Um estudo israelita divulgado hoje pela imprensa local revelou que a variante sul-africana do coronavírus é mais resistente do que a britânica à vacina da Pfizer/BioNtech, embora sem especificar o grau de resistência.

10h52 - A vacina alemã da CureVac deverá ter 'luz verde' da Agência Europeia do Medicamento (EMA) no início de junho, revelou o CEO da farmacêutica. Se isto acontecer, esta será a quinta vacina a ser aprovada na UE.

10h47 - A Índia ultrapassou as 150 mil infeções em um único dia pela primeira vez. De acordo com o balanço das autoridades de saúde, este é o momento mais crítico da pandemia no país. Quanto a óbitos, o país somou 839 vítimas mortais em apenas 24 horas, apesar de ser um número elevado não é o mais alto alguma vez registado na Índia. Em setembro, este país asiático ultrapassou as mil por dia.

10h34 - O coordenador da Comissão Técnica de Vacinação contra a Covid-19 em Portugal relembrou, este sábado, na RTP 1, que a vacina da AstraZeneca têm sido a "mais escrutinada" das vacinas aprovadas pela EMA, garantindo que está provado que esta é "segura e eficaz".

10h23 - A Alemanha registou hoje 17.855 novos casos de Covid-19, mais 5.700 que o domingo passado. A incidência acumulada de Covid-19 em sete dias no país subiu para 129,2 casos por 100 mil habitantes, face aos 120,2 de sábado e aos 127,0 da semana anterior.

10h14 - A DGS recordou, este domingo, na sua página de Facebook, que o plano de vacinação contra a Covid-19 está em curso. A vacina será administrada de acordo com as prioridades definidas. Aguarde o contacto do seu centro de saúde.

10h05 - O diretor do Centro de Controlo de Doenças da China, Gao Fu, admitiu que a eficácia das vacinas chinesas para a Covid-19 é baixa e que o governo está a considerar misturá-las para as impulsionar.

09h50 - Reino Unido. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, vai poder beber uma cerveja num pub e cortar o cabelo, como disse que pretendia, a partir de hoje, quando o comércio não essencial e esplanadas de cafés reabrirem em Inglaterra.

09h49 - A especialista em psiquiatria do idoso Lia Fernandes diz que as aulas online nas universidades seniores são um bom escape ao confinamento provocado pelo agravamento da pandemia de Covid-19, mas sublinha que o "contacto social fica amputado".

09h13 - Paragem de aulas das universidades seniores gerou "ansiedade e tristeza".  A suspensão ou encerramento das aulas das universidades seniores devido ao agravamento da pandemia de Covid-19 em janeiro provocou "ansiedade e tristeza" nos idosos, garante a vice-presidente da Ordem dos Psicólogos Portugueses Renata Benavente.

08h20 - Vacina de dose única da Johnson & Johnson chega a Itália para a semana. As primeiras 184 mil vacinas contra a Covid-19 da Johnson & Johnson vão chegar a Itália na próxima semana. De acordo com a imprensa italiana, as vacinas de dose única deverão ser entregues no aeroporto militar de Pratica di Mare, perto de Roma, entre terça e quarta-feira. Mais de 300 mil doses desta vacina são esperadas em solo italiano até ao final de abril.

07h33 - Testes rápidos registaram maior número de sempre em abril. O recurso a testes rápidos de antigénio à Covid-19 está a aumentar em Portugal, tendo atingido o maior número a 7 de abril, com mais de 34.000 realizados nesse dia, segundo dados do Instituto Ricardo Jorge.

07h29 - APED defende venda dos autotestes nos super e hipermercados. O diretor-geral da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) defendeu a venda dos autotestes Covid-19 nos supermercados e hipermercados, salientando que o setor quer estar "na parte da solução".

07h22 - Venezuela vai receber vacinas através do Covax. A Venezuela anunciou que adiantou 53,8 milhões de euros para comprar mais de 11 milhões de vacinas contra a Covid-19, através do Fundo de Acesso Global para Vacinas Covid-19 (Covax).

07h16 - México com recorde de mortos, mas 67% destes são de 2020. O México registou 2.192 mortos por Covid-19 no sábado, com as autoridades a justificarem o número recorde com uma atualização da informação, explicando que 67% destes óbitos datam de 2020.As autoridades adiantaram ainda que nas últimas 24 horas foram identificados 6.365 casos. O país contabiliza 209.212 mortos e 2.278.420 infetados desde o início da pandemia.

07h11 - Governadores peruanos pedem oxigénio medicinal à Venezuela. Os governadores das regiões peruanas de Junín, Tumbes e Lambayeque pediram à Venezuela oxigénio medicinal para tratar pacientes infetados com Covid-19 nessas áreas, onde os casos estão a aumentar, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros Venezuelano.

07h07 - "Não se deve incentivar por decreto" o teletrabalho. O diretor-geral da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) defendeu, em entrevista à Lusa, que "não se deve incentivar por decreto" o teletrabalho, mas que devem ser as empresas "a definir" o que é melhor.

"Nós, empresas, é que sabemos o que é que é melhor para os nossos colaboradores e como é que devemos gerir as expectativas", afirmou Gonçalo Lobo Xavier, quando questionado sobre o prolongamento do teletrabalho até final do ano.

07h00 - Bom dia. Começa agora um novo acompanhamento da situação da Covid-19 AO MINUTO. Recorde aqui os principais acontecimentos sobre a pandemia, que ocorreram ontem, em Portugal e no Mundo. 

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2021 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório