Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

AO MINUTO: Portugal 'bate' novo máximo; Presidente Marcelo em isolamento

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Portugal 'bate' novo máximo; Presidente Marcelo em isolamento

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 7.377 mortes e 446. 606 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando ativos 87.004 casos (mais 6.821 em relação à véspera). Só nas últimas horas, Portugal registou um novo recorde de casos, ao contabilizar mais 10.027 infetados, o número diário mais elevado desde o início da pandemia no país.

O Governo esclareceu que a autópsia feita à funcionária do IPO do Porto que morreu dois dias depois de ter sido vacinada contra a Covid-19 indica que a causa da morte não se deveu à vacina.

A Assembleia da República vai, hoje, debater e votar o decreto presidencial que prolonga o Estado de Emergência até 15 de janeiro, depois de o Presidente da República ter proposto uma renovação por um período mais curto de oito dias.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

15h21 - Encerrámos este registo informativo. Obrigado por ter ficado connosco. Pode continuar a acompanhar as últimas notícias aqui.

14h59 - Presidente da República testou negativo, de acordo com a SIC Notícias.

14h30 - A presidente da Comissão Europeia congratulou-se hoje com a 'luz verde' da Agência Europeia do Medicamento (EMA) à vacina da Moderna contra a covid-19, garantindo que Bruxelas trabalha "a toda a velocidade" para a tornar disponível na UE.

"Agora, estamos a trabalhar a toda a velocidade para a aprovar e torná-la disponível na UE", escreveu Ursula von der Leyen na sua conta oficial na rede social Twitter.

14h25 - Mais de 600 jornalistas morreram em todo o mundo devido à covid-19, alertou esta semana a organização suíça Press Emblem Campaign (PEC, sigla em inglês), pedindo às autoridades prioridade na vacinação aos funcionários do setor.

14h20 - Os Países Baixos iniciaram hoje a vacinação contra o novo coronavírus, quase duas semanas depois da maioria das nações da União Europeia, o que valeu críticas ao Governo.

A primeira dose da vacina da Pfizer/BioNTech foi dada a Sanna Elkadiri, uma enfermeira de 39 anos, funcionária num lar, durante uma cerimónia na cidade de Veghel (sul) na presença de autoridades holandesas. O ministro da Saúde, Hugo de Jonge declarou aos jornalistas que foi "um momento incrível".

Notícias ao Minuto Sanna Elkadiri© Reuters

14h00 - Já foi divulgado o boletim epidemiológico da DGS relativo às últimas 24 horas e as notícias não são boas. Portugal 'bateu' um novo máximo diário de infetados: 10.027 dos quais 3.857 na região Norte, 3.333 em Lisboa e Vale do Tejo e 1.932 na região centro.

Destaque ainda para o número de óbitos, mais 91, e dos internamentos: há hoje mais 33 pessoas em enfermaria (3.293 no total) e mais um doente em Unidades de Cuidados Intensivos (516 no total). Quanto a recuperados, foram mais 3.115 nas últimas horas.

13h49 - Parlamento agenda debate eventuais prorrogações do Estado de Emergência a 13 e 27 deste mês. Estes agendamentos com um caráter preventivo foram fixados hoje, durante uma reunião da conferência de líderes parlamentares, que estabeleceu a agenda da Assembleia da República até ao fim deste mês.

13h40 - Hotelaria no Algarve com ocupação mais baixa de sempre no mês de dezembro, com uma taxa de ocupação média por quarto de 14,5%, o valor mais baixo de sempre, anunciou hoje a Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA).

13h11 - Presidente da República em isolamento profilático preventivo. Marcelo Rebelo de Sousa encontra-se em isolamento profilático preventivo, depois de ter tido contacto, na passada segunda-feira, com um elemento da Casa Civil, cujo resultado positivo ao SARS-CoV-2 foi conhecido esta manhã. O chefe de Estado aguarda as diligências das autoridades de saúde, que estão a proceder à análise de risco, segundo nota publicada no site da Presidência.

12h54 - Pandemia já matou mais de 1.8 milhões de pessoas no mundo. A Covid-19 já matou pelo menos 1.869.674 pessoas no mundo desde o início da pandemia em dezembro de 2019, segundo o levantamento realizado hoje pela agência de notícias AFP de fontes oficiais às 11:00.

12h53 - Ministra alerta para nova pressão nos hospitais e dias "muito duros". A ministra da Saúde alertou hoje que Portugal enfrenta uma nova "fase de imensa pressão" no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e que os próximos dias vão ser "muito duros", devido ao crescimento de casos de Covid-19.

12h52 - Médicos exortam Hospitais de Coimbra a respeitarem plano de vacinação. A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos(SRCOM) exortou hoje o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) a cumprir e respeitar os critérios do Plano de Vacinação contra a Covid-19.

12h51 - Número de mortes relacionadas com surto no lar de Alcáçovas sobe para 20. O número de mortes relacionadas com o surto de Covid-19 no lar da Misericórdia de Alcáçovas, concelho de Viana do Alentejo, subiu na terça-feira para 20, disse hoje o provedor da instituição.

12h50 - Ministra do Trabalho admite falta de recursos humanos disponíveis. A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, reconheceu hoje a dificuldade de encontrar recursos humanos disponíveis para responder à pandemia de covid-19, sobretudo no interior, apesar de mais de 12 mil pessoas terem sido colocadas nas instituições.

12h23 - A Agência Europeia do Medicamento deu luz verde à vacina da Moderna. O regulador europeu aprovou a vacina experimental contra a Covid-19 produzida pela empresa de biotecnologia norte-americana Moderna. Só pode ser aplicada a pessoas com mais de 18 anos de idade.

11h51 - Japão ultrapassa pela primeira vez as 5 mil infeções diárias. O Japão ultrapassou hoje pela primeira vez as 5 mil infeções diárias devido ao novo coronavírus, a maioria em Tóquio, no momento em que o Governo finaliza o anúncio de um novo estado de emergência.

11h38 - Portugal já recebeu mais de 140 mil doses da vacina. Portugal já recebeu mais de 140 mil doses da vacina contra a covid-19, das quais quase metade já foi distribuída e, destas, 32 mil foram administradas, revelou hoje a ministra da Saúde, Marta Temido.

11h31 - Governo britânico diz que vacinar 14 milhões de pessoas é "ambicioso" mas possível. O Governo britânico classificou hoje como "muito ambiciosa", mas possível, a meta de vacinar cerca de 14 milhões de pessoas contra a covid-19 até meados de fevereiro no país. "É sem dúvida uma meta ambiciosa, uma meta muito ambiciosa. Mas estou confiante de que, com o plano posto em prática pelo NHS (serviço público de saúde britânico), chegaremos lá", afirmou Nadhim Zahawi, secretário de Estado responsável pelo programa de vacinação, à Sky News.

11h24 - Sobe para 30 o número de casos no lar de São Martinho em Miranda do Douro. O número de casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 no Lar de São Martinho, em Miranda do Douro, no distrito de Bragança, subiu para 30, entre utentes e funcionários, revelou hoje o diretor técnico da instituição.

11h13 - Hospital de Santarém no limite da capacidade mas com margem para camas. O Hospital Distrital de Santarém atingiu o limite da sua capacidade prevista de internamento para doentes infetados com o vírus SARS-CoV-2, mas assegura que tem ainda margem para alargar o número de camas. O Hospital da Guarda, segundo indica a SIC Notícias, está em rutura, sendo mostradas camas amontoadas nos corredores.

11h10 - Bispo de Coimbra manifesta "gratidão pessoal" aos profissionais de saúde. O bispo de Coimbra, Virgílio Antunes, enviou uma carta aos profissionais de saúde que exercem funções na área da diocese, através da qual manifesta solidariedade e "gratidão pessoal" pelo trabalho realizado no combate à pandemia causada pela covid-19.

10h58 - "Estamos novamente perante um momento de crescimento de novos casos". A ministra da Saúde participou esta manhã no arranque da campanha de vacinação contra o novo vírus dos utentes da Santa Casa da Misericórdia de Mora. Em declarações aos jornalistas, à saída do arranque da campanha de vacinação no lar da Santa Casa da Misericórdia de Mora, a governante sublinhou que aquele momento foi particularmente significativo, considerando que "estamos novamente perante um momento de crescimento de novos casos".

10h31 - China nega ter impedido especialistas da OMS de entrarem no país. A China negou hoje ter impedido a entrada no país de uma equipa de especialistas que vai examinar as origens da Covid-19 e garantiu que as discussões com a Organização Mundial da Saúde (OMS) prosseguem. "A China está em contacto com a OMS para que especialistas possam visitar o país. A China está a trabalhar muito nas ambiciosas tarefas de prevenção, mas ainda enfrenta dificuldades para acelerar os preparativos, algo que a OMS sabe perfeitamente bem", afirmou a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, Hua Chunying.

10h14 - A Agência Europeia do Medicamento já iniciou a reunião com os seus especialistas para decidir se aprova ou não a vacina experimental produzida pela empresa de biotecnologia norte-americana Moderna.

9h47 - Testes diagnóstico a 30 mil alunos do ensino básico começam hoje. Cerca de 30 mil alunos de mais de 1.400 escolas de todo o país vão realizar testes de diagnóstico, entre hoje e o final do mês, para aferir o que aprenderam durante a pandemia de Covid-19.

9h42 - Bolsonaro mergulhou de máscara para não "pegar Covid nos peixinhos".No início desta semana, e em conversa com um grupo de apoiantes junto ao Palácio da Alvorada, Bolsonaro garantiu que usou máscara no mar, "para não pegar Covid nos peixinhos". “Sabia que o tio estava na praia nadando de máscara? Mergulhei de máscara também, para não pegar Covid nos peixinhos”, afirmou.

9h14 - Queda do emprego foi maior nos precários, jovens e menos instruídos. A queda do emprego na zona euro observada até final do primeiro semestre do ano passado, foi maior nos trabalhadores com vínculos mais precários, nos mais jovens e menos instruídos, segundo o Banco Central Europeu (BCE). Segundo o documento, o emprego "dos trabalhadores com um alto nível de educação foi praticamente não afetado pela pandemia, ao passo que os trabalhadores com um baixo nível de educação viram um declínio agudo no seu emprego".

9h07 - Já se iniciou a vacinação dos utentes da Santa Casa da Misericórdia de Mora, estando presentes as ministras Marta Temido e Ana Mendes Godinho. A primeira utente a ser vacinada manifestou algum receio, após a toma da vacina, por ter esclerose múltipla, mas indicou que se sentia muito bem e aconselhou toda a gente a vacinar-se.

8h37 - Empresas que tenham dívidas ao IEFP podem aceder a apoios. Deste modo, "não relevam as dívidas constituídas pelas entidades candidatas ou promotoras, junto do IEFP, I. P., desde 1 de março de 2020 até 30 de junho de 2021".

8h22 - Larry King já respira sozinho e está fora dos cuidados intensivos. O apresentador norte-americano testou positivo à Covid-19 e há alguns dias que está internado no hospital.

7h35 - OMS "desiludida" com atraso na aprovação de entrada de especialistas na China. O diretor da Organização Mundial da Saúde disse hoje "estar desiludido" com as autoridades chinesas, por não terem ainda permitido a entrada na China de uma equipa de especialistas que vai examinar as origens da Covid-19. Numa rara crítica a Pequim, Tedros Adhanom Ghebreyesus disse que os membros de uma equipa internacional de cientistas encarregada de rastrear a origem do novo coronavírus deixaram os respetivos países, nas últimas 24 horas, como parte de um acordo com o Governo chinês.

"Hoje soubemos que as autoridades chinesas ainda não finalizaram as permissões necessárias para a chegada da equipa à China", disse Tedros, durante uma conferência de imprensa, em Genebra. "Estou muito desapontado com esta notícia, visto que dois membros já começaram a viagem e outros não puderam partir no último minuto", disse.

7h33 - Colômbia dá autorização à vacina da Pfizer. A Colômbia emitiu, esta terça-feira, uma autorização urgente para a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela laboratório da Pfizer. A notícia foi avançada pelo presidente do país. "Hoje demos um passo muito importante para alcançar o programa de vacinação contra a Covid-19, com a autorização da vacina da Pfizer na Colômbia", afirmou Iván Duque no seu programa diário de televisão.

7h31 - Alemanha ultrapassa, pela segunda vez, as mil mortes diárias. Segundo os dados atualizados do Instituto Robert Koch, são 1.019 o número de vítimas mortais da pandemia num só dia. Em termos acumulados, esse valor sobe agora para os 36.537. Este é o segundo valor diário de mortes mais elevado desde o início da pandemia. O número mais alto foi registado no final do ano, a 30 de dezembro, dia em que se registaram 1.129 mortes.

7h26 - Uma em cada 50 pessoas tiveram Covid-19 na Inglaterra na semana passada. Uma em cada 50 pessoas de Inglaterra, fora de hospitais e lares de idosos, - mais de 1.1 milhões de pessoas - terão sido infetadas com o novo coronavírus na semana passada. Os números foram revelados na terça-feira pelo centro de estatística britânico (Office for National Statistics), segundo escreve o Guardian.

7h23 - Parlamento vota hoje prolongamento do Estado de Emergência até dia 15. A Assembleia da República vai debater e votar hoje o decreto presidencial que prolonga o Estado de Emergência até 15 de janeiro para permitir a manutenção das medidas decretadas para mitigar a propagação da pandemia de Covid-19 em Portugal.

7h22 - Regulador volta a reunir peritos para decidir sobre vacina da Moderna. A Agência Europeia do Medicamento volta hoje a reunir os seus especialistas para decidir se aprova ou não a vacina experimental contra a Covid-19 produzida pela empresa de biotecnologia norte-americana Moderna.

7h21 - Perda de olfato atinge mais os doentes ligeiros. O estudo, publicado na revista da especialidade Journal of Internal Medicine, analisou a prevalência da perda do olfato e a sua recuperação em 2.581 doentes, desde os mais ligeiros aos mais graves, em 18 hospitais europeus.

7h20 - Autópsia a funcionária do IPO conclui que morte não se deveu a vacina. A autópsia feita à funcionária do IPO do Porto que morreu dois dias depois de ter sido vacinada contra a Covid-19 concluiu que a causa da morte não se deveu à vacina, esclareceu hoje o Governo.

7h15 - Confira aqui as atualizações que foram divulgadas esta madrugada:

  • EUA registam 3.936 mortos e 250.172 casos em 24h. Com o último balanço efetuado às 20:h de terça-feira (1h de hoje em Lisboa), o país contabiliza agora 357.067 óbitos devido à Covid-19 e 21.036.174 casos da doença desde o início da pandemia.
  • México regista 1.065 mortos e 11.271 casos em 24 horas. Com este balanço, o número de óbitos registados no país, desde o início da pandemia, subiu para 128.822 e o de contágios para 1.466.490.
  • China soma 32 casos, 23 por contágio local e nove oriundos do exterior. As autoridades chinesas disseram que, nas últimas 24 horas, 21 pacientes receberam alta, pelo que o número de pessoas infetadas ativas no país se fixou em 443, incluindo 14 doentes em estado grave.
  • Índia com 264 mortos e mais de 18 mil novos casos em 24 horas. O país atingiu o valor mais alto de infeções em meados de setembro, com 97.894 contágios num só dia, mas tem vindo a reduzir a progressão da doença nos últimos meses.

7h14 - Bom dia! Estamos a iniciar um novo acompanhamento, esta quarta-feira. Clique aqui para conferir as atualizações de ontem à noite, relativamente à pandemia do novo coronavírus.

Leia Também: AO MINUTO: Morte no IPO sem relação com vacina. Israel aperta medidas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório