Meteorologia

  • 12 DEZEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Realizador de 'Guardians Of The Galaxy' despedido por tweets polémicos

Vieram a público antigos tweets de James Gunn nos quais brincava com temas como a pedofilia e a violação. Disney decidiu pôr um ponto final na colaboração com o realizador.

Realizador de 'Guardians Of The Galaxy' despedido por tweets polémicos

James Gunn, o realizador do franchise cinematográfico dos ‘Guardians Of The Galaxy’, foi despedido do projeto esta sexta-feira pela Disney na sequência de antigos tweets seus que vieram a público e que estavam a gerar grande polémica, revela o Deadline. Nos tweets em questão, James Gunn brincava com temas sensíveis como a pedofilia e a violação.

Os tweets da polémica foram publicados ainda antes de James Gunn ter sido convidado para realizar o primeiro filme dos 'Guardians Of The Galaxy'. Mas era bem conhecido o seu sentido de humor pouco convencional e ele próprio descreve-se como um "provocador".

No entanto, foi longe demais no entender da Disney. "Eu gosto quando rapazes pequenos tocam-me naquele sítio parvo", escreveu num dos tweets. 

"A melhor coisa de ser violado é quando acabas de ser violado e pensas 'whew isto sabe muito bem, não ser violado!'", escreveu noutro. 

Mas o realizador também fez comentários mais caústicos sobre o Holocausto, o 11 de Setembro e sobre a SIDA. 

"As atitudes e comentários ofensivos no Twitter do James são indefensáveis e inconsistentes com os valores do nosso estúdio, e cortámos a nossa relação profissional com ele", afirmou Alan Horn, presidente da Walter Disney Studios, através de um comunicado. 

Apesar da Disney e da Marvel nunca o terem anunciado publicamente, a indústria do entretenimento e o próprio James Gunn tomavam como certo que voltaria a estar atrás das câmaras no terceiro filme dos 'Guardians Of The Galaxy'. 

O realizador já tinha reagido à polémica no Twitter, onde argumenta que é uma "pessoa melhor do que era há alguns anos" e onde reconhece que "fazia várias piadas ofensivas". 

"Os meus dias de dizer coisas simplesmente porque são chocantes e para tentar obter uma reação acabaram", escreveu Gunn.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório