Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2021
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 16º

Edição

Cão com problema congénito é abandonado por pessoa que o ia acolher

A história comovente de Jack fez com que centenas de novas famílias surgissem, disponíveis para lhe dar um lar.

Jack continua à procura de uma família depois de uma pessoa, que mostrou interesse em acolhê-lo, ter voltado atrás com a sua palavra.

O cão tem nove meses, é de raça American Bully e vive num abrigo para animais em Ohio.

Jack nasceu com espinha bífida, um defeito congénito que ocorre quando os ossos da coluna não se formam completamente.

A sua condição torna a sua adoção mais difícil, mas recentemente apareceu uma pessoa interessada nele.

Nesse dia, o animal tomou banho, vestiu um arnês extravagante, uma fralda nova e uma equipa do abrigo fez uma viagem de ida e volta de cerca de 40 minutos... para nada.

A pessoa interessada arrependeu-se à última hora e deixou o cão sem lar. O abrigo decidiu reportar o caso através das redes sociais, para mostrar o impacto que a rejeição tem, até num animal, e o que se seguiram foram centenas de mensagens de apoio.

Segundo a instituição, o animal tem agora 200 pedidos de adoção e o difícil será mesmo escolher quem ficará com ele.

Leia Também: Pinguim (confuso) engana-se no grupo a seguir e 'amigo' vai buscá-lo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório