Meteorologia

  • 20 JUNHO 2019
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 17º

Edição

Tenta provocar aborto ao obrigar namorada a ingerir detergente

Homem não queria ser pai e convenceu outras duas pessoas a ajudá-lo a cometer o crime.

Tenta provocar aborto ao obrigar namorada a ingerir detergente

Um homem, de 22 anos, enfrenta uma pena de prisão por ter tentado obrigar a namorada a abortar. Para consegui-lo, convenceu uma prima e uma estudante a colocar-lhe detergente na boca e a obrigá-la a ingeri-lo.

Antes do crime, Hrief Pearson, pesquisou no Google como 'livrar-se de uma gravidez não desejada' e 'quais os efeitos da heroína para um bebé que ainda não nasceu'.

Depois disso, juntou a sua prima Kydie McKenna, também de 22 anos, e uma jovem de 15 anos, para o ajudarem a matar o bebé, uma vez que ainda não queria ser pai.

A vítima, de 17 anos, foi sequestrada e mantida como refém durante várias horas na casa do homem, em Londres, em dezembro. A grávida foi pontapeada e esmurrada na barriga, costas e peito pelos dois.

Quando pediu que lhe dessem água, os agressores colocaram detergente da roupa dentro da sua boca, obrigando-a a ingerir o líquido.

O sequestro acabou apenas quando a mãe de Hrief estava prestes a chegar a casa. A vítima foi abandonada na estrada. Apesar de todo o sofrimento a que foi sujeita, a jovem e  o bebé sobreviveram.

Em tribunal, os três atacantes admitiram ter tentado provocar um aborto, reporta o Metro britânico.

"Este foi um ataque vicioso, vergonhoso e premeditado contra uma jovem vítima grávida e vulnerável. Foi orquestrado por Pearson porque ele não queria ser pai. Espero que estas convicções ofereçam algum nível de conforto para a vítima, que demonstrou uma imensa bravura ao longo desta investigação e julgamento", afirmou a juíza.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório