Meteorologia

  • 29 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 4º MÁX 11º

AO MINUTO: Número de mortos em Portugal é o baixo desde 25 de outubro

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19.

AO MINUTO: Número de mortos em Portugal é o baixo desde 25 de outubro

Marcelo Rebelo de Sousa, vai ouvir, esta quarta-feira, os nove partidos com assento parlamentar, por videoconferência, sobre a renovação do Estado de Emergência. As audiências estão marcadas para entre as 11h00 e as 17h00, por esta ordem: CDS-PP, Chega, PEV, PAN, Iniciativa Liberal, PCP, BE, PSD e PS.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) atualizou, esta manhã, a norma relativa à vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca, de forma a permitir a sua utilização sem reservas a partir dos 18 anos. Pessoas com trissomia 21 e professores entram no grupo dos prioritários.

De acordo com o quarto relatório de vacinação contra a Covid-19, emitido pela DGS, 739.662 pessoas receberam a primeira dose - o correspondente a 8% da população residente no país. Já 293.245 (3% da população) têm a vacinação completa.

Portugal somou, esta quarta-feira, mais 642 novos casos e 22 mortes relacionados com a Covid-19, indicou o boletim epidemiológico da DGS. Este número de mortos é o mais baixo desde 25 de outubro, dia em que 19 pessoas perderam a vida.

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

15h50 - Boa tarde! Este registo termina aqui, mas pode continuar a acompanhar todas as incidências relacionadas com o novo coronavírus neste link. Mantenha-se seguro! 

15h45 - Testes nas escolas privadas? Vacinação e testagem "não é comparável". O secretário de Estado da Saúde considerou hoje que a vacinação do pessoal docente e não docente das escolas, incluindo privadas, não é comparável à realização de rastreios apenas nos estabelecimentos de ensino públicos. "A primeira comunicação que fizemos sobre a vacinação [contra a covid-19] foi que era universal, voluntária e gratuita. Portanto, não está em causa, nem nunca estaria em causa, qualquer questão relativamente a este tema. Não é comparável", disse Diogo Serras Lopes.

15h37 - Já foram administradas em Portugal 1.055.085 vacinas contra a Covid-19. A República Portuguesa revela, na rede social Twitter, que já foram administradas, até à data, 1.055.085 vacinas contra a Covid-19 em Portugal. Das vacinas já administradas, 757.663 dizem respeito a primeiras doses e 297.422 a segundas inoculações.

15h35 - Presidente da Câmara de Viseu transferido para UCI. O presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, foi hoje de manhã transferido para a Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de S. Teotónio, devido à Covid-19, informou a autarquia. "O agravamento da insuficiência respiratória levou à necessidade de entubação e ventilação mecânica", explica-se.

14h58 - Portugal regista mais 642 casos de Covid-19 e 22 mortes. Portugal somou, nas últimas 24 horas, mais 642 novos casos e 22 mortes relacionados com a Covid-19, indica o boletim epidemiológico da DGS divulgado esta quarta-feira. Este número de mortos é o mais baixo desde 25 de outubro, dia em que 19 pessoas perderam a vida. No total, o país regista 811.948 infetados e 16.617 óbitos.

14h55 - Governo admite começar desconfinamento antes da Páscoa. O ministro da Economia admitiu hoje que algumas áreas podem começar a desconfinar antes da Páscoa, mas disse que o Governo ainda não sabe quais, porque quer decidir de forma segura e informada, com base nas auscultações que tem feito.

14h15 - PAN preocupado com a "saúde mental" pede plano "socialmente justo". Após o encontro com Marcelo Rebelo de Sousa, André Silva revelou aos jornalistas que defendeu, junto do Presidente, "um plano de desconfinamento baseado em critérios, mas também seja socialmente justo e adequado" que tenha em conta a "saúde mental" dos portugueses.

14h12 - PEV espera desconfinamento "planeado, organizado e bem comunicado".  A deputada do PEV Mariana Silva defendeu hoje um desconfinamento realizado "de forma planeada, organizada e bem comunicada", com medidas reajustáveis, alertando que "o pico" das consequências sociais e económicas ainda não é conhecido.

14h07 - Governo apresenta reforço dos apoios à economia na sexta-feira. O Governo prepara-se para "reforçar e alargar" os apoios às empresas. As novidades serão apresentadas na sexta-feira. Sobre o plano de desconfinamento, que será aprovado amanhã em Conselho de Ministros, Siza Vieira diz "há condições para se fazer alguma coisa antes da Páscoa".

14h06 - Ordem diz que mais de 2.500 médicos já foram vacinados. Mais de 2.500 médicos foram vacinados até terça-feira e cerca de 134 viram a sua vacinação adiada por já terem tido Covid-19, uma situação que a Ordem dos Médicos (OM) pretende alterar, anunciou hoje o bastonário Miguel Guimarães.

13h58 - Açores sem novos casos e 13 recuperações em São Miguel. Os Açores não diagnosticaram, nas últimas 24 horas, casos positivos de Covid-19 e há mais 13 doentes recuperados, todos na ilha de São Miguel, revelou hoje Autoridade de Saúde Regional.

13h29 - Diretores defendem que vacinação de professores deve decorrer nas escolas. Os diretores de escolas públicas consideram que deve decorrer nos próprios estabelecimentos a vacinação de professores e pessoal não docente, incluídos hoje pela Direção-Geral da Saúde nos grupos prioritários da fase 1 da vacina contra a Covid-19.

13h18 - "Levou muito tempo para se chegar a consenso" sobre fase seguinte. Num discurso durante a assinatura da declaração da Conferência sobre o Futuro da Europa no Parlamento Europeu, esta quarta-feira, Ursula von der Leyen, mostrou otimismo no futuro da União Europeia, mas apontou alguns erros com os quais é preciso aprender para que não se repitam.

13h12 - Governo pondera avançar com restrições sem Estado de Emergência. Após o encontro com Marcelo Rebelo de Sousa, o líder do Chega! revelou que o desconfinamento deverá começar já na próxima segunda-feira - com a rabertura do pré-escolar e a permissão do regresso das vendas ao postigo -, sublinhando que o "Estado de Emergência está a ser banalizado"

"É possível que o Governo dê entrada com um diploma para possibilitar restrições fora do Estado de Emergência", afirmou ainda.

12h56 - Governo publica portaria para recuperação de consultas presenciais. A portaria sobre o incentivo para a recuperação de consultas presenciais nos cuidados de saúde primários foi hoje publicada pelo Governo em Diário da República, definindo a sua realização "fora do horário de trabalho" por equipas de profissionais.

12h52 - Autoridade Aduaneira emite ofício sobre bloqueio da exportação de vacinas. A Autoridade Aduaneira emitiu um ofício aos serviços sobre o bloqueio de exportação de vacinas contra a Covid-19, e de substâncias ativas usadas na sua produção, sujeitas agora a autorização da ASAE - Autoridade de Segurança Alimentar e Económica.

12h47 - Boris desmente UE. "Não bloqueámos a exportação de uma única vacina". O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, desmentiu hoje o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, e afirmou que o Reino Unido não bloqueou a exportação de vacinas contra a Covid-19 nem de componentes

12h34 - Prioritários? Docentes e não docentes do privado incluídos. "As previsões são positivas em termos do que aconteceu relativamente ao passado. No passado nós tínhamos contratado um conjunto de vacinas e chegaram metade a território nacional e as previsões para o futuro não são essas. Se essas previsões se concretizarem, vamos conseguir vacinar a um ritmo muito superior e atingir os objetivos que temos todos propostos", afirmou o responsável pela task-force da vacinação em Portugal.

Sobre o alargamento das prioridades nas vacinas contra a Covid-19, o vice-almirante assegurou que - ao contrário do que aconteceu com os testes - "vão ser incluídos os docentes e não docentes do setor privado"

12h31 - Pandemia fez quase 10 mil mortos em todo o mundo nas últimas 24 horas. A pandemia de Covid-19 provocou a morte de quase 10 mil pessoas em todo o mundo nas últimas 24 horas, com o Brasil a registar o maior número, 1.972 vítimas mortais, segundo um balanço diário da France-Presse.

12h24 - CDS defende "reforço de controlo epidemiológico nas fronteiras". O CDS defendeu esta quarta-feira, no final da audiência com o Presidente da República sobre a renovação do Estado de Emergência, que "tem de haver reforço de controlo epidemiológico nas fronteiras". A posição foi justificada por Francisco Rodrigues dos Santos, em declarações aos jornalistas, pelo facto de, em Portugal, "60% das infeções [serem] provocadas pela variante britânica" e pelo facto de o nosso país ser "o quarto destino mundial dos passageiros do Reino Unido"

12h18 - Costa em Bruxelas para assinar Declaração sobre o Futuro da Europa. António Costa está, esta quarta-feira no parlamento Europeu, em Bruxelas, para a assinatura da Declaração sobre o Futuro da Europa, onde asseverou "a esperança de que juntos construiremos uma Europa de futuro, justa, verde, digital". "Congratulamo-nos, por isso, ter sido possível ultrapassar o impasse que nos paralisava", apontou, agradecendo "aos que trabalharam para alcançar este acordo". 

"Sabemos que não temos todos a mesma visão sobre a Europa do futuro nem sobre o futuro da Europa. Mas é precisamente por isso que a conferência sobre o futuro da Europa é um momento decisivo para podermos discutir sem tabus a diversidade das nossas visões. Só assim poderemos recuperar o que nos une", acrescentou o primeiro-ministro português.

12h17 - Bastonário da Ordem dos Médicos reage a vacina da AstraZeneca para maiores de 65 anos. "Todas as vacinas passam pela Agência Europeia do Medicamento e pela FDA americana, onde todos os estudos que são feitos são amplamente escrutinados até ao milímetro", apontou Miguel Guimarães.

12h08 - Moçambique vacinou 15.873 profissionais de saúde em 24 horas. O ministro da Saúde de Moçambique, Armindo Tiago, disse hoje que 15.873 profissionais de saúde foram vacinados contra a Covid-19 em 24 horas após o início da vacinação no país, na segunda-feira, assegurando transparência na gestão do processo.

11h56 - Argentina reforça restrições de voos, sobretudo em relação ao Brasil. A Argentina vai reforçar a restrição dos voos ao exterior, com especial foco no Brasil, além de manter a proibição de turistas estrangeiros no país, devido à Covid-19, anunciou o Governo.

11h23 - A outra batalha da Ucrânia: Contornar relutância do povo em ser vacinado. As infeções por coronavírus estão a subir no país de forma proporcional à oposição às vacinas. E nem os profissionais de saúde que tratam de pacientes com Covid-19 escapam à resistência à imunização, tendo apenas 40% sido vacinados.

11h05 - Infarmed a favor da administração da vacina da AstraZeneca a idosos. "Não existem, neste momento, razões para restringir o seu uso em indivíduos acima dos 65 anos de idade", lê-se no comunicado do Instituto.

10h51 - Setor da dança "está estrangulado. Não se esqueçam de nós". A PlataformaDança – Associação Nacional da Dança defende que o setor "está completamente estrangulado" e que "um prazo prolongado para desconfinar será arriscar o colapso".

10h45 - Bruxelas garante mais 4 milhões de doses da vacina da Pfizer até fim do mês. A Comissão Europeia anunciou hoje um acordo com a BioNTech-Pfizer para o fornecimento de mais quatro milhões de doses de vacinas da Covid-19 aos Estados-membros nas próximas duas semanas.

10h33 - É necessário vacinar-me se já estive infetado? De acordo com a BBC News Mundo, uma pesquisa recente publicada no jornal científico The Lancet sugere que estar infetado com o novo coronavírus oferece tanta proteção quanto uma única dose da vacina.

10h21 - AHRESP quer apoios "robustos" e conhecer desconfinamento "com urgência". De acordo com os dados do inquérito da AHRESP do mês de fevereiro, que contou com 964 respostas válidas, mais de metade das empresas de restauração (52%) indicaram estar com a atividade totalmente encerrada. No caso do alojamento, 27% das empresas estiveram com a atividade suspensa.

09h57 - DGS passa a recomendar vacina da AstraZeneca a maiores de 65. A Direção-Geral da Saúde atualizou hoje a Norma relativa à vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca, "de forma a permitir a sua utilização sem reservas a partir dos 18 anos, dada a sua segurança, qualidade e eficácia comprovadas, tal como foi aprovado pela Agência Europeia de Medicamentos", indicou a Autoridade em comunicado enviado às redações.

DGS atualiza grupos prioritários para a vacinação contra a Covid-19. "São incluídas na Fase 1 as pessoas com trissomia 21, pelo risco acrescido de evolução para Covid-19 grave" e "serão também vacinados os docentes e não-docentes dos estabelecimentos de ensino e educação e das respostas sociais de apoio à infância, de acordo com o plano logístico que será implementado".

Consulte aqui a norma atualizada

09h43 - Um ano depois, o que se sabe e não se sabe da pandemia. A doença respiratória Covid-19, causada por um novo coronavírus, detetado em dezembro de 2019 na China, foi declarada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma pandemia em 11 de março de 2020. Mas que dúvidas ainda persistem? Tire-as neste artigo.

09h35 - Governo japonês considera difícil permitir entrada de público estrangeiro nos Jogos Olímpicos. Em conferência de imprensa, o porta-voz do Governo nipónico afirmou que a tarefa do executivo é "cuidar da segurança do povo japonês", sendo a entrada de visitantes estrangeiros para os Jogos complicada devido ao risco de propagação de novas estirpes do novo coronavírus (SARS-CoV-2).

09h26 - Meia Maratona de Lisboa novamente adiada para 21 de novembro. A 30.ª edição da Meia Maratona de Lisboa vai ser disputada em 21 de novembro, depois de ter sido hoje novamente adiada, devido à pandemia de Covid-19, anunciou a organização.

09h13 - Um único caso de gripe ajudou Hospital de Viseu no combate à pandemia. O Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV) registou este inverno "um único caso de gripe", facto que ajudou esta unidade hospitalar no combate à pandemia provocada pela Covid-19, disse hoje a diretora da Medicina.

09h01 - Ordem lamenta não ter sido ouvida no inquérito ao lar de Reguengos. A Ordem dos Médicos lamenta não ter sido ouvida pela IGAS no inquérito ao surto de Covid-19 no lar de Reguengos de Monsaraz e aponta a tentativa de branqueamento da atuação das autoridades regionais.

Na nota enviada às redações, a Ordem dos Médicos lamentou ter tomado conhecimento do relatório da IGAS pela comunicação social e considerou que o documento, "de forma inexata e imprecisa", lhe aponta baterias "através da divulgação de informação inserida em contexto não devidamente circunstanciado".

08h42 - Mulheres saem à rua contra "Bolsonaro Genocida". No Dia Internacional da Mulher, São Paulo foi uma das cidades onde centenas de brasileiras fizeram ouvir as suas vozes de descontentamento contra o governo de Jair Bolsonaro. A forma como este está a gerir a pandemia da Covid-19 foi um dos temas fortes.

Notícias ao Minuto [Mulheres saem à rua contra "Bolsonaro Genocida"]© Getty Images

08h33 - O plano do Governo e outras 4 coisas que deve saber para começar o dia. Tome nota, neste link, dos principais temas da Economia que marcam a agenda desta quarta-feira, dia 10 de março.

08h17 - Hoje é notícia: Cabeleireiros em dúvida; Portugal foi o mais severo da UE. Fique a par das capas e dos temas dos principais jornais, aqui.

07h46 - Parceiros sociais reúnem-se hoje com plano de desconfinamento na agenda. O Governo apresenta hoje aos parceiros sociais o plano de desconfinamento numa reunião da Concertação Social que conta com a presença da ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, e do ministro da Economia, Pedro Siza Vieira.

07h31 - Alemanha regista mais de 9 mil casos e 300 mortes nas últimas 24 horas. O Instituto Robert Koch anunciou esta quarta-feira que foram diagnosticados 9.146 novos contágios por coronavírus e morreram mais 300 pessoas na Alemanha em 24 horas. No total, o país soma nesta altura 2.518.591 casos de infeção e 72.489 óbitos.

07h25 - Quase metade dos idosos com 80 ou mais anos já tem a 1.ª dose da vacina. A Direção-Geral de Saúde (DGS) divulgou, ontem, o quarto relatório de vacinação contra a Covid-19 no país. 739.662 já receberam a primeira dose da vacina, o correspondente a 8% da população residente no país. 293.245 (3 % da população) já têm a vacinação completa.

07h22 - Jornalismo é uma "arma eficaz" no combate à doença. Uma equipa de investigação de três universidades portuguesas, que analisou cerca de três mil notícias publicadas durante as vagas pandémicas que assolaram Portugal, concluiu que o jornalismo constitui uma "arma eficaz" no combate à Covid-19.

07h15 - Primeiro-ministro tailandês borrifa jornalistas com desinfetante. O primeiro-ministro tailandês Prayuth Chan-ocha deixou os jornalistas admirados e divertidos, esta terça-feira, quando interrompeu a sua própria conferência de imprensa para os borrifar com desinfetante de mãos de forma a evitar as questões que lhe estavam a ser colocadas.

07h11 - EUA com 1.884 mortos e 51.075 casos nas últimas 24 horas. Os Estados Unidos registaram 1.884 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, além de 51.075 casos, de acordo com a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.Desde o início da pandemia, os Estados Unidos acumularam 527.612 óbitos e 29.092.305 casos da doença. São o país com mais mortes devido à Covid-19 e também com mais contágios.

07h06 - Marcelo recebe partidos sobre renovação do Estado de Emergência. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai ouvir hoje os nove partidos com assento parlamentar, por videoconferência, sobre a renovação do Estado de Emergência. De acordo com a agenda do chefe de Estado, as audiências estão marcadas para entre as 11h00 e as 17h00, por esta ordem: CDS-PP, Chega, PEV, PAN, Iniciativa Liberal, PCP, BE, PSD e PS.

07h00 - Bom dia! Iniciamos aqui um novo registo onde vai poder acompanhar as mais recentes incidências sobre o novo coronavírus. Para recordar as notícias da tarde de ontem, clique aqui.

Leia Também: AO MINUTO: 20 mil PSP e GNR vacinados. Pior nº diário de mortes no Brasil

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório