Meteorologia

  • 29 SETEMBRO 2020
Tempo
22º
MIN 15º MÁX 29º

Edição

ONU refere-se a 11 profissionais de saúde mortos na Síria

O coordenador humanitário da ONU para a Síria, Imran Riza, informou hoje que 11 profissionais de saúde morreram pelo novo coronavírus naquele país numa situação que considerou "preocupante", entre especulações sobre o impacto real da doença no pessoal médico.

ONU refere-se a 11 profissionais de saúde mortos na Síria
Notícias ao Minuto

19:19 - 16/09/20 por Lusa

Mundo Covid-19

"É preocupante que 126 funcionários hospitalares estejam entre os casos oficiais da covid-19 na Síria. Tragicamente, pelo menos 11 morreram. É óbvio que devemos fazer mais para protegê-los", assegurou o coordenador na sua conta oficial no Twitter.

Em 02 de setembro, a data do seu anterior relatório, a ONU referiu-se a 90 casos entre o pessoal sanitário mas não mencionava o número de falecidos.

Ainda em 02 de setembro, Human Rights Watch (HRW) afirmava ter verificado "a morte de 33 médicos com base nos obituários publicados pela Associação de Médicos de Damasco e onde se indicam que morreram por Covid-19".

A organização de direitos humanos (ONG) acrescentou que "o número total de mortos entre o pessoal sanitário põe em causa a precisão dos relatórios do Governo sírio".

De acordo com os números oficiais fornecidos pelo Governo de Damasco sobre a população nas zonas sob o seu controlo, pelo menos 3.614 pessoas testaram positivo à Covid-19, e 160 acabaram por morrer.

A ONU na Síria publica relatórios sobre as zonas controladas pelo Governo sírio, enquanto que os casos no nordeste do país, controlados por grupos insurgentes apoiados por Ancara, são emitidos desde a Turquia.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 936.095 mortos e mais de 29,6 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (195.961) e também com mais casos de infeção confirmados (mais de 6,6 milhões).

Seguem-se, em número de mortos, o Brasil (133.119 mortos, mais de 4,3 milhões de casos), Índia (82.066, mais de 5 milhões de infetados), México (71.678, mais de 676 mil infetados) e Reino Unido (41.684 mortos, mais de 378 mil casos).

A Rússia, com 18.723 mortos, é o quarto país do mundo em número de infetados, depois de EUA, Índia e Brasil, com mais de um milhão de casos, seguindo-se o Peru, com mais de 738 mil casos e 30.927 mortos, e a Colômbia, com mais de 728 mil casos e 23.288 mortos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório