Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2017
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 14º

Edição

Tostões: A moeda digital portuguesa chegou para mudar o país e o mundo

Com site próprio e um conceito inovador, os tostões dão mais uma escolha a quem tem cada vez menos confiança no sistema financeiro clássico.

Tostões: A moeda digital portuguesa chegou para mudar o país e o mundo
Notícias ao Minuto

09:48 - 16/10/16 por Bruno Mourão

Economia Divisas

É um nome familiar aos portugueses, mas que não exista qualquer confusão: Os novos tostões são muito diferentes dos antigos. Unicamente digitais e de utilização limitada a um site próprio, os tostões criados por Domingos Pereira não pretendem enriquecer o dono, mas sim criar um novo paradigma no mercado português. 

Em entrevista ao Economia ao Minuto, o criador e gestor da plataforma que serve de casa aos tostões explica que o objetivo é dar algo mais aos utilizadores: a possibilidade de ter rendimento extra. "Os euros são difíceis de ganhar", garante Domingos Pereira, antes de explicar que através do site, muitas pessoas poderão criar novas fontes de rendimento, desde que usem como pagamento a moeda virtual. 

Através do site Ricos Tostões, os utilizadores podem trocar, vender ou comprar bens ou serviços utilizando como única moeda os tostões, inspirados na antiga moeda. A adesão é gratuita e os produtos e serviços disponibilizados têm como únicas limitações a criatividade dos visitantes e a lei nacional. 

Para evitar a tendência normal de acumular riqueza mesmo em forma virtual e para fomentar as trocas constantes, a plataforma impõe um limite máximo de 2.500 tostões por utilizador e são distribuídos prémios pelo login diário, pela colocação de anúncios e pela maior atividade mensal e semanal no site. 

O sistema é totalmente aberto: mesmo que os negócios sejam feitos fora da plataforma, "basta que os utilizadores acordem um valor a pagar e registem a transação na plataforma para que seja contabilizada". 

"Por exemplo, a minha namorada foi recentemente experimentar pela primeira vez uma massagem de reflexologia, oferecida por uma das nossas utilizadoras. Ela pagou 50 tostões por um serviço que normalmente custa 50 euros.

Indo de porta a porta em Loulé, o criador dos tostões já conseguiu convencer algumas mercearias e lojas a aderirem ao site e vê muitas possibilidades de crescimento. "As lojas podem por exemplo dar vales de desconto ou vender e comprar produtos em tostões, para atrair mais clientes e conseguirem aumentar os rendimentos". 

A possibilidade de criar uma versão física dos tostões é para já afastada, apesar de alguns exemplos semelhantes em Portugal e no estrangeiro; as complicadas leis, as autorizações necessárias e os custos associados não agradam ao criador, mas a ambição mantém-se elevada. 

Sem sonhos de fortuna, com apenas parte do tempo dedicado aos tostões mas ainda assim muita vontade de mudar o mundo financeiro, Domingos Pereira responde com simplicidade à pergunta mais importante: Gostava de ver os tostões tornarem-se uma das moedas virtuais que servem de alternativa credível ao dinheiro clássico? 

"Nada me daria mais prazer."

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório