Meteorologia

  • 28 OUTUBRO 2021
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Assessor de Governo Trump acusado de participar no ataque ao Capitólio

Um ex-assessor do Departamento de Estado do Governo do Presidente Donald Trump foi acusado de participar da invasão do Capitólio, em 06 de janeiro, e de agredir oficiais que tentavam proteger o edifício.

Assessor de Governo Trump acusado de participar no ataque ao Capitólio

Federico Klein, que também trabalhou na comitiva de campanha de Trump, em 2016, foi visto usando um boné de propaganda do Presidente republicano no meio da multidão, tentando forçar a sua entrada no Capitólio, em 06 de janeiro, segundo os 'media' norte-americanos.

As autoridades dizem que Klein forçou a passagem em direção às portas do Capitólio, onde se envolveu física e verbalmente com polícias que tentavam manter a multidão afastada.

Klein foi visto no edifício sede do Congresso empurrando violentamente um escudo antimotim contra um polícia e incitando a multidão que tentava passar pela linha de segurança, gritando: "Precisamos de gente nova, precisamos de gente nova", de acordo com os documentos da acusação.

Enquanto a multidão lutava com a polícia no túnel, Klein empurrou o escudo antimotim, que havia sido roubado de um oficial, entre as portas do Capitólio, evitando que a polícia as fechasse, dizem as autoridades. Eventualmente, um oficial usou spray químico, forçando Klein a se mudar para outro lugar, dizem as autoridades.

Klein foi detido na quinta-feira, no estado da Virgínia, e enfrenta acusações que incluem obstrução ao Congresso e agressão a polícias com arma perigosa.

Pelo menos cinco pessoas, incluindo um polícia do Capitólio, morreram como resultado da insurreição de 06 de janeiro, e cerca de 300 pessoas foram acusadas por diversos crimes associados ao ataque.

Klein tornou-se assistente da equipa do Departamento de Estado, logo após a tomada de posse de Trump, em 2017, de acordo com um relatório de divulgação financeira.

Os documentos provam que ele tinha uma autorização de segurança ultrassecreta que foi renovada em 2019, e que renunciou ao cargo que ocupava em 19 de janeiro passado, um dia antes de Joe Biden tomar posse como 46.º Presidente dos EUA.

Um agente especial de segurança diplomática do Departamento de Estado disse que Klein trabalhava no gabinete de assuntos brasileiros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório