Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2018
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Cirurgião e namorada suspeitos de abusar de centenas de mulheres

Casal está acusado de atacar pelo menos duas mulheres, mas autoridades acreditam que o número pode chegar às centenas.

Cirurgião e namorada suspeitos de abusar de centenas de mulheres
Notícias ao Minuto

13:16 - 19/09/18 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Crime

Um médico cirurgião que apareceu num reality show norte-americano e a sua namorada foram acusados de ter drogado e agredido sexualmente duas mulheres. As autoridades afirmaram esta terça-feira, dia 18, que podem existir "mais centenas" de vítimas.

Grant Robicheaux, de 38 anos, Cerissa Laura Riley, de 31, foram detidos a 12 de setembro depois de terem sido acusados de violação com recurso a drogas.

Os investigadores passaram em revista "centenas e centenas de vídeos e imagens no telemóvel de Roubicheaux, muitas incluiam também Riley", revelou, citado pelo Telegraph, o procurador distrital, Tony Rackauckas. Acrescentando que em alguns dos vídeos as mulheres que aparecem "parecem estar altamente intoxicadas de forma a estarem incapazes de consentir ou resistir, e aparentam nem estar conscientes o suficiente para resistir aos avanços do arguido. Mediante estas provas acreditamos que haja muitas vítimas não identificadas por aí".

As duas mulheres que foram, alegadamente, abusadas conheceram Grant e a namorada em situações sociais. Um dos ataques terá ocorrido em abril de 2016 a uma mulher, de 32 anos, que foi convidada para uma festa pelo par, que depois a levou para o apartamento do cirurgião quando já estava alcoolizada. O casal terá dado várias drogas à vitima e depois procedido ao ataque sexual. A mulher chamou a polícia no dia seguinte que depois de vários exames encontrou várias substâncias controladas na sua corrente sanguínea.

Em outubro de 2016, terá ocorrido o outro ataque a uma mulher, também encaminhada para o apartamento de Grant e atacada sexualmente. A vítima acordou e começou a gritar por ajuda até que um vizinho ouviu os pedidos e chamou a polícia que desencadeou uma investigação.

Outras acusações feitas aos dois estão relacionadas com as quantidades de droga elevadas que foram encontradas na casa onde os abusos terão tido lugar, bem como duas espingardas de assalto sem registo, quatro armas de fogo e munições.

O casal foi libertado mediante uma fiança de 100 mil dólares (mais de 85 mil euros) e será presente novamente a tribunal a 24 de outubro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório