Meteorologia

  • 12 ABRIL 2021
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 20º

Edição

Leite condensado? "É para enfiar no rabo de vocês", diz Bolsonaro

Jair Bolsonaro reagiu com grosseria às notícias sobre os gastos do seu governo em alimentação, durante o ano de 2020, como é o caso de 15 milhões de reais (2,2 milhões de euros) em leite condensado.

Foi durante um almoço privado com cantores de música sertaneja, que ocorreu esta quarta-feira, que Jair Bolsonaro se referiu pela primeira vez aos gastos do governo federal em alimentação durante o ano de 2020: mais de 1,8 mil milhões de reais (270 milhões de euros) em alimentos, o que representa um aumento de 20% face a 2019, num ano em que os serviços estiveram, em grande parte, encerrados por causa da pandemia.

Um dos detalhes que mais chama a atenção na reportagem publicada no domingo pelo jornal Metrópoles está a despesa de 15 milhões de reais (2,2 milhões de euros) só em leite condensado.

"Quando vem a imprensa, me atacar, que eu comprei, 2 milhões e meio de lata de leite condensado. Vai pra puta que pariu. [...] Imprensa de merda essa daí. É pra enfiar no rabo de vocês, de vocês não, de vocês aí da imprensa, essa lata de leite condensado", ouve-se dizer o presidente do Brasil, conforme pode ver no vídeo acima, sendo no final agraciado com um coro de gritos de "mito".

O chefe do Executivo estava acompanhado do presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci, dos ministros Fabio Faria, Ernesto Araújo, Tarcísio Freitas, Mario Frias, do filho Jair Renan e de vários artistas.

Bolsonaro defende, ainda, de acordo com o Correio Braziliense, que os produtos não são destinados à presidência. "Não é para a Presidência da República essa compra de alimentos até porque nossa fonte é outra. São para alimentar 370 mil homens do exército brasileiro e também programas de alimentação via Ministério da Cidadania, também alimentação via Ministério da Educação, entre tantos e tantos outros", justificou.

Recorde-se que os partidos brasileiros pediram esta quarta-feira a abertura de uma investigação aos gastos do governo de Jair Bolsonaro com alimentação em 2020. O Partido Democrático Trabalhista (PDT), que entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar esses gastos, considera que os valores são "exorbitantes".

Leia Também: Governo do Brasil gasta 2,2 milhões em leite condensado

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório