Meteorologia

  • 20 ABRIL 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 20º

Edição

Human Rights Watch acusa exército dos Camarões de abusos e violações

A ONG Human Rights Watch (HRW) acusou hoje as autoridades militares dos Camarões de vários abusos e ataques contra civis na zona anglófona do país, no Sudoeste.

Human Rights Watch acusa exército dos Camarões de abusos e violações

Em março de 2020, "pelo menos 20 mulheres - incluindo quatro deficientes - foram violadas, um homem morto e 35 outras pessoas presas" na aldeia de Ebam, refere um relatório da HRW, classificando o ataque como "um dos piores perpetrados pelo exército camaronês", que durante quase quatro anos se opôs aos grupos armados separatistas nas duas regiões ocidentais, povoadas principalmente pela minoria anglófona dos Camarões.

Testemunhas disseram que mais de 50 soldados entraram em Ebam a pé durante a noite, em retaliação contra civis suspeitos de cooperarem com combatentes separatistas.

"Cinco soldados com máscaras entraram em minha casa (...) Um deles abusou de mim", disse uma testemunha, citada pela HRW, que descreveu os pormenores do ataque.

Nenhuma das vítimas de violação entrevistadas pôde receber cuidados médicos após o ataque, em parte devido ao custo do tratamento e com medo de estigmatização ou rejeição social.

A ONG sustentou também que os soldados levaram pelo menos 36 homens para uma base militar, "onde foram repetidamente espancados".

"Este ataque é bastante emblemático do que está a acontecer nos Camarões de língua inglesa", sustenta a investigadora Ilaria Allegrozzi, da HRW Camarões.

"Hoje, os ataques dos separatistas contra postos militares, por um lado, e os abusos das forças de segurança, por outro, têm lugar quase todos os dias. Os civis são apanhados no fogo cruzado e vivem com medo", acrescentou.

O conflito resultou em mais de 3.500 mortes e obrigou mais de 700.000 pessoas a fugir das suas casas.

Leia Também: Nove pessoas detidas por suspeita de práticas homossexuais nos Camarões

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório