Meteorologia

  • 20 AGOSTO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Casal encontrado morto em casa nos EUA. Não aguentava despesas médicas

Brian Jones matou a mulher, Patricia, e ligou para as autoridades antes de se matar. Deixou bilhete à polícia a explicar situação.

Casal encontrado morto em casa nos EUA. Não aguentava despesas médicas

Um casal norte-americano morreu na semana passada por receio de não conseguir pôr cobro às despesas de saúde da mulher, de acordo com um comunicado emitido pelas autoridades locais.

Brian S. Jones, de 77 anos, ligou para a esquadra de polícia do Condado de Whatcom, em Washington, na manhã do dia 8 de agosto e avisou a receção de que se ia matar. O idoso foi específico ao ponto de dizer que deixou uma carta para o xerife com informação e instruções.

O agente que atendeu tentou manter a chamada em linha, enquanto era enviada uma patrulha à sua residência, mas sem sucesso. "Estaremos no quarto da frente", disse, por último.

A patrulha chegou à residência às 8h38 (hora local), cerca de 10 minutos depois da chamada de aviso. Brian foi encontrado morto, deitado ao lado do cadáver da mulher, Patricia Whitney-Jones, de 76 anos. Ambos tinham ferimentos infligidos por arma de fogo.

A polícia explicou que o caso estava a ser investigado como homicídio seguido de suicídio. Brian baleou a mulher uma vez, na parte de trás da cabeça, tendo tirado a própria vida pouco depois, segundo confirmaram as primeiras perícias médicas aos corpos, diz o Washington Post.

"Foram deixadas várias notas explicando os problemas de saúde graves da mulher e expressando as preocupações de que o casal não tinha recursos suficientes para pagar das despesas médicas", explicou a polícia, acrescentando ainda que os bilhetes deixavam informações sobre os familiares mais próximos.

"É muito trágico que um dos nossos idosos se tenha encontrado em circunstâncias tão desesperadas que viu no homicídio e suicídio a sua única opção. Ajuda está sempre disponível através do [número de emergência]", afirmou o xerife da polícia, Bill Elfo.

De acordo com a revista People, os vizinhos ficaram "em choque" com a tragédia, assegurando que não tinham conhecimento da extensão das dificuldades financeiras do casal.

---

Serviços telefónicos de apoio emocional e prevenção ao suicídio em Portugal

SOS Voz Amiga (entre as 16h e as 24h) - 800 209 899 (Número gratuito)

Conversa Amiga (entre as 15h e as 22h) - 808 237 327 (Número gratuito) e 210 027 159

SOS Estudante (entre as 20h e a 1h) - 239 484 020

Telefone da Esperança (entre as 20h e as 23h) - 222 080 707

Telefone da Amizade (entre as 16h e as 23h) – 228 323 535

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório