Meteorologia

  • 23 MARçO 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

Eletrocutar o pénis pode ajudar a combater a disfunção erétil, diz estudo

Não está sozinho. Estima-se que até 46% dos homens sofram de disfunção erétil ou venham a sofrer em algum momento da vida.

Eletrocutar o pénis pode ajudar a combater a disfunção erétil, diz estudo
Notícias ao Minuto

23:00 - 08/02/19 por Notícias Ao Minuto 

Lifestyle Noites 'quentes'

No entanto, uma equipa de investigadores da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), no Brasil está apostar em terapias de choque para combater a impotência.

Os investigadores descobriram, após eletrocutar levemente os órgãos genitais de 22 pacientes com impotência, que a carga elétrica pode ser uma verdadeira solução, segundo informações divulgadas pela publicação britânica Daily Mail.

Testes revelaram que os voluntários com problemas de desempenho sexual trataram por completo a condição apenas com algumas semanas de tratamento. Os voluntários participaram em duas sessões por semana – cada qual com 15 minutos – durante um mês.

A técnica, chamada de estimulação elétrica funcional, já é usada há quase 40 anos para o tratamento de outras condições, incluindo a Esclerose Múltipla. Aparentemente, disparar uma corrente de baixo nível pode ‘despertar’ os músculos e nervos que controlam os movimentos.

A terapia improvável envolveu 22 homens com idades entre 40 e 65 anos, com graves problemas de ereção e que não tomavam qualquer fármaco para a estimulação erétil. Durante um mês, os pacientes foram expostos a dois elétrodos nos genitais, que serviu para aplicar uma correte elétrica controlada que causou um leve formigueiro.

Ao mesmo tempo que metade recebeu a terapia de choque genuína, o restante foi exposto a um tratamento placebo, em que nenhuma corrente elétrica era gerada. A resposta sexual em ambos os grupos foi medida por meio de uma escala reconhecida, chamada de Índice Internacional de Função Erétil.

Os resultados, publicados no periódico International Journal of Impotence Research, revelaram que aqueles que receberam o tratamento simulado tiveram pouca ou nenhuma mudança nas suas pontuações. Todavia, dos 11 que receberam a terapia genuína, três recuperaram a capacidade de ereção espontânea, enquanto cinco verificaram melhorias significativas e três não obtiveram resposta ao tratamento.

Para os investigadores ainda não está claro exatamente como o choque elétrico pode ajudar a aumentar o desejo sexual. Estudos realizados em animais mostraram que um processo envolvendo um aumento nos níveis de óxido nítrico, que dilata os vasos sanguíneos e aumenta o fluxo sanguíneo para os genitais, pode estar envolvido.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório