Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2020
Tempo
MIN 6º MÁX 15º

Edição

'Skin fasting': Salva realmente a pele? Tudo o que precisa de saber

Trata-se de minimizar a aplicação de produtos ou a eliminá-los completamente para permitir que a sua pele faça um 'reset'.

'Skin fasting': Salva realmente a pele? Tudo o que precisa de saber

'Skin Fasting' é o novo termo criado pelos editores de beleza de revistas como a Vogue, a Allure e a ELLE para definir a mais recente tendência dos cuidados da pele.

Este 'jejum cutâneo' é a prática de reduzir a quantidade de produtos e tratamentos que utiliza no rosto durante um período de tempo. Isso pode ser tão simples quanto remover o hidratante diário da sua rotina ou reduzir todo o regime de cuidados com a pele. A ideia é libertar o órgão de tratamentos e ingredientes e permitir que a pele descanse e 'reinicie'. Alguns afirmam que, ao deixar que a pele se repare e rejuvenesça ela é capaz de se hidratar e até mesmo de se esfoliar por conta própria.

Será que funciona?

Muitos especialistas na área desaconselham o 'jejum cutâneo', mas concordam que pode fazer uma 'dieta'. Deixar de limpar e esfoliar pode levar à acumulação de sebo, sujidade e células mortas da pele que podem obstruir os poros e causar erupções.  Assim, em vez disso, pode ser útil reavaliar as etapas da sua rotina de cuidados com a pele e evitar sobrecarregá-la com muitos produtos ou ingredientes. 

Fale com o seu dermatologista.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório