Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 27º

Preço das casas mais do que duplica em Portugal desde 2010

Os preços das casas mais do que duplicaram, desde 2010, em Portugal e outros oito Estados-membros da União Europeia (UE), devendo continuar a crescer no território português, apesar do "arrefecimento" no imobiliário europeu, revelou hoje a Comissão Europeia.

Preço das casas mais do que duplica em Portugal desde 2010
Notícias ao Minuto

10:22 - 15/11/23 por Lusa

Economia Imobiliário

"Os preços das casas registaram um forte crescimento em toda a UE durante a última década, especialmente durante a pandemia. Os preços das casas começaram a aumentar durante a recuperação económica da década de 2010, embora com diferenças assinaláveis entre os Estados-membros" e, desde então, "os preços duplicaram na Alemanha e nos Países Baixos, enquanto Portugal, Irlanda, República Checa, Áustria, Luxemburgo Áustria, Luxemburgo, Letónia e Lituânia registaram um crescimento de preços ainda mais forte", retrata a Comissão Europeia.

Num capítulo dedicado à crise da habitação nas previsões económicas de outono, hoje divulgadas, Bruxelas assinala que "os mercados imobiliários europeus têm vindo a arrefecer desde meados de 2022, a par do abrandamento significativo dos níveis de crédito", dada a apertada política monetária do Banco Central Europeu (BCE).

Ainda assim, apesar de em vários Estados-membros os preços das casas terem já atingido o pico, logo no segundo trimestre de 2022, "o crescimento constante dos preços continua na Bulgária, Croácia, Grécia, Portugal e Eslovénia", adianta Bruxelas.

O executivo comunitário conclui que, ao nível da UE, "no futuro, as restrições à capacidade de contração de empréstimos das famílias sugerem que os preços da habitação permanecerão sob pressão nos próximos trimestres, antes de retomarem o crescimento".

Leia Também: Fotógrafo capta imagem de gato-bravo. "Felino mais raro de Portugal"

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório