Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Parlamento britânico suspenso hoje até 14 de outubro

O parlamento britânico vai ser suspenso a partir de hoje até à próxima segunda-feira, quando a rainha Isabel II vai fazer um discurso com o novo programa legislativo do governo de Boris Johnson.

Parlamento britânico suspenso hoje até 14 de outubro

Os trabalhos deverão ser suspensos no final do dia e retomados a 14 de outubro, com o chamado Discurso da Rainha, protocolo que inclui a deslocação da monarca ao Parlamento para iniciar uma nova sessão legislativa.

Apesar de ter defendido a suspensão mais curta, para permitir a participação do primeiro-ministro, Boris Johnson, no debate semanal de quarta-feira com os deputados, o partido Trabalhista desta vez não se opôs à suspensão.

Em setembro, trabalhistas, nacionalistas escoceses e liberais democratas envolveram-se numa série de ações judiciais contra a suspensão do parlamento por cinco semanas, que foi autorizada pela rainha a conselho do governo.

No final, o Supremo Tribunal, considerou a medida "ilegal, nula e sem efeito", alegando que o objetivo era impedir que o parlamento cumprisse o papel de escrutinar o governo, o que levou à reabertura duas semanas depois do início.

Boris Johnson argumentou que a abertura de uma nova sessão legislativa permite introduzir uma nova proposta de lei para a Saída do Reino Unido da União Europeia (UE) caso consiga chegar a um acordo com Bruxelas, na sequência da proposta feita hoje para romper o impasse do 'Brexit'.

Porém, também pretende apresentar uma série de medidas para investimento em serviços públicos, infraestruturas, combate ao crime e proteção do ambiente são outros dos pontos que pretende incluir.

"Quero cumprir as prioridades das pessoas. Através de um Discurso da Rainha, o governo vai definir os seus planos para o NHS [sistema nacional de saúde], escolas, combate ao crime, investimento em infraestruturas e construção de uma economia forte", disse Johnson.

O discurso é seguido por um debate, que deverá culminar numa votação na semana seguinte, o qual será também um teste à confiança dos deputados no governo, o qual não possui atualmente maioria no parlamento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório