Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2020
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 23º

Edição

Moderna, Pfizer, Novavax. Os avanços das candidatas norte-americanas

Há três empresas norte-americanas que têm vindo a mostrar alguns avanços: Moderna, Pfizer e Novavax.

Moderna, Pfizer, Novavax. Os avanços das candidatas norte-americanas

Há mais de 150 candidatas a vacinas contra a Covid-19. A vacina de Oxford - ChAdOx1 nCoV-19 -, um projeto conjunto da universidade britânica e da farmacêutica AstraZeneca, é apontada como sendo a mais promissora. Os resultados da fase I e II foram publicados na revista The Lancet em 20 de julho.

Mas não é a única a estar nas bocas do mundo. Há três empresas norte-americanas que têm vindo a mostrar alguns avanços: Moderna, Pfizer e Novavax. Como tal, a CNN fez um apanhado dos avanços destas empresas na procura por uma vacina segura e eficaz contra o SARS-CoV-2. 

Moderna

  • Em que fase se encontra? O início do ensaio da Fase 3 da Moderna, com a sua vacina mRNA-1273, foi anunciado na semana passada. Envolverá 30 mil adultos distribuídos por 89 locais de investigação clínica em todo o país. A Fase 2 foi iniciada em maio.
  • Resultados: Até agora, apenas os resultados da Fase 1 foram divulgados. Estes primeiros resultados mostraram que a vacina provocou uma resposta imune. Quanto maior a dose, maior a resposta imune nas pessoas que a receberam.
  • É segura? Mais de metade dos participantes sofreu efeitos colaterais, incluindo fadiga, calafrios, dor de cabeça, dor muscular e dor no local da injeção. Estes são considerados efeitos secundários normais para uma vacina. Quanto maior a dose, piores são os efeitos. O ensaio de Fase 3 usará a dose intermediária.

Pfizer

  • Em que fase se encontra? A Pfizer e a alemã BioNTech já deram início ao ensaio clínico de Fase 2/3 para avaliar a segurança e eficácia da vacina candidata BNT162b2, uma vacina de RNA mensageiro com nucleosídeo modificado (modRNA). O ensaio, com cerca de 30 mil participantes com idades entre os 18 e os 85 anos, teve início nos EUA e espera-se que inclua cerca de 120 centros a nível global;
  • Quando se espera que tenhamos a vacina? Se o ensaio for bem-sucedido, a Pfizer e a BioNTech irão submeter o pedido de avaliação às Autoridades Regulamentares em outubro de 2020 e, caso seja obtida autorização, têm previsto fornecer até 100 milhões de doses da vacina até ao final de 2020 e cerca de 1,3 mil milhões de doses até ao final de 2021.
  • Resultados: No estudo da Fase 1/2, a vacina produziu uma resposta imune e produziu anticorpos. Participaram cerca de 120 pessoas.
  • É segura? Dados preliminares do estudo da Fase 1/2 mostraram que a vacina tem uma tolerância favorável, com efeitos colaterais geralmente leves a moderados com a duração de um a dois dias, como febre, fadiga e calafrios.

Novavax

  • Em que fase se encontra? A Novavax, empresa de biotecnologia com sede em Maryland, espera ter a sua vacina nos testes da Fase 3 no próximo mês.
  • Resultados:Novavax divulgou esta terça-feira os dados da Fase 1, que envolveu 131 participantes. Após duas doses da vacina, os participantes apresentaram níveis de anticorpos quatro vezes maiores, em média, do que aqueles desenvolvidos por pessoas que recuperaram da Covid-19. A vacina também provocou uma resposta das células imunitárias, de acordo com uma análise de 16 voluntários selecionados aleatoriamente.
  • É segura? Das 106 pessoas que receberam a vacina, e não um placebo, cinco tiveram efeitos secundários mais graves, incluindo dor muscular, náusea e dor nas articulações, e uma pessoa teve febre leve. Os efeitos duraram dois dias ou menos, em média.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório