Meteorologia

  • 10 ABRIL 2021
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

AO MINUTO: Rui Rio em isolamento profilático; Como vão ser as Eleições?

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Rui Rio em isolamento profilático; Como vão ser as Eleições?

Depois de dois dias em que foram atingidos novos patamares em vários indicadores do evoluir da pandemia em Portugal - novo máximo de casos diários e de mortes na sexta-feira e novo máximo de internados no sábado -, o Governo confirmou, este sábado, que vai implementar um novo confinamento no país, “muito próximo daquele que aconteceu nos meses de março e abril”.

Os moldes deste novo período de exceção serão desenhados na próxima terça-feira, na reunião com epidemiologistas, na sede do Infarmed, que contará com a presença, por videoconferência, dos candidatos presidenciais.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

00h00 - Boa noite! Este registo chegou ao fim, mas será retomado um novo na manhã de segunda-feira. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes.

Caso tenha sintomas:

  • SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24
  • SNS24 da Madeira: 800 24 24 20
  • SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

23h00 - Cantora Grimes afirma que "finalmente" está infetada com Covid-19. A artista musical Grimes recorreu recentemente aos Instagram Stories para comunicar que está infetada com o novo coronavírus. E deu nas vistas com a breve mensagem com que deu a notícia. 

22h55 - Aliviar medidas no Natal foi "leviandade" do Governo e dos partidos. Luís Marques Mendes considerou uma "leviandade" o alívio das medidas restritivas durante o período do Natal, culpabilizando o Governo, mas também os partidos. Apesar de ter sido o Executivo a tomar a decisão, a verdade é que "todos os partidos quiseram a mesma coisa", razão pela qual "estão todos metidos no mesmo barco". "Quiseram aliviar as medidas no Natal. Isso é muito bonito, muito simpático, muito agradável, é popular, mas é uma leviandade", afirmou o comentador, no seu habitual espaço de comentário na SIC. 

22h43 - Brasil regista mais 29.792 novos casos e 469 óbitos em 24 horas. O Brasil registou, nas últimas 24 horas, mais 29.792 novos casos e 469 óbitos relacionados com a Covid-19. Os dados foram revelados este domingo pelas Autoridades de Saúde e mostram ainda que, desde o início da pandemia8.105.790 pessoas foram infetadas pelo novo coronavírus no país e 203.100 perderam a vida. Há também a registar um total de 210.147.125 recuperados e 7.167.651 casos em acompanhamento.

22h21 - Levar caneta para votar? Cascais (já) adquiriu 100 mil esferográficas. Este sábado, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, fez uma declaração onde explicou aos portugueses as 'regras' que terão de ser observadas durante as Eleições Presidenciais do próximo dia 24 de janeiro. O governante revelou também que cada eleitor deve levar a sua própria caneta de casa, uma vez que, nas mesas de voto, não vai lá estar a "a histórica caneta como habitualmente acontecia". Neste seguimento, a Câmara Municipal de Cascais informou já ter colocado 'mãos à obra' para evitar questões nas secções de voto devido à falta de esferográfica para colocar a cruz nos boletins e comprou 100 mil

21h47 - Madeira regista mais 93 novos casos. Destes casos, cinco são importados (dois provenientes do Reino Unido e três da Região de Lisboa e Vale do Tejo) e 88 de transmissão local, associados, indicou a DRS, a "contactos ou contextos de casos positivos". Entre estes, quatro correspondem a profissionais do setor da Educação identificados no âmbito do rastreio em curso nas escolas do concelho do Funchal.

20h59 - Presidente checo pediu ajuda a Israel sobre vacinação. O Presidente checo anunciou hoje que tinha pedido a Israel que partilhasse os seus conhecimentos em matéria de vacinação contra o coronavírus, uma vez que o seu país tem atualmente uma das taxas de infeção mais elevadas do mundo.

20h28 - São Tomé e Príncipe regista mais 12 casos positivos. São Tomé e Príncipe registou 12 casos positivos do novo coronavírus nas últimas 24 horas, aumentando o total de infetados para 1.066, indicou o Boletim Diário hoje publicado.

20h02 - Presidenciais. Campanha arrancou mas apenas 4 candidatos estiveram na rua. A campanha oficial para as eleições presidenciais de 24 de janeiro arrancou hoje e decorre até dia 22, muito limitada devido à pandemia de Covid-19, mas apenas quatro dos sete candidatos realizaram iniciativas.

19h52 - Hospital de campanha com capacidade para 100 camas abre em Portimão. O Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA) abriu hoje no Pavilhão Arena, em Portimão, um hospital de campanha Covid-19 com capacidade de até 100 camas, anunciou a unidade hospitalar.

19h33 - Surto em lar de Torres Vedras com 89 infetados. Registada primeira morte. O surto de covid-19 no Lar de São José, em Torres Vedras, registou a primeira morte e um aumento do número de infetados de 62 para 89 em dois dias, de acordo com o boletim epidemiológico municipal hoje divulgado.

19h20 - Rui Rio vai ser testado à Covid-19 após contacto com Salvador Malheiro. Rui Rio, presidente do PSD, vai ser testado à Covid-19 após ter estado com Salvador Malheiro que, este sábado, revelou estar infetado com o novo coronavírus. Ambos marcaram presença na Comissão Permanente do partido e, apesar de terem usado de máscara, o líder da oposição será sujeito a teste para despistar uma eventual infeção.

No Twitter, o ex-autarca do Porto já confirmou que irá manter-se em isolamento profilático, assim como o secretário-geral do partido, José Silvano, depois de terem contactado com Salvador Malheiro.

19h12 - Surto no hospital de Torres Vedras aumenta para 75 infetados. O número de infetados associados ao surto de Covid-19 no hospital de Torres Vedras aumentou de 62 para 75 em dois dias e causou mais uma morte, contabilizando-se oito no total, segundo o boletim epidemiológico municipal hoje divulgado.

19h00 - Mais de 20 mil já inscritos para voto antecipado. Saiba como fazê-lo. Eleitores podem registar-se a partir deste domingo, até ao próximo dia 14, para votar antecipadamente em qualquer parte do país. Idosos confinados em lares também poderão fazê-lo, sendo que a inscrição destes deve ser feita entre 14 e 17 de janeiro, tal como a restante população que se encontrar em confinamento obrigatório.

Eduardo Cabrita destacou ainda a redução de eleitores por cada mesa de voto e o consequente aumento das seções de voto. O que significa que, relativamente às Legislativas de 2019, "vamos ter 2.800 seções de voto a mais", afirmou Cabrita. Contas feitas: "Vamos passar de pouco mais de 10 mil para cerca de 13 mil. Este é também um contributo para a redução dos ajuntamentos e filas no exercício de voto". Saiba tudo aqui.

18h33 - Hospital de Évora aumenta capacidade e quer contratar mais profissionais. O Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) aumentou a capacidade para doentes com o vírus da Covid-19 e suspeitos de infeção do coronavírus, com abertura de novas valências, e quer contratar mais profissionais de saúde.

18h28 - Cabo Verde com mais 76 infetados nas últimas 24 horas. As autoridades sanitárias cabo-verdianas diagnosticaram mais 76 infetados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, elevando para 12.392 os casos acumulados desde 19 de março, segundo dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde.

18h14 - Londres angaria 1,4 milhões de euros para vacinas de 92 países pobres. O Reino Unido angariou, com aliados, cerca de 1.400 milhões de euros para ajudar 92 países em desenvolvimento a ter acesso a vacinas contra a Covid-19, anunciou hoje o Governo britânico.

17h20 - Quase 55 mil casos e 563 mortos no Reino Unido em 24 horas. O Reino Unido registou, nas últimas 24 horas, 54.940 casos de infeção pelo novo coronavírus, de acordo com os dados divulgados este domingo. No mesmo período, morreram  563 pessoas devido à Covid-19. Com esta nova atualização, o Reino Unido passa a acumular, desde o início da pandemia, 3.072.349 infeções  e 81.431 óbitos

17h04 - Manifestação contra restrições junta três mil pessoas no centro de Praga. Cerca de três mil pessoas manifestaram-se hoje no centro de Praga contra as restrições impostas para travar a pandemia de Covid-19, numa altura em que os contágios continuam a aumentar na República Checa.

16h57 - Novo surto em lar de Moura com 20 utentes e 11 funcionários infetados. Um novo surto do novo coronavírus SARS-CoV-2 foi detetado num lar do concelho de Moura, no distrito de Beja, com 20 utentes e 11 funcionários infetados, divulgou hoje a Proteção Civil Municipal.

16h49 - Salvador Malheiro testa positivo para a Covid-19. Autarca de Ovar revelou estar infetado numa publicação no Facebook. "A Covid-19 não atinge só as outras pessoas e, neste momento, também eu estou infetado", escreveu o social-democrata, acrescentando que, apesar de todos os cuidados que tem tido diariamente, "em algum momento" pode ter "falhado".

16h45 - Itália regista mais 18.627 infetados e 361 mortos. Itália notificou, nas últimas 24 horas mais 18.627 diagnósticos positivos para o SARS-CoV-2, fazendo aumentar o número total de infeções para  2.276.491, de acordo com a atualização feita este domingo pelas autoridades italianas. Os dados de hoje representam uma ligeira descida face a sábado, dia em que foram reportados 19.978 novos casos. De sublinhar que a descida dos números ao domingo deve-se, geralmente e em parte, a atrasos no reporte no fim de semana. 

16h39 - Surto em lar de Alcobaça aumenta para 81 infetados. O número de infetados no surto de covid-19 no Lar de Évora da Santa Casa da Misericórdia de Alcobaça, no distrito de Leiria, subiu de 31 para 81, disse hoje o delegado de saúde. Jorge Nunes afirmou à agência Lusa que, das 81 pessoas infetadas, 57 são utentes e 24 são funcionários.

16h30 - "Enfermeiros estão de rastos, literalmente, e num grande sofrimento". Ana Rita Cavaco socorreu-se do Facebook para fazer um retrato duro da situação em que se encontram os enfermeiros numa altura em que a pressão aumenta nos hospitais com o agravamento da pandemia no país. "Tornámo-nos no País que comprou ventiladores e exporta enfermeiros", aponta.

Prosseguindo no desabafo, a Bastonária traça um retrato da realidade que os profissionais de saúde enfrentam. "Há doentes pelo chão, hospitais em colapso", descreve. Ana Rita Cavaco diz receber chamadas de manhã à noite a pedirem enfermeiros.

16h19 - Itália quer vacinar seis milhões de pessoas até final de março. O comissário Domenico Arcuri está confiante de que as 60 milhões de doses das vacinas das farmacêuticas Pfizer e Moderna, atribuídas pela União Europeia (UE) a Itália, vão permitir vacinar seis milhões de pessoas nos primeiros três meses do ano e chegar até 30 milhões de pessoas (metade da população do país) no final de 2021.

16h11 - Mosteiro em Campo Maior tem maioria das monjas infetadas. Um surto do vírus da covid-19 no Mosteiro da Imaculada Conceição, em Campo Maior, no distrito de Portalegre, já infetou 14 monjas que residem neste espaço religioso, disse hoje fonte da Arquidiocese de Évora.

15h53 - Surto com 79 infetados em lar de Torres Vedras. Os 79 casos positivos referem-se a 61 dos 70 utentes e 18 dos 37 funcionários, depois de todos terem sido testados. Os residentes infetados estão todos a recuperar na instituição.

15h20 - Mulher antimáscara detida após recusar ordem policial. "Vírus não existe". As autoridades britânicas estão a endurecer o policiamento nas ruas, numa altura em que o Reino Unido reporta mais de mil vítimas mortais por dia, há quatro dias consecutivos. Este sábado, em Bournemouth, três pessoas foram detidas por terem violado as regras de proteção contra o novo coronavírus num protesto contra o novo confinamento no país. Eis as imagens.

14h32 - Lili Caneças indignada com orientações do SNS sobre a vacina. Aos 76 anos, Lili Caneças integra o grupo de cidadãos prioritários a receber a vacina contra a Covid-19 na segunda fase. Mas o que deveria ser um sinal de esperança para a socialite está a deixá-la indignada. Isto porque, como tem seguro de saúde, é habitualmente assistida num hospital privado, pelo que o centro de saúde da sua área de residência não possui os seus dados pessoas. Neste sentido, Lili Caneças critica o facto de ter recebido uma mensagem do Serviço Nacional de Saúde que apela para que fique em casa a aguardar até ser chamada para receber a vacina.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Lili Caneças,Cascais,Portugal (@lilicanecas)

14h18 - Novo máximo de casos ativos. O número de casos ativos voltou a subir, registando-se assim novo máximo. Atualmente, 106.778 pessoas estão infetadas com o coronavírus em Portugal.

14h12 - Número de mortes continua acima das 100. A Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgou o boletim epidemiológico deste domingo, que deu conta de 7.502 novos casos e mais 102 óbitos, o terceiro dia consecutivo com mais de 100 vítimas mortais. Em termos globais, Portugal contabiliza 483.689 contágios e 7.803 vítimas mortais. O número acumulado de recuperados é de 369.108. O número de internamentos ascendeu aos 3.770, incluindo 558 pessoas que estão hospitalizadas nas unidades de cuidados intensivos.

14h01 - Médico espanhol percorre 17 km na neve para fazer turno, ministro tece elogio. Numa altura em que a comunidade de Madrid é particularmente afetada pela tempestade de neve que assola Espanha, um médico interno do Hospital de Puerta de Hierro - para onde não há transportes, nesta altura - correu 17 quilómetros, entre "pura neve", para poder fazer o seu turno. O vídeo tornou-se notícia e acabou mesmo por merecer uma palavra de agradecimento do ministro da Saúde espanhol, Salvador Illa. "Todo o meu reconhecimento a este jovem MIR que percorreu 17 km na neve para fazer o turno no Hospital Puerta de Hierro. O compromisso que demonstram todo o conjunto de trabalhadores da saúde é um exemplo de solidariedade e entrega", escreveu o governante.

13h12 - "Foram tomadas medidas" para que pessoas votem sem medo devido à pandemia. A candidata presidencial bloquista, Marisa Matias, transmitiu hoje uma mensagem de tranquilidade às pessoas que, legitimamente, possam ter medo de ir votar em contexto de pandemia, assegurando que "foram tomadas medidas" para que esse direito possa ser exercido.

13h00 - Sobe para seis o número de mortes no Lar de Miranda do Douro. O número de mortes associadas à covid-19 no Lar da Misericórdia de Miranda do Douro, distrito de Bragança, subiu para seis e todos os 66 utentes estão infetados pelo SARS-CoV-2, disse hoje à Lusa a provedora da instituição.

12h58 - Açores com 71 novos casos, 68 dos quais na ilha de São Miguel. Os Açores registaram nas últimas 24 horas 71 novos casos positivos de covid-19, sendo 68 em S. Miguel e três na Terceira, existindo atualmente na Região 720 casos positivos ativos.

12h48 - Reino Unido quer vacinar todos os adultos até ao outono. O Reino Unido, cujo serviço nacional de saúde se encontra sob forte pressão, pretende vacinar contra a Covid-19 toda a população adulta até ao outono, disse hoje o ministro da Saúde britânico, Matt Hancock. "É claro que começamos com os mais vulneráveis", mas "todo o adulto receberá uma vacina até ao outono", disse o ministro, em declarações à BBC, citadas pela agência France Presse (AFP).

12h46 - Marisa Matias quer ouvir pessoas porque campanhas não podem ser monólogos. A candidata presidencial apoiada pelo BE, Marisa Matias, defendeu hoje que, dentro das limitações impostas pela pandemia e cumprindo todas as regras, não se pode "transformar campanhas em monólogos" e por isso quer continuar a ouvir as pessoas.

12h32 - Vitorino Silva vai cancelar campanha durante novo confinamento. O candidato presidencial Vitorino Silva anunciou hoje que vai cancelar as ações da sua campanha eleitoral durante o novo confinamento a partir de meados da próxima semana devido à pandemia de Covid-19. "Eu pertenço ao povo, não quero mordomias", justificou o candidato, explicando que, se o povo estiver confinado em casa, ele também estará.

12h29 - Pandemia matou pelo menos 1.926.570 pessoas em todo o mundo. A pandemia provocada pelo novo coronavírus já fez pelo menos 1.926.570 mortos em todo o mundo desde que foi notificado o primeiro caso na China, segundo o balanço diário da agência France-Presse. Mais de 89.557.550 pessoas foram infetadas pelo novo coronavírus em todo o mundo, segundo o balanço, feito às 11:00 TMG (12:00 em Lisboa) de hoje com base em fontes oficiais.

Até hoje, pelo menos 55.288.900 pessoas foram consideradas curadas de covid-19, acrescenta a agência francesa, sublinhando que os números oficiais refletem apenas parte do número real de contaminações no mundo.

11h50 - Reino Unido encerra escolas pelo menos até fevereiro e cancela exames. O Reino Unido entrou este ano com um reforço das medidas de confinamento para tentar controlar a propagação do novo coronavírus, tendo decidido encerrar as escolas para quase todos os alunos e cancelar a maioria dos exames. Pelo menos até fevereiro os alunos dos ensinos preparatório e secundário vão ter aulas 'online', estando o ensino presencial reservado apenas para os alunos com necessidades especiais e filhos de trabalhadores de serviços essenciais.

11h33- Inicia-se confinamento de três semanas no Chipre. Começou hoje um confinamento de três semanas no Chipre, onde as autoridades têm lutado para combater um novo crescimento de casos no último mês. As restrições começaram esta madrugada, com o encerramento de todas as lojas retalhistas, incluindo centros comerciais, lojas de rua, restaurantes, cabeleireiros e clínicas de estética.

11h24 - Ministério da Saúde espanhol apela a que não se baixe a guarda em tempo de pandemia. "Lembra-te que o coronavírus continua aqui, ainda que não se veja", repete a tutela, recordando o uso de máscara, a higienização das mãos, a distância de segurança, a ventilação dos espaços fechados e a app de rastreio do país. "São as tuas principais armas".

10h48 - Atrasos no consulado de Paris criaram "situação complicadíssima". O atraso de seis meses para a realização do Cartão do Cidadão no Consulado Geral de Portugal em Paris é "a maior preocupação" do cônsul-geral Carlos Oliveira já que acontece numa "situação complicadíssima" de pandemia em França.

10h20 - Consulado Geral de Paris quer dar "proteção razoável" a quem for votar. O Consulado Geral de Paris promete acolher com medidas de "proteção razoável" os 247.707 eleitores registados na capital francesa e arredores que vão poder votar nos dias 23 e 24 de janeiro, nas eleições presidenciais portuguesas.

9h32 - Portugueses em Hong Kong sem hipóteses de votar devido à pandemia. Os portugueses que residem em Hong Kong não vão conseguir votar nas eleições presidenciais marcadas para 24 de janeiro por causa das restrições da pandemia, disse à Lusa o cônsul de Portugal em Macau e Hong Kong. "Em Hong Kong não haverá mesas de voto. Infelizmente os portugueses residentes em Hong Kong não terão hipótese de votar para as presidenciais, uma vez que o voto é apenas presencial", explicou Paulo Cunha-Alves.

8h19 - Alemanha ultrapassa as 40 mil mortes e os 1,9 milhões de casos de infeção. Autoridades sanitárias alemãs contabilizam mais 16.946 casos de infeção confirmados no último dia e 465 óbitos, as primeiras descidas depois de uma semana com registos diários muito elevados.

7h40 - Um ano desde a primeira morte na China. Amanhã, segunda-feira, terá passado um ano desde que a China confirmou a primeira morte por novo coronavírus, um homem de 61 anos de idade que era um visitante regular do mercado de animais vivos de Wuhan, de acordo com a AFP. Atualmente, quase 2 milhões de mortes depois, a pandemia está de novo descontrolada em vários países, com dezenas de milhões de pessoas doentes e uma economia global seriamente afetada. A China, porém, que conseguiu um maior controlo sobre o vírus dentro de fronteiras, ainda coloca obstáculos ao estudo da origem do vírus, para responder à pergunta sobre como passou de animal para humano.

7h39 - Bélgica ultrapassa os 20.000 mortos. A Bélgica ultrapassou hoje os 20.000 mortos ligados ao novo coronavírus e mais de metade foram registados em lares de idosos, anunciaram as autoridades sanitárias. Este país, de 11,5 milhões de habitantes, regista 662.694 casos de Covid-19 desde o início da pandemia, em março de 2020, e 20.038 mortes, de acordo com números publicados pelo instituto de saúde pública Sciensano.

7h38 - França impõe recolher obrigatório às 18 horas em mais oito distritos. Perante a ameaça de variantes mais contagiosas de Covid-19, o governo francês decidiu neste sábado impor o recolher obrigatório em oito distritos, mas os responsáveis eleitos locais estão contra a medida, cuja eficácia contestam.

7h37 - Campanha presidencial arranca com poucas iniciativas devido à pandemia. A campanha oficial para as eleições presidenciais arranca hoje com a maioria dos candidatos a centrar as ações na parte da manhã, antes do recolher domiciliário às 13h00, devido à pandemia de Covid-19.

7h31 - Algumas atualizações publicadas durante a madrugada:

  • China soma 69 novos casos, mais do que o dobro do dia anterior. A maior partes deste casos locais, 46, foram registados na província de Hebei, que circunda Pequim. Desde que foi detetado este surto, as autoridades chinesas impuseram uma quarentena à capital, Shijiazhuang, com 11 milhões de habitantes, de pelo menos uma semana e vão testar todos os residentes;
  • México com 1.135 mortos e mais de 16 mil novos casos em 24 horas. Com o novo balanço, divulgado no sábado, o total de óbitos registados no país, desde o início da pandemia de Covid-19, em 28 de fevereiro de 2020, subiu para 133.204 e o de contágios para 1.524.036.

7h30- Bom dia! Estamos a iniciar um novo acompanhamento, este domingo. Clique aqui para conferir as atualizações de sábado, relativamente à pandemia do novo coronavírus.

Leia Também: AO MINUTO: "Pacto de confiança não funcionou". Vacina é "escolha ética"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório