Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2020
Tempo
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Índia recebe primeiros cinco de 36 caças Rafale comprados a França

Os primeiros cinco caças franceses Rafale, de um total de 36 adquiridos, chegaram hoje à Índia, onde foram recebidos em fervor nacionalista, enquanto a oposição insistia em acusações de corrupção do Governo no processo de compra.

Índia recebe primeiros cinco de 36 caças Rafale comprados a França
Notícias ao Minuto

16:31 - 29/07/20 por Lusa

Mundo Índia

Os caças aterraram esta tarde na base aérea de Ambala, no Estado nortenho de Haryana, com uma cerimónia simbólica de boas vindas na qual foram banhados com canhões de água.

O primeiro-ministro indiano, o nacionalista hindu Narendra Modi cujo Governo negociou a compra dos aviões, celebrou a chegar dos caças que representam o fortalecimento defensivo da Índia, num momento de especial tensão com a vizinha China.

"A segurança da nação é uma grande bênção. A segurança da nação é uma virtude. Toquem os céus com glória, bem-vindos", publicou Modi no Twitter, juntamente com um vídeo das aeronaves a tocarem no solo indiano.

A chegada do primeiro lote de caças franceses representa um importante impulso para a capacidade operacional da Força Aérea Indiana (IAF), que tem nestes aviões de guerra uma das maiores aquisições da última década.

"A aterragem dos aviões de combate Rafale na Índia marca o começo de uma nova era na nossa história militar", escreveu por seu turno o ministro da Defesa, Rajnath Singh, no Twitter.

"A sua chegada vai fazer com que a IAF seja muito mais forte para dissuadir qualquer ameaça que possa surgir no nosso país", acrescentou.

Os aviões foram entregues pela francesa Dassault Aviation dentro dos prazos estipulados, apesar das restrições do espaço aéreo internacional devido à covid-19.

A compra dos bombardeiros acordada em 2016 causou polémica na Índia em meados de 2018, depois do ex-presidente francês François Hollande ter afirmado numa entrevista que a Índia favorecia a empresa Reliance Defence como parceira da Dassault sem que a França pudesse dizer nada a respeito.

O ministro da Defesa referiu-se hoje de maneira indireta a essa polémica, assegurando que "as acusações infundadas contra esta aquisição já foram respondidas e resolvidas".

No entanto, a formação principal da oposição, o Partido do Congresso da dinastia Nehru-Ghandi, insistiu hoje que a compra fraudulenta destes caças por parte do Governo levou a Índia a receber apenas 36 caças, em comparação com os 126 propostos quando o partido estava no poder.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório