Meteorologia

  • 18 FEVEREIRO 2019
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 12º

Edição

ModaLisboa: Fomos ao lugar onde a magia acontece. Quem é a 'ilusionista'?

No âmbito da ModaLisboa, o Notícias ao Minuto esteve à conversa com Helena Vaz Pereira. A conversa aconteceu após os desfiles, quando já era possível à equipa de hairstyling respirar, mas não deixámos de visitar o backstage onde toda a magia acontece.

ModaLisboa: Fomos ao lugar onde a magia acontece. Quem é a 'ilusionista'?
Notícias ao Minuto

14:35 - 18/10/18 por Mariana Botelho 

Lifestyle Helena Vaz Pereira

Cá fora, um carrossel que serviu de ‘moldura’ para uma marca de calçado português, serve de cenário para muitos que fotografam o look escolhido para aquele evento. Estamos na ModaLisboa, e este ambiente de convidados - que se misturam com algumas modelos já maquilhadas, mas ainda com a sua própria roupa -, contrasta com o de backstage, apenas a uma parede de distância.

É aqui dentro que tudo acontece: cabelos, maquilhagem, roupas, algumas fotos e mesmo entrevistas. Se na passerelle a elegância das modelos ganha força na confiante forma de andar com que apresentam aquilo que vestem, longe dos holofotes vemos o contraste entre toda aquela imagem e uma atitude bem mais descontraída com que comem uma maçã, editam fotos próprias a partilhar nas redes sociais ou conversam entre si.

As quatro (ou seis) mãos que lhes mexem no cabelo parecem ser indiferentes às modelos para quem este é só mais um normal dia de trabalho.

Mas enquanto as modelos ‘descansam’, todos os outros estão numa agitação séria para garantir que tudo fica pronto a tempo. No espelho está colado uma folha a dizer ‘Gonçalo Peixoto’, numa bancada no lado oposto, percebemos que a equipa de styling já está a preparar as modelos para o desfile de Dino Alves, marcado para as 21h30. Pouco passava das 17 horas quando entrámos neste mundo, mas há que garantir que tudo fica pronto a tempo.

Helena Vaz Pereira integrou a equipa de hairstyiling da ModaLisboa em 1993, há mais de 20 anosQuem lidera todo este trabalho é Helena Vaz Pereira, que integrou a equipa de hairstyiling da ModaLisboa em 1993, há mais de 20 anos. Helena lidera também o GriffeHairStyle, em Lisboa, mas na altura do evento nacional que acontece na capital, foca-se a 100% no mesmo.

A ModaLisboa, que terminou no passado fim de semana, dura apenas quatro dias, mas o trabalho de cabeleireiro é definido cerca de uma semana antes, durante a qual sua função é principalmente “cruzar ideias previamente com os designers para definir em conjunto o look de cabelo para a coleção”, esclarece a profissional ao Notícias ao Minuto. “Depois, partilho o que ficou definido com a minha equipa e no dia do desfile coordeno para que tudo aconteça como no teste”, acrescenta, esclarecendo que “o ponto de partida é sempre o conceito do criador”. É esta a sua base de trabalho, a que junta os seus próprios 'inputs' até que se chegue ao look final.

Mas por muito organizada que seja a preparação, há (quase) sempre imprevistos para os quais Helena Vaz Pereira vem estando cada vez mais preparada, passando a ver tais ‘imprevistos’ como desafios: “Mesmo com o look definido, na altura de pentear temos sempre de adaptar o trabalho às características bem distintas de cada uma das manequins. Não nos limita, cria-nos o desafio de conseguir visualmente o mesmo conceito e uma linguagem uniforme entre todas”, conta.

De todas as fases, a hair stylist não sabe apontar o que lhe dá mais prazer. Diz-nos que não consegue enumerar e justifica: “estou a trabalhar no que mais gosto, os cabelos”.

Das mais de 40 edições do ModaLisboa em que trabalhou, vários são os momentos que a marcaram e a cada ano ficam sempre histórias para contar. Ao Notícias ao Minuto lembra uma edição em que preparava o desfile de Dino Alves: “Foi no teatro S. Luiz, e tivemos de preparar os manequins em camarins onde só conseguíamos estar dois hairstylists, por isso a equipa estava toda separada. Os cabelos eram muito elaborados e pelo facto de estarmos afastados perdemos a noção do tempo e à hora de começar o desfile só tínhamos prontos menos de metade dos manequins. Ainda hoje não sei como conseguimos recuperar a tempo”.

 Perdemos a noção do tempo e à hora de começar o desfile só tínhamos prontos menos de metade dos manequins Terminada mais uma edição e certa de que “daqui a seis meses cá nos encontramos novamente”, a hair stylist volta ao seu trabalho no salão que não se separa assim tanto daquilo que faz na ModaLisboa. “São trabalhos distintos mas que acabam por se cruzar, uma vez que acabo sempre por transportar o lado mais inspiracional e tendência para o meu trabalho no dia a dia do salão. O que se assemelha é que na ModaLisboa trabalha-se em equipa e tudo está relacionado, o cabelo, a make up e a roupa, e cria-se uma imagem. No dia a dia, também temos de ter a sensibilidade de quem é a nossa cliente, perceber o que ela quer transmitir na sua imagem e aconselhar e executar. No fundo, é um todo.”

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório