Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2020
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 20º

Edição

Salgado negociou investimentos com Chávez e Maduro

Ricardo Salgado terá negociado, segundo o i, com Hugo Chávez e Nicolás Maduro a entrada de investidores venezuelanos no BES.

Salgado negociou investimentos com Chávez e Maduro

Ricardo Salgado negociou com Hugo Chávez e com Nicolas Maduro a entrada de invetsimento venezuelano no Banco Espirito Santo (BES), avança o jornal i.

A informação terá sido anunciada pelo próprio presidente executivo do banco, que em reunião do Conselho Superior do Grupo Espírito Santo revelou que havia falado com Chávez e com o seu sobrinho e conseguiu garantir que estes “iriam participar no aumento de capital” do banco. Porém, havia o risco de estes poderem “pisgar-se de um dia para o outro” caso houvesse “chatices”.

Conta o jornal i que após o colapso do GES, Salgado esperava uma injeção de 500 milhões de euros do fundo soberano da Venezuela, promessa que havia ficado registada em carta, mas que as relações com os investidores venezuelanos acabaram por contribuir para o colapso final do BES.

Isto porque Salgado e José Manuel Espírito Santo terão assinado duas cartas de conforto de 270 milhões de euros, em que garantiam que os empréstimos de empresas Venezuelanas à ESI e à Rioforte, em caso de incumprimento, seriam pagos pelo banco. Este valor, juntamente com as perdas relacionadas com a recompra da dívida da Eurofin levou o BES a contabilizar uma dívida de 3,6 milhões de euros que ditou o seu colapso.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório