Meteorologia

  • 23 JULHO 2019
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 22º

Edição

Vídeo de trabalhadora que morreu torna-se o mais procurado em sites porno

Utilizadora chama a atenção para "o machismo cúmplice" que tornou o vídeo de uma mulher que tirou a própria vida no mais procurado em páginas de pornografia.

Vídeo de trabalhadora que morreu torna-se o mais procurado em sites porno

Já não é a primeira vez que acontece, mas volta a surpreender. Conforme já se tinha passado com o vídeo da violação da vítima do grupo 'La Manada', também o vídeo de teor sexual que levou a que uma mulher espanhola se suicidasse subiu para o topo das pesquisas nas páginas de conteúdo pornográfico.

Recorde-se que a mulher, Verónica, de 32 anos, mãe de duas crianças pequenas, tirou a própria vida depois de um vídeo sexual seu começar a circular entre os colegas de trabalho.

A denúncia foi deita através do Twitter através da autora de uma página feminista, María Martín. A utilizadora revela uma captura de ecrã das palavras mais procuradas numa página de pornografia e em primeiro lugar surge o nome da trabalhadora, seguido de outras entradas como 'Verónica Madrid' ou 'Trabalhadora Iveco', fazendo referência à empresa.

"E num país em que há igualdade e em que as feministas se deviam 'dedicar a coisas mais importantes', eis que o vídeo mais procurado nas páginas porno é este", ironiza a utilizadora.

Recorde-se que a vítima, natural de Alcalá de Henares, suicidou-se no sábado passado, uma semana depois de um vídeo de teor sexual gravado cinco anos antes, quando namorava com um colega de trabalho, ter sido divulgado num grupo de WhatsApp da empresa onde esta trabalhava, na CNH Industrial, uma empresa de camiões da Iveco.

Trata-se de um vídeo onde Verónica praticava um ato sexual, sozinha, e que depois enviou ao namorado da altura. Essas imagens foram, na semana passada, postas a circular entre os colegas de trabalho. E a mulher tirou a própria vida depois do vídeo ter sido enviado ao marido.

O Tribunal de Instrução número 5 de Alcalá de Henares, na comunidade autónoma de Madrid, abriu diligências para investigar a suspeita de delito de revelação de segredo, previsto na lei espanhola, que pode resultar numa pena de três meses a um ano de prisão.

O ex-namorado da mulher entregou-se à polícia na quinta-feira e foi libertado, aguardando-se agora o resultado das investigações.

---

Serviços telefónicos de apoio emocional e prevenção ao suicídio em Portugal

SOS Voz Amiga (entre as 16h e as 24h) - 800 209 899 (Número gratuito)

Conversa Amiga (entre as 15h e as 22h) - 808 237 327 (Número gratuito) e 210 027 159

SOS Estudante (entre as 20h e a 1h) - 239 484 020

Telefone da Esperança (entre as 20h e as 23h) - 222 080 707

Telefone da Amizade (entre as 16h e as 23h) – 228 323 535

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório