Meteorologia

  • 08 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 16º MÁX 28º

Monkeypox ou varicela? Aprenda a distinguir os sintomas

Os dois vírus podem causar sintomas que parecem semelhantes, no entanto, são muito diferentes.

Monkeypox ou varicela? Aprenda a distinguir os sintomas
Notícias ao Minuto

09:30 - 03/08/22 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Saúde

É provável que já tenha percebido que o sintoma mais conhecido de Monkeypox, as erupções cutâneas, é muito semelhante ao que se associa, normalmente, com varicela. Tendo isto em conta é necessário saber distinguir, corretamente, os dois vírus.

Tudo o que precisa de saber foi explicado por especialistas em doenças infecciosas à revista, especializada em saúde, Prevention. Os vírus fazem parte da mesma família, característica que justifica a semelhança nos sintomas, no entanto, é importante saber que não são de todo a mesma coisa, explica a publicação. 

Segundo Thomas Russo, professor e chefe de doenças infecciosas da Universidade de Buffalo, em Nova Iorque, é normal que seja difícil para as pessoas distinguir os dois vírus. "Ambos são infeções virais que causam lesões semelhantes", diz acrescentando que, até agora, ter dois vírus deste género a circular, ao mesmo tempo, mesmo que em número reduzido, era algo muito raro.

Leia Também: DGS. "Extinguir totalmente" a Monkeypox "poderá ser difícil"

Primeiro é importante perceber que os vírus se manifestam em grupos de pessoas completamente diferentes: a Monkeypox é mais comum entre homens que fazem sexo com homens e a varicela afeta, no geral, crianças. No entanto, existem sempre algumas, mesmo que raras, exceções.

Além disto, apesar de serem muito semelhantes, as erupções cutâneas têm algumas diferenças, explica William Schaffner, especialista em doenças infecciosas e professor da Faculdade de Medicina da Universidade Vanderbilt.

Então, a varicela, por exemplo, provoca bolhas frágeis e finas que têm, no geral, fluído claro no interior e são mais fáceis de rebentar. Já a Monkeypox causa um "tipo de lesão profunda, firme ou com uma textura semelhante à da borracha", esclarece, por isso, é muito diferente da que é provocada pelo outro vírus. O especialista acrescenta que estas lesões podem mudar, ao longo do tempo, ou formar pequenas mossas no centro. 

A quantidade de dias com sintomas também é muito diferente entre os dois vírus, ou seja, é possível que as lesões provocadas pelo vírus Monkeypox só desapareçam depois de duas a quatro semanas, pelo contrário, as da varicela desaparecem, normalmente, em poucos dias.

Leia Também: Monkeypox: 11 novos sintomas que podem facilmente passar despercebidos

O que fazer se apresentar sintomas de Monkeypox:

A Direção-Geral da Saúde recomenda que quem apresente lesões ulcerativas, erupção cutânea, gânglios palpáveis, eventualmente acompanhados de febre, arrepios, dores de cabeça, dores musculares e cansaço, procure aconselhamento médico e evite o contacto próximo com os outros. É ainda recomendada a higienização das mãos com regularidade.

O vírus Monkeypox foi descoberto, pela primeira vez, em 1958 quando dois surtos de uma doença semelhante à varíola ocorreram em colónias de macacos mantidos para investigação, refere o portal do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês).

O primeiro caso humano de infeção foi registado em 1970 na República Democrática do Congo, durante um período de esforços redobrados para erradicar a varíola. Desde então, vários países da África Central e Ocidental reportaram casos.

Apesar de a doença não requerer uma terapêutica específica, a vacina contra a varíola, antivirais e a imunoglobulina vaccinia podem ser usados como prevenção e tratamento.

O tempo de incubação é, geralmente, de sete a 14 dias, e a doença, endémica na África Ocidental e Central, dura, em média, duas a quatro semanas.

Leia Também: Há 633 casos confirmados de Monkeypox em Portugal. Dois são em mulheres

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório