Meteorologia

  • 23 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 16º

Edição

Cancro da mama: A partir que idade devo realizar a primeira mamografia?

Entenda por que a mamografia é um exame tão importante para as mulheres.

Cancro da mama: A partir que idade devo realizar a primeira mamografia?

O cancro da mama é a lesão maligna que mais atinge a mulher. Anualmente, surgem cerca de 4500 casos novos da doença apenas em Portugal.

Trata-se de um tumor maligno que se desenvolve nas células do tecido mamário: atinge o sexo feminino e é um dos cancros mais temidos e com maior impacto na vida da mulher, tanto a nível físico como emocional, atingindo fortemente a sua autoestima, de acordo com as informações divulgadas no site da rede de hospitais privados CUF.

A mamografia, efetuada com regularidade, permite uma redução da mortalidade por cancro de mama.

Quando diagnosticado precocemente, o cancro da mama pode ser curado em 85% dos casos. Não deixe de vigiar o seu peito todos os meses e faça uma mamografia periodicamente.

A mamografia é essencial no diagnóstico precoce do cancro de mama, permitindo detetá-lo antes da mulher ou do médico. 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a vigilância da mama assenta nas seguintes diretrizes:

  • A mulher deve fazer o autoexame mamário mensalmente (após o período menstrual), a partir dos 20 anos.
  • Deve consultar o médico se sentir/observar alguma destas alterações: nódulo/endurecimento na mama ou na axila; alteração no tamanho ou formato da mama; mudança da coloração ou sensibilidade da pele da mama ou da aréola; retração da pele da mama ou do mamilo; corrimento mamilar.
  • A avaliação clínica da mama deve ser feita a partir dos 20/30 anos. A primeira mamografia deve ser realizada cerca dos 35 anos.
  • A segunda mamografia deve ser realizada a partir dos 35 anos, de 18 em 18 meses, até à menopausa.
  • Depois da menopausa, a mamografia deve ser realizada de 24 em 24 meses.
  • Se existirem fatores de risco pessoais ou familiares, o médico fará um reajuste dos tempos de vigilância, personalizado.

De acordo com a European Society of Mastology (EUSOMA), a American Cancer Society (ACS) e o National Cancer Institute(NCI), os estudos comprovam que o diagnóstico precoce do cancro da mama por rastreio diminui a mortalidade devido a esta doença se o diagnóstico for feito por mamografia.

A mamografia tem riscos? Não.

Atualmente, os novos mamógrafos usam uma dose de radiação mínima, sem riscos para a saúde, principalmente quando comparado com o benefício que advém da realização de um exame que poderá ser crucial para a sobrevivência da mulher. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório