Meteorologia

  • 19 JULHO 2024
Tempo
30º
MIN 19º MÁX 31º

Comissão Europeia divulga hoje novas previsões económicas

A Comissão Europeia apresenta esta sexta-feira as suas previsões económicas da Primavera um dia depois de o Banco Central Europeu ter descido a sua principal taxa de juro para 0,5% numa tentativa de travar a desaceleração da economia europeia.

Comissão Europeia divulga hoje novas previsões económicas
Notícias ao Minuto

06:17 - 03/05/13 por Lusa

Economia Primavera

As previsões de Bruxelas, que serão apresentadas pelo comissário Olli Rehn em conferência de imprensa, surgem dois dias depois de o Governo português ter apresentado o Documento de Estratégia Orçamental (DEO).

Nas últimas previsões da Comissão (de Inverno) apresentadas em Fevereiro, Bruxelas reviu em baixa as previsões para o crescimento da economia europeia, ao projectar uma contracção de 0,3% na zona euro para este ano e um ténue crescimento de 0,1% na União Europeia.

Para Portugal, a Comissão esperava uma recessão em 2013 de 1,9%, mas já admitia que poderia voltar a piorar as previsões, o que viria a ser feito pela ‘troika’ aquando da sétima avaliação ao programa de ajustamento português.

A troika e o Governo português esperam agora que a contracção em 2013 seja de 2,3%.

No quadro do reforço da vigilância económica dos estados-membros levada a cabo como reacção à crise económica e financeira, as “previsões económicas” da Comissão Europeia passaram a ter um novo calendário, com as tradicionais previsões da “primavera” (divulgadas em maio) e de “outono” (em Novembro) a serem agora complementadas por um terceiro bloco de previsões, as de “inverno” (em Fevereiro).

Os três “pacotes” de previsões cobrem uma série de indicadores, como crescimento, inflação, desemprego, dívidas e défices públicos, para a zona euro, para o conjunto da UE, e para cada um dos 27 Estados-membros.

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório