Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2022
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

Surto já provocou mais de 615 mil mortes e quase 15 milhões de infetados

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 616.965 mortos em todo o mundo, entre os 14.977.470 casos de infeção diagnosticados, segundo um balanço da agência France Presse (AFP) baseado em dados oficiais.

Surto já provocou mais de 615 mil mortes e quase 15 milhões de infetados
Notícias ao Minuto

14:12 - 22/07/20 por Lusa

Mundo Covid-19

Pelo menos 8.338.900 pessoas conseguiram curar-se da doença, em 196 países e territórios desde o início da pandemia, de acordo com dados da AFP, às 10:00.

Na terça-feira, foram registados 6.089 novos óbitos e 237.419 novos casos em todo o mundo. Os países com o maior número de novos mortos registados na terça-feira foram o Brasil (1.367), os Estados Unidos (947) e o México (915).

Os Estados Unidos são o país mais afetado tanto em número de mortos como em casos, com 142.068 mortos em 3.902.135 casos registados, segundo a contagem da Universidade John Hopkins, que indica que neste país pelo menos 1.182.018 pessoas já foram consideradas curadas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil, com 81.487 mortos em 2.159.654 casos, o Reino Unido, com 45.422 mortos (295.817 casos), o México, com 40.400 mortos (356.255), e a Itália, com 35.073 mortos em 244.752 casos.

Entre os países mais afetados, a Bélgica é o que concentra um maior número de mortos em relação à sua população, com 85 mortos por cada 100 mil habitantes, seguida pelo Reino Unido (67), Espanha (61), Itália (58) e Suécia (56).

A China, sem contabilizar os territórios de Macau e Hong Kong, declarou oficialmente 83.707 casos (14 novos entre terça-feira e hoje), dos quais 4.634 mortos (0 novos) e 78.840 curados.

A Europa totalizava hoje, ao meio-dia, 206.251 mortos em 2.988.151 casos, a América Latina e Caraíbas 167.347 mortes em 3.955.571 casos, os Estados Unidos e o Canadá 150.960 mortes (4.013.645 casos), a Ásia 52.729 mortes (2.166.106 casos), o Médio Oriente 23.784 mortes (1.038.665 casos), a África 15.737 mortes (751.307 casos) e a Oceânia 157 mortes em 14.523 casos.

Segundo a AFP, o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do número real de contaminações, dado que alguns países testam apenas os casos mais graves, outros utilizam testes prioritários para a triagem e vários países mais pobres dispõem de capacidades limitadas de despistagem.

O balanço da AFP foi realizado a partir de dados recolhidos pelos escritórios da agência junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A doença covid-19 é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

De acordo com o último boletim epidemiológico, de terça-feira, desde o início da pandemia registam-se em Portugal 48.898 casos de infeção confirmados e 1.697 mortes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório