Meteorologia

  • 27 MAIO 2019
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 17º

Edição

Cinco práticas que o vão ajudar a superar a depressão

Trata-se da nova “epidemia do século XXI”, como foi denominada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Cinco práticas que o vão ajudar a superar a depressão
Notícias ao Minuto

14:24 - 12/04/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Saúde mental

A depressão é uma das doenças psiquiátricas mais comuns. Segundo a OMS, a depressão é um dos principais problemas de saúde no mundo desenvolvido.

Estima-se que uma em cada quatro mulheres e um em cada dez homens possam ter crises de depressão em alguma fase da sua vida e as crianças também podem ser afetadas.

Não existem dados concretos em relação à sua frequência em Portugal, mas as estimativas referem valores de 2 a 3% para os homens e de 5 a 9% para as mulheres para as formas mais graves de depressão e valores superiores a 20% para formas mais ligeiras da doença, de acordo com informações divulgadas no site da rede de hospitais privados CUF.

A depressão é um distúrbio profundo de humor que pode passar despercebido ou mesmo ser confundido com uma tristeza momentânea.

Mas, ao contrário de um simples desalento, a depressão vem acompanhada de diversos sintomas, tais como fadiga, anorexia, insónias, dor de cabeça regular, desconforto gástrico e uma profunda melancolia, entre outros.

Tal quadro faz com que a batalha para vencê-la seja muito difícil para a maioria das pessoas.

Mas então, seria possível superar a depressão? Não apenas seria, como é possível. Eis algumas dicas que o poderão ajudar a si ou a um amigo, ente querido ou colega de trabalho.

1. Compartilhe as suas emoções

A tristeza proporcionada pela depressão leva ao isolamento social. Por isso, é comum que a pessoa em depressão se distancie de amigos, da família e dos colegas de trabalho.

Contudo, mesmo que seja difícil, o ideal é tentar manter o contacto com essas pessoas, conversar com elas e, sempre que possível, abrir-se com amigos íntimos relevando as suas angústias. Esse partilha pode não trazer a cura integral, mas, com certeza, contribuirá para que ela aconteça.

2. Procure acompanhamento psicológico

A depressão é uma doença atrelada à melancolia e à angústia sendo, portanto, um sofrimento psíquico. Em casos como esse, é imprescindível que um profissional especializado, como um psicólogo ou psiquiatra, acompanhe a pessoa em depressão.

Ele será capaz de, por meio da fala e outras práticas, as quais variam de acordo com o segmento que o profissional segue, levar o indivíduo a lidar com a depressão, entendê-la e, por fim, superá-la. Sem esse apoio, superar a depressão pode tornar-se um obstáculo extremamente árduo ou até impossível.

3. Tente dormir bem

É importante que estejamos sempre com o corpo e a mente totalmente descansados e recuperados. Somente dessa forma, haverá força suficiente para lidar com as aflições decorrentes da depressão.

Para isso, nada melhor que uma boa noite de sono. É claro que dormir deprimido pode ser um desafio grande para alguns. Por isso, separamos algumas dicas que pode ajudar:

  • Afaste-se de fontes luminosas, como computadores, televisores e telemóveis pelo menos 40 minutos antes de ir para cama;
  • Não ingira alimentos ou bebidas alcoólicas antes de dormir;
  • Não beba cafeína, nem chás estimulantes;
  • Mantenha um horário regular para dormir e acordar.

4. Pratique meditação (Mindfulness)

A meditação tem vindo a ganhar destaque nos últimos anos como um meio para diminuir o estado de ansiedade e as insónias, aumentar o foco e contribuir contra a depressão.

Pesquisas apresentadas no livro ‘The Mindful Way Through Depression’ relevam como a atenção plena, prática conhecida como mindfulness, que envolve exercícios respiratórios e de redirecionamento de atenção, tem tido êxito no combate à depressão.

5. Faça uma atividade física

Um dos sintomas da depressão é a perda de energia e de interesse por atividades físicas. Porém, é neste momento que o desporto pode contribuir positivamente para a diminuição do sofrimento, já que melhora a autoestima e até mesmo promove a reintegração social.

Nesses casos, o ideal é procurar um desporto coletivo para que haja contacto com terceiros, mas se o humor ou mesmo o desejo não permitir seguir por esse trajeto, uma caminhada diária será um ótimo primeiro passo.

Caso necessite de falar com alguém ou esteja com pensamentos autodestrutivos consulte de imediato um médico ou entre em contacto com a organização SOS Voz Amiga (213 544 545 - 912 802 669 - 963 524 660 / Diariamente das 16h às 24h Linha Verde gratuita - 800 209 899 / Entre as 21h e as 24h)

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório