Meteorologia

  • 20 AGOSTO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Como organizar o frigorífico para conservar a comida por mais tempo

Há dicas a seguir desde o momento em que se está no supermercado até à arrumação das prateleiras no frigorífico lá de casa. Descubra o que deve fazer para evitar o desperdício alimentar.

Como organizar o frigorífico para conservar a comida por mais tempo

Comer saudável é cada vez mais uma preocupação dos portugueses e há dicas a seguir desde o momento da compra até à forma como deve arrumar os alimentos no frigorífico.

Antes de tudo, certifique-se que o eletrodoméstico se encontra com uma temperatura de 4ºC e o congelador nos 17ºC negativos. “Estas são as temperaturas aconselhadas para prevenir o aparecimento de bactérias e micróbios que podem contaminar e estragar a comida”, começa por revelar a nutricionista Catarina Sofia Correia, da Clínica Tejo Saúde, Parceira Fitness Hut - Grupo Viva Gym, num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.

Mas as boas práticas começam ainda no supermercado. Explica a nutricionista que “os produtos refrigerados e congelados devem ser transportados em sacos térmicos e devem ser os últimos a serem escolhidos antes mesmo de efetuar o pagamento das suas compras”. Em casa, “os alimentos que necessitam de conservação no congelador ou frigorífico são os primeiros a ser armazenados”.

Mas o que deve ou não ir para o frio? A dúvida já assolou várias mentes e há muitas teorias sobre esta questão. Para terminar, Catarina Sofia Correia revela, por exemplo, que é errado colocar o tomate, a cebola, a abóbora e as batatas no frio. Por outro lado, pode lá guardar os frutos secos, o azeite, o abacate e a fruta.

Vamos arrumar o frigorífico

As variações de temperatura que se fazem sentir dentro do frigorífico são o principal fator a ter em conta no momento da arrumação. Por isso, na prateleira superior deve colocar lacticínios – iogurtes, queijos e natas – bem como os alimentos já cozinhados.

Na prateleira intermédia deve ficar a carne e o peixe: “No entanto, deve ter em atenção à durabilidade destes alimentos: o peixe dura cerca de 24h, enquanto que a carne pode ficar 2 a 3 dias. Se vir que não os vai confecionar dentro deste prazo então o ideal é dividir e congelar”, explica a nutricionista no mesmo comunicado.

Já nas prateleiras inferiores, “a parte mais fria do frigorífico”, devem estar os alimentos em fase de descongelação e os ovos.

E nas gavetas? Catarina Sofia Correia explica que este é o lugar dos vegetais e das frutas: “Antes de guardar as frutas e os legumes, lave-as, seque e coloque-as por cima de uma folha de papel absorvente para absorver qualquer humidade”, aconselha ainda.

Por fim, a porta. O local onde mais varia a temperatura. “Mesmo fechada é a zona mais quente do frigorífico, logo devem ser colocados os alimentos que resistem melhor a estas variações (...) Aqui devem ficar os sumos e água em garrafas, assim como alguns condimentos ou pickles de conserva”, revela. Quanto a ovos e leite, mantenha-os afastados desta zona.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório