Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2020
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Eminem criticado por rap sobre ataque terrorista em Manchester

Em 2017 um bombista suicida fez-se explodir à saída de um concerto da cantora Ariana Grande, matando 22 pessoas.

Eminem criticado por rap sobre ataque terrorista em Manchester
Notícias ao Minuto

20:57 - 17/01/20 por Sara Gouveia 

Mundo Manchester Arena

O mayor de Manchester, no Reino Unido, Andy Burnham, criticou o rapper Eminem por uma letra "desnecessariamente dolorosa e profundamente desrespeitosa" sobre o ataque à bomba na cidade em 2017.

Na música 'Unaccommodating' do novo álbum, 'Music to Be Murdered By', lançado de surpresa esta sexta-feira, o rapper norte-americano diz: "I'm contemplating yelling 'bombs away' on the game/Like I'm outside of an Ariana Grande concert waiting" ("Estou a contemplar gritar 'aí vêm bombas'/ Como se estivesse à espera no exterior de um concerto da Ariana Grande", em tradução livre).

A esse pedaço da música segue-se o som de uma explosão. 

Recorde-se que em maio de 2017 um bombista suicida fez-se explodir à saída de um concerto da cantora Ariana Grande, matando 22 pessoas.

Outra das vozes de desaprovação foi a de Figen Murray, cujo filho Martyn Hett morreu no ataque. "Parece que está a ir às cavalitas da fama da Ariana Grande e do Justin Bieber e diz coisas desagradáveis sobre outras celebridades, escreveu no Twitter.

'Unaccommodating' é a primeira música do 11º álbum do rapper. Em contraste com esta música surge o primeiro single do álbum 'Darkness', onde o rapper apela a alterações às leis de controlo de armas nos Estados Unidos.

‘Music to Be Murdered By’ conta com colaborações de Ed SheeranSkylar Grey, Royce Da 5’9’’, Anderson.Paak e Juice WRLD, um rapper de 21 anos que morreu no passado mês de dezembro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório