Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 8º MÁX 16º

Edição

"É necessário que europeus e africanos trabalhem juntos"

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, sublinhou hoje a importância da parceria entre Europa e África, considerando que "o futuro do mundo depende da boa cooperação" entre os dois continentes.

"É necessário que europeus e africanos trabalhem juntos"
Notícias ao Minuto

15:49 - 23/05/18 por Lusa

Mundo Juncker

Numa conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo africano, Moussa Faki, por ocasião da 9.ª reunião dos colégios da Comissão Europeia e da Comissão da União Africana, em Bruxelas, Juncker reiterou a importância desta parceria, que, sublinhou, engloba 83 nações, "que devem entender-se".

"É necessário que europeus e africanos trabalhem juntos. Juntos, representamos 1,8 mil milhões de homens e mulheres. Daqui até 2050, mais que três mil milhões, e até final do século, a que já não assistiremos, (seremos) quatro mil milhões. Portanto, o futuro do mundo depende da boa cooperação entre Europa e África", apontou.

Relativamente à reunião dos colégios, apontou que foi centrada na juventude, tendo sido lançado um programa orçado em 400 milhões de euros para a juventude africana, que representa "mais de 60% da população" do continente.

Juncker acrescentou que também foi debatido o tema das migrações, mas fez questão de não aprofundar a questão para "não se instalar a ideia de que a migração é o único problema de que se fala" nas relações entre UE e África.

"A unidade euro-africana ultrapassa largamente a questão das migrações, trata-se sobretudo de uma parceria entre iguais", argumentou.

Também Moussa Faki realçou a importância da parceria entre África e Europa para a paz num mundo onde cada vez é mais posto em causa o multilateralismo.

"Fizemos uma análise exaustiva da situação internacional. A União Africana e a União Europeia são muito comprometidas com o respeito do multilateralismo, que constatamos que está a ser posto em causa, nomeadamente o papel central das Nações Unidas, quer se trate de questões ambientais, quer se trate da questão do (acordo) nuclear iraniano, entre outras", disse.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório