Meteorologia

  • 25 MAIO 2020
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 30º

Edição

Pressão alta: O sintoma inusitado e urgente que jamais deve ignorar

Os sintomas mais comuns de pressão alta incluem dores de cabeça e no peito. Eis outro sinal menos comum que jamais deve ignorar.

Pressão alta: O sintoma inusitado e urgente que jamais deve ignorar

A pressão alta ou hipertensão é uma condição preocupante já que no seu estado mais grave pode resultar na incidência de ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais (AVCs). 

Apenas em Portugal, estima-se que 25% dos indivíduos sofram de hipertensão. 

Sendo que os sintomas mais comuns incluem falta de ar, tonturas e dores no peito. Todavia, há um outro sinal inusitado que jamais deve ignorar. 

De acordo com o site especializado em medicina Livestrong, hemorragias nasais sem motivo aparente podem indicar que os valores de hipertensão estão descontrolados. 

Sangrar do nariz pode ser um sinal de que necessita de atenção médica urgente, sendo um indicador de que a pressão alta está acima dos 180/120mmHg.

O site alerta: "chamada de 'assassina silenciosa', a hipertensão raramente se manifesta através de sintomas marcantes e quando não é controlada pode ser fatal". 

"Se está a experienciar hemorragias nasais regulares e outros dos sintomas mencionados não hesite em procurar de imediato ajuda médica. Estes sintomas podem intensificar-se subitamente e causar morte súbita", pode ler-se no site, que acrescenta ainda "deve ainda procurar um médico se estiver a experienciar tremores, visão turva ou perda de visão momentânea e tossir sangue". 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório