Meteorologia

  • 23 JULHO 2024
Tempo
36º
MIN 23º MÁX 38º

Gravidez e exercício físico combinam. "A lista de benefícios é enorme"

Quem o diz é a fisioterapeuta Carolina Andrade e Sousa.

Gravidez e exercício físico combinam. "A lista de benefícios é enorme"

É muito provável que a memória da apresentadora da SIC Carolina Patrocínio grávida e sem barriga, graças aos seus treinos intensivos, esteja ainda fresca na sua mente. E a pergunta que se segue é só uma: será saudável? Ao contrário do que muitos ainda acreditam, "uma grávida que não tenha contraindicações e seja saudável pode continuar qualquer exercício que já fazia antes, nomeadamente no primeiro trimestre", assegura a fisioterapeuta Carolina Andrade e Sousa, diretora clínica da Power Clinic, em entrevista ao Lifestyle ao Minuto

"A prática de exercício físico é altamente recomendada" e "são raríssimos os casos em que uma grávida não pode fazer exercício ao longo da gravidez", reforça.

Ainda assim, cada caso deve ser avaliado por um profissional. "Uma grávida que não fazia exercício físico e tenha alguma contraindicação deve discutir a sua condição com o fisioterapeuta, de forma a fazerem um plano personalizado e adequado. Há algumas contraindicações absolutas, mas mesmo com contraindicações relativas é possível fazer exercício adaptado."

Leia Também: 9 de setembro. Dia Mundial da Grávida nasceu em 2011

"A lista de benefícios é enorme", garante. Aliás, estão comprovadas pela ciência melhorias a nível físico e emocional, bem como para o próprio bebé. Carolina Andrade e Sousa destaca "o controlo de peso e diabetes gestacional, a prevenção da depressão e do  aparecimento de queixas articulares e musculares, melhoria do sono e da postura".

Notícias ao Minuto Carolina Andrade e Sousa© DR

Quantos aos exercícios mais adequados, "o ideal seria sempre olhar para cada grávida e definir um plano adequado aos seus objetivos". "Na prática, sabemos que a maioria das grávidas diminui atividades de impacto e esforço cardiorrespiratório, optando por atividades como o pilates, yoga e ginástica localizada. E todas estas atividades devem ir sendo ajustadas à grávida ao longo dos nove meses, de acordo com as alterações físicas e emocionais", diz.

Leia Também: Do teste ao pós-parto, tudo o que as grávidas (e recém-mamãs) devem saber

É o caso do power pilates, acompanhado exclusivamente por fisioterapeutas especialistas na saúde da mulher. "Esta modalidade combina o pilates clínico com treino funcional, potenciando os benefícios do exercício físico durante a gravidez, com efeito notório", resume.

A fisioterapeuta sublinha ainda que o exercício físico durante a gravidez ajuda a "promover uma melhor recuperação física e emocional no pós-parto". "Na reta final da gravidez há exercícios específicos para o ganho de mobilidade pélvica que podem ajudar no trabalho de parto", remata Carolina Andrade e Sousa.  

Leia Também: "Extremamente raro". Mulher dá à luz gémeos de pais diferentes

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório