Meteorologia

  • 16 MAIO 2022
Tempo
21º
MIN 17º MÁX 22º

Pandemia chega à Argentina que já se debate com epidemia do dengue

A chegada da pandemia de Covid-19 à Argentina verifica-se num momento em que o país já se debate com a epidemia do dengue, que se tem revelado mais letal e hoje provocou a quinta morte do ano.

Pandemia chega à Argentina que já se debate com epidemia do dengue
Notícias ao Minuto

19:26 - 17/03/20 por Lusa

Mundo Covid-19

O país sul-americano, que vive a pior fase do dengue desde 2017, registou 1.743 casos confirmados de dengue entre os 6.691 suspeitos indicados pelos médicos, isto no período compreendido entre 29 de julho do ano passado e 2 de março último.

Até segunda-feira, a Argentina registava 56 casos da Covid-19 e duas mortes, sendo que se estima que o país tenha mais de 10.000 pessoas com mais de 100 anos, sendo que a terceira idade é a faixa etária com maiores riscos.

De entre os infetados pelo dengue, 1.117 foram contagiados no país, enquanto 626 tinham viajado recentemente, sendo que Buenos Aires é a cidade com mais situações, 180.

O norte é a região mais afetada e para isso contribuem o clima, bem como a fronteira com o Brasil, Paraguai e Bolívia, igualmente vítimas do dengue.

Segundo as autoridades de saúde, nesta altura os casos de dengue são 62 por cento superiores aos da época 2018/19 e 87 por cento mais elevados do que em 2017/18.

Foram revelados uma média de 968 casos suspeitos em cada uma das últimas três semanas, distribuídos por 15 das 23 províncias do país.

O dengue é um vírus que se espalha através da picadela de um tipo de mosquito, o Aedes aegypti, que se desenvolve em águas paradas, onde põem os ovos, sendo que o inseto também pode provocar outras doenças como o zika ou a febre amarela.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou mais de 180 mil pessoas, das quais mais de 7.000 morreram. Das pessoas infetadas em todo o mundo, mais de 75 mil recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 145 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Depois da China, que regista a maioria dos casos, a Europa tornou-se o epicentro da pandemia, com mais 67 mil infetados e pelo menos 2.684 mortos, o que levou vários países a adotarem medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório