Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 7º MÁX 14º

Edição

Desconfia que pode estar grávida? Confira sete primeiros sintomas

Cada gravidez é única, mas há aspectos comuns ao "estado de graça".

Desconfia que pode estar grávida? Confira sete primeiros sintomas

Os sinais de que poderá estar grávida são muitos e variam de mulher para mulher. Os testes de gravidez e o diagnóstico dos médicos especializados são as maneiras mais seguras de determinar uma gravidez, ainda assim, existem sinais precoces aos quais deverá tomar atenção se teve uma relação sexual desprotegida.  

  1. Atraso na menstruação: O atraso menstrual é o sintoma mais comum de gravidez. Não obstante, esta ausência pode ter outras origens, como a perda ou aumento de peso, alterações hormonais, doença ou stress. Se o ciclo menstrual for irregular, não há motivo para alarme. Faça o teste de gravidez e consulte um médico. 
  2. Enjoo matinal: Muitas vezes, a náusea e o enjoo matinal surgem nas primeiras duas semanas da gravidez. Isto deve-se ao aumento da hormona Beta HCG , que estimula o centro do vómitos.
  3. Alterações nos seios: Durante a gravidez, as alterações nos seios são comuns. Isto acontece, mais uma vez, por causa da variação dos níveis hormonais, que causam muitas mudanças físicas. No decorrer da gravidez, o inchaço, a dor, a sensibilidade e o escurecimento das auréolas dos seios são comuns. 
  4. Prisão de ventre: As hormonas da gestação diminuem o peristaltismo intestinal. Isto significa que as fezes têm menor absorção de água, passando a ficar mais endurecidas e dificultando a sua expulsão. 
  5. Cansaço: A fadiga é um sintoma precoce de gravidez, e passa muitas vezes despercebida. O cansaço pode manifestar-se logo na primeira semana de gravidez e é causado pelo aumento da progesterona - uma hormona conhecida por causar fadiga incomum. Além disso, as alterações na pressão sanguínea e no açúcar no sangue também podem contribuir para a falta de energia.
  6. Vontade constante de urinar: A vontade invulgar de urinar pode surgir no início (cerca de seis a oito semanas após a concepção) e no final da gestação. Num primeiro momento, ocorre pela ação das hormonas da gravidez e num segundo momento, mais perto do parto, por causa da compressão da bexiga pelo útero.
  7. Alterações no paladar:  É aqui que se inserem os famosos desejos de grávida e a aversão alimentar. Por causa das alterações hormonais, é comum que surjam alterações no paladar, que se vão traduzir em desejos de comida invulgares ou repugnância por certos alimentos. As aversões alimentares podem ser tão graves que até o cheiro desses alimentos pode causar náuseas muito desagradáveis. Na maioria dos casos, estas alterações desaparecem até o final do primeiro trimestre. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório